Merseyside Derby: a histórica rivalidade entre Liverpool e Everton

Conheça mais sobre uma das maiores rivalidades da Inglaterra

rivalidade entre liverpool e everton

A rivalidade entre Liverpool e Everton se originou já no nascimento dos Reds. Aliás, no ano de 1892, os Toffees mandavam seus jogos em Anfield, até que um desentendimento entre a diretoria e John Houlding, dono do terreno onde estava o estádio, fez com que o Everton se mudasse para Goodison Park.

A origem da rivalidade entre Liverpool e Everton

Houlding então criou o Liverpool FC, que manda seus jogos em Anfield até hoje. O primeiro derby foi disputado em 1894, em Goodison Park.

O recém-criado Liverpool não foi páreo para o Everton, que venceu por 3 a 0. Jack Bell foi o autor do primeiro gol da rivalidade entre Liverpool e Everton.


Construção da rivalidade entre Liverpool e Everton

Desde então, os clubes não se enfrentaram apenas nos anos de 1895 (Liverpool na segunda divisão) e entre 1916/1918 (Primeira Guerra Mundial) e 1940/1945 (Segunda Guerra Mundial).

Entre 1951/1963, foi disputado apenas um derby. Visto que o Everton foi rebaixado ao final da temporada 1951/1952, conseguindo o acesso no ano seguinte.

No entanto, o Liverpool foi rebaixado em 1953, e só voltaria à elite em 1962. Este derby aconteceu em 1954, pela Copa da Inglaterra, e o Everton venceu por 4 a 0.

Leia mais: Os 10 brasileiros de maior sucesso da história do futebol inglês

Antes de receber o apelido de Merseyside Derby, o clássico tinha outro apelido: Friendly Derby (“Derby amistoso”, em tradução livre).

Isso se deve porque sempre foi comum ver famílias com membros que torcem para os dois times. Além disso, nos estádios também era normal ver alguns torcedores misturados entre os rivais.

Isso diminuiu um pouco após Hillsborough e o Relatório Taylor, mas ainda pode ser observado durante os jogos. O termo “Merseyside Derby” foi cunhado pela primeira vez em 1954.

Durante muito tempo, a vantagem geral nos confrontos era do Everton, o que aconteceu até a segunda metade da década de 1970.

Foi nessa época que houve a ascensão do grande time do Liverpool, provavelmente o melhor da história do clube.

Afinal, o técnico Bob Paisley comandou uma geração com nomes que ficaram marcados na história dos Reds, como Ian Rush, Kenny Dalglish e Sammy Lee.

Anos 1980

Pelo lado dos Toffees, no começo dos anos 1980 também estava pelos lados de Goodison Park uma geração muito boa. Foi justamente ela que conseguiu dar ao Everton o título de campeão inglês, com nomes como Neville Southall, Kevin Ratcliffe e Graeme Sharp.

E é claro que essas gerações proporcionaram jogos marcantes. Entre os mais memoráveis duelos estão os da final da Copa da Liga de 1984.

Em Wembley, o Liverpool jogava melhor, mas a partida acabou 0 a 0, e foi necessário o replay. O Liverpool venceu por 1 a 0, gol do capitão Graeme Souness, e ficou com a taça.

Leia também: Os 5 estádios mais antigos da Premier League

O troco dos Toffees viria no mesmo ano, na Community Shield. Vitória por 1 a 0, gol contra de Grobelaar.

Dois anos depois, a rivalidade entre Liverpool e Everton mais uma vez aflorou pela disputa do título da Copa da Inglaterra. O Everton saiu na frente com o artilheiro Gary Lineker.

Mas no segundo tempo, o time comandado por Kenny Dalglish (era jogador e treinador ao mesmo tempo) foi buscar a virada. Dois gols do carrasco Ian Rush, e outro de Craig Johnston definiram o jogo.

Em 1989, os times se enfrentaram mais uma vez pela finalíssima da Copa da Inglaterra (o último confronto entre eles valendo taça). Este jogo foi o mais emocionante entre todas as finais disputadas por eles.

A partida aconteceu sob uma atmosfera extremamente pesada, devido ao desastre de Hillsborough, na semifinal entre Liverpool e Nottingham Forest. Os Reds abriram o placar com John Aldridge.

O Liverpool segurou a pressão do Everton durante quase todo o jogo. Quando a taça parecia assegurada, Stuart McCall saiu do banco e empatou o jogo aos 44 do segundo tempo.

Na prorrogação, outro reserva entraria para a história do Derby: Ian Rush. O atacante marcou, colocando o Liverpool na frente de novo.

O drama continuou quando McCall anotou um golaço para empatar a partida novamente. Mas o dia era de Rush. O galês marcou de novo, garantindo o título ao Liverpool.

Anos 1990

A década de 1990 foi marcada por vários empates no clássico entre Liverpool e Everton, com uma ligeira vantagem para os Toffees.

O Everton eliminou os Reds na Copa da Inglaterra de 1991, em um confronto que precisou de dois replays, após empates por 0 a 0 e 4 a 4.

Anos 2000

Na década de 2000, porém, só deu Liverpool. A geração que levou o Liverpool de volta ao topo da Europa, comandada por Gerrard e Carragher, venceu 12 dos 22 clássicos da última década, contra apenas 4 vitórias do Everton.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

  • Quais são os salários mais altos da Premier League?