Finanças, tecnologia, futebol e muito mais: O incrível império de negócios de Rio Ferdinand

11 minutos de leitura

Rio Ferdinand é considerado um dos maiores zagueiros de sua geração. Forte fisicamente, o ex-jogador também se destacava por sua técnica e elegância em campo, algo raro de se encontrar em outros defensores ingleses da época.

Foi um dos maiores nomes do English Team em toda a história, somando 81 convocações e duas Copas do Mundo na bagagem. Inclusive esteve em campo na derrota para o Brasil por 2 a 1, no histórico gol de Ronaldinho Gaúcho por cobertura, no Mundial de 2002.

No Manchester United, foram seis títulos de Premier League, uma Champions League e um Mundial de Clubes. Formava uma das melhores duplas de zaga da Europa com Nemanja Vidic até que, em 2010, as lesões, principalmente nas costas, começaram a atrapalhar a carreira. 

Rio ficou fora da convocação da Inglaterra para a Copa do Mundo de 2010. O jogador seria capitão dos Three Lions após John Terry ter sido retirado do posto por Fabio Capello, diante do escândalo envolvendo o ex-zagueiro do Chelsea e a ex-namorada de Wayne Bridge.

No United de Alex Ferguson, o zagueiro também via seu prestígio diminuir. Capitão do time nas ausências de Gary Neville e Ryan Giggs, Ferdinand começou a perder o posto para Vidic. De acordo com Sir Alex, o sérvio passou a ser alguém mais confiável e em melhor forma do que Ferdinand.

Mas, na época, as lesões pareciam não ser o único fator para o mal momento do camisa 5. Existia uma percepção de que Ferdinand havia perdido um pouco do foco no futebol por causa das atividades extracampo, mais especificamente, os negócios. O patrimônio estimado do ex-jogador dos Red Devils é de quase 60 milhões de libras, mais de R$ 390 milhões.

Ferdinand investiu na carreira fora dos gramados. Foto: Icon Sport

Império #5

Uma das primeiras aventuras de Ferdinand como empresário foi a revista digital “#5”. Aliás, não só como empresário, mas como editor. Rio sempre foi muito ativo nas redes sociais, na luta contra o racismo especialmente. Na “#5”, publicou entrevistas com Juan Mata, Riyad Mahrez e o rapper Snoopy Dog. 

O ex-zagueiro até admitiu recentemente que, em 2009, quando criou a revista, foi questionado sobre pela direção do Manchester United.

Fato é que a “#5” acompanhou a evolução da indústria da comunicação e hoje virou canal no Youtube e podcast. São mais de 1 milhão de assinantes no canal e um podcast no Spotify chamado “Vibe with Five”.

“São conversas de futebol sem barreiras. Nenhum assunto está fora dos limites. Levamos os torcedores aos bastidores do futebol profissional”, conta.

Comentarista TNT Sports

Ferdinand e Ten Hag em um programa de TV no início da temporada (Foto: Reprodução/TNT Sports)

Rio também é comentarista da TNT Sports na Inglaterra em partidas da Champions League e Premier League. Ele costuma estar à beira do gramado no pré e pós-jogo e usa sua fama e influência para conseguir entrevistas exclusivas com jogadores importantes ali mesmo no gramado. Alguns chegam até a parar o aquecimento para cumprimentar o ex-jogador do United. 

Outros negócios do jogador

Rosso Restaurant

Inaugurado em Manchester, em 2009, o restaurante Italiano foi durante anos foi um dos locais mais badalados da cidade para os ricos e famosos até fechar no ano passado. Companheiros de Rio no United e integrantes da banda One Direction eram figurinhas carimbadas que sempre frequentavam o restaurante.

DeliveryApp

Uma plataforma tecnológica para resolver problemas persistentes no setor de logística. Rio decidiu fazer parceria com a DeliveryApp acreditando que a empresa revolucione o mercado de entregas. Ele também é o garoto-propaganda da marca.

Ferdinand diz quem venceria: atual Manchester City ou United de 2008
Foto: PA Images / Icon Sport

We Are 8 (rede social)

https://www.instagram.com/reel/C6gHz7PPon3/?utm_source=ig_web_copy_link&igsh=MzRlODBiNWFlZA==

Uma rede social que paga os usuários para verem anúncios e eles podem escolher uma instituição de caridade para doar esse dinheiro. Rio Ferdinand foi um de seus primeiros grandes investidores pois se preocupa com a atual toxicidade das redes sociais mais populares.

Train Effective (aplicativo)

Train-Effective
Train Effective. Foto: Divulgação

O aplicativo criado por um australiano oferece a jogadores amadores de todo o mundo exercícios e programas de treino elaborados por treinadores licenciados pela Uefa. Esses exercícios cobrem os elementos táticos, técnicos, físicos e mentais do jogo.

Yonder (cartão de crédito)

Yonder
Yonder, cartão de crédito. Foto: Divulgação

Cartão de crédito de recompensas que oferecen uma taxa de retorno muito elevada sobre os gastos para resgatar em alguns estabelecimentos no Reino Unido. O foco é poder apoiar os negócios locais de bares e restaurantes que passa por uma crise desde a pandemia.

Sokin (fintech)

Uma startup de 200 milhões de libras que cobra taxas mais baratas para transferir dinheiro para famílias em dificuldades no exterior. Enquanto outras empresas cobram entre 5% e 7% por cada transação, a Sokin oferece uma taxa fixa de 9,99 libras por mês para transferências ilimitadas em 38 moedas.

New Era Global Sports (gestão de carreira)

Uma empresa que gerencia a carreira de jogadores como Jacob Murphy do Newcastle, Michael Keane e Ben Godfrey do Everton. O filho mais velho do jogador, Lorenz Ferdinand, que é goleiro da base do Brighton também é um dos agenciados. O irmão de Rio, Anton Ferdinand, também é sócio na agência. 

Rodolfo Morsoletto
Rodolfo Morsoletto

Jornalista nascido e formado no interior de São Paulo, com passagens por Terra e OneFootball. Foi repórter de rádio, setorista do XV de Piracicaba e cobria jogos do Campeonato Paulista da Série A3. Morou por um tempo na Itália antes de desembarcar em Londres, onde está desde 2018. Atualmente é correspondente da PL Brasil em território inglês e já esbarrou com José Mourinho andando sozinho pelas ruas da capital britânica.

Instagram: @morsoletto
X: @r_morsoletto