Após ‘reviver’ Lukaku, Mourinho já tem data para deixar a Roma

5 minutos de leitura

José Mourinho vive momentos inconstantes na Roma. Apesar de ter “revivido” Romelu Lukaku, que já tem cinco gols em seis jogos na Serie A, a equipe da capital italiana está apenas em 10º lugar. E o futuro deve ser de separações.

O treinador encerra o seu contrato em 2024 e não existem negociações para estendê-lo por mais tempo devido às diferenças entre ambas as partes. O português recusou ofertas da Arábia Saudita no verão, mas quando ficar livre, poderá considerá-las novamente.

Mourinho vai deixar a Roma

O português vai se desvincular da Roma no próximo mês de junho, de acordo com informações do jornalista italiano Gianluca Di Marzio. Ele havia assinado um contrato de três anos com a equipe romana em 2021, que expira em junho de 2024.

Mourinho
(Foto: ICon Sport)

Até o momento, não há negociações para a extensão do seu contrato e, segundo Di Marzio, isso não vai acontecer. Aparentemente, existem algumas tensões entre a diretoria da Roma e o português, o que afastou o clube e o treinador.

Mourinho venceu 59 dos seus 119 jogos no comando da Roma. Apesar de ter o pior aproveitamento da sua carreira na equipe vermelha (57%), ele ainda conquistou a Conference League em 2022 e chegou à final da Europa League em 2023, perdendo nos pênaltis para o Sevilla.

Mais um técnico na Arábia Saudita?

Mourinho decidiu permanecer na Roma neste verão, apesar de ter recebido várias propostas de clubes sauditas, mas não descarta a possibilidade de treinar algum deles no futuro.

E certamente, uma vez livre, ele voltará a receber propostas da Arábia Saudita, de acordo com Di Marzio. A liga saudita, que já tem Jorge Jesus no Al-Hilal, não desiste e sonha em contar com o treinador português na próxima temporada.

Mourinho durante treino da Roma - Icon Sport
(Foto: Icon Sport)

Resta saber o que o português pensa sobre o desafio: se aceitará uma oferta exótica e irresistível em termos econômicos ou se seguirá sua carreira em algum grande clube europeu, embora tenha manifestado recentemente o desejo de treinar na Arábia Saudita.

A carreira de José Mourinho

Benfica (2000)

  • 10 jogos
  • 60% de aproveitamento

União de Leiria (2001/2002)

  • 19 jogos
  • 59% de aproveitamento

Porto (2002 – 2004)

  • 127 jogos
  • 77,3 % de aproveitamento
  • Europa League 2003
  • Champions League 2004
  • 2x Campeonato Português (2003 e 2004)
  • Copa de Portugal (2003)
  • Supercopa de Portugal (2004)

Chelsea (2004 – 2007 e 2013 – 2015)

  • 320 jogos
  • 71,3% de aproveitamento
  • 3x Copa da Liga Inglesa (2005, 2007 e 2015)
  • Supercopa da Inglaterra (2006)
  • FA Cup (2007)
  • 3x Premier League (2005, 2006 e 2015)

Inter de Milão (2008 – 2010)

  • 108 jogos
  • 70,7% de aproveitamento
  • Champions League (2010)
  • 2x Serie A (2009 e 2010)
  • Coppa Itália (2010)
  • Supercopa da Itália (2010)

Real Madrid (2010 – 2013)

  • 178 jogos
  • 76,7% de aproveitamento
  • LaLiga (2012)
  • Copa do Rei (2011)
  • Supercopa da Espanha (2013)

Manchester United (2016 – 2018)

  • 144 jogos
  • 65,7% de aproveitamento
  • Europa League (2017)
  • Copa da Liga Inglesa (2017)
  • Supercopa da Inglaterra (2017)

Tottenham (2019 – 2021)

  • 86 jogos
  • 59% de aproveitamento

Roma (2021 – atualmente)

  • 119 jogos
  • 57% de aproveitamento
  • Conference League (2023)
Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]