Retrospectiva 2021: Milan

Retrospectiva 2021: Milan
Foto destaque: Divulgação/Milan

Antecipadamente, durante o ano de 2021, o Milan passou por muitos altos e baixos que marcaram as duas temporadas em disputa. Com isso, confira a seguir os principais fatos que aconteceram neste ano.

Fim de temporada amargo 

Primeiramente, no início do ano o Milan ainda disputava a metade da temporada de 2020/21. Assim, durante grande parte da temporada a equipe de Milão liderava a Serie A Italiana fazendo uma grande campanha e ainda disputava a Europa League e Coppa Italia. Então, pelo Campeonato Italiano, o Milan iniciou muito bem o ano, liderando isoladamente o campeonato.

Todavia, a equipe de Milão não conseguiu comandar os bons resultados e acabou perdendo jogos importantes que custaram o título. Com isso, o Milan perdeu o campeonato para a Inter, por 12 pontos de diferença. No entanto, em janeiro, o Milan acabou sendo eliminado das quartas de final da Coppa Italia pelo seu maior rival, Internazionale, por 2 x 1.

Logo, o time de Milão ainda foi derrotado nas oitavas de final da Europa League contra o Manchester United, por 2 x 1 no agregado de dois jogos. Enfim, o Milan terminou o campeonato como 2º colocado e depois de sete anos voltou a Champions League onde foi campeão sete vezes.

Foto: Divulgação / Getty Imagens

Saídas de jogadores

Em resumo, o mercado de transferências do Milan foi muito movimentado. De primeira mão, o goleiro Gianluigi Donnarumma decidiu não renovar o contrato e deixou o clube após seis anos se transferindo para o PSG. Logo, o meia-atacante Hakan Çalhanoglu também decidiu não renovar com o Milan e se transferiu para o rival, a Inter.

Ademais, Mario Mandzukic, Yacine Adli, Tommaso Pobega, Jens Hauge, Mattia Caldara, Lorenzo Colombo, Gabriele Capanni, Nikos Michelis, Frank Tsadjout, Marco Brescianini, Diego Laxalt, Mateo Musacchio, Lorenzo Colombo, Andrea Conti e Léo Duart deixaram o clube.

Foto: Divulgação / Inter

Chegadas no clube

Enfim, em relação às chegadas o Milan se reforçou muito bem. Primeiramente, o goleiro francês, Mike Maignan, chegou para substituir Donnarumma e vem entregando ótimas atuações. Assim, o clube acertou o empréstimo de Brahim Diaz até 2023, que vem sendo uma surpresa muito positiva na temporada.

Logo, acertou o empréstimo também do brasileiro Junior Messias por uma temporada. Por fim, Fikayo Tomori, Sandro Tonali, Olivier Giroud, Souahilo Meïté, Fodé Ballo-Toure, Alessandro Florenzi, Pietro Pellegri, Yacine Adli e Tiemoué Bakayoko se transferiram para o Milan.

Participações na Eurocopa

Antes de tudo, o Milan teve muitos jogadores sendo representantes de suas seleções durante a Eurocopa 2020. Então, começando pela seleção campeã, a Itália, Gianluigi Donnaruma que apesar de já ter se transferido ao PSG havia jogado a temporada pelo Milan e Alessandro Florenzi que foi contratado. Com isso, Donnaruma  foi considerado o melhor jogador da competição com incríveis atuações e Florenzi foi reserva jogando pouco minutos.

Todavia, vale ressaltar a participação de Simon Kjaer pela seleção da Dinamarca que chegou nas semifinais e ajudou a salvar à vida de seu companheiro de seleção, Christian Eriksen. Ademais, a Turquia convocou Çalhanoğlu, a seleção croata convocou Ante Rebic e a França convocou Mike Maignan e Olivier Giroud.

Foto: Divugação / Getty Imagens

Milan de volta a Champions League

Primordialmente, o início da temporada 2021/22 ficou marcado com a volta do Milan a Champions League após sete anos. Logo, a equipe de Milão iniciou seus passos na competição ficando em um grupo complicadíssimo com Liverpool, Atlético de Madrid e Porto. No entanto, o que pareceu ser o início de um sonho se tornou um pesadelo quando a equipe italiana não conseguiu alcançar bons resultados na competição.

Primeiramente, seu primeiro confronto foi contra o Liverpool em Anfield. Assim, a equipe acabou sendo derrotado em um bom jogo por 3 x 2, em que o Milan jogou para ganhar, mas pecou em controlar as chances de ataque dos mandantes. Ainda mais, recebeu o Atlético de Madrid e foi derrotado por 2 x 1, novamente a equipe conseguiu controlar um adversário superior mas não aproveitou as poucas oportunidades ofensivas. Logo, contra o Porto a equipe foi a Portugal com muitas lesões no plantel. Assim, foi derrotado por 1 x 0 jogando mal.

Foto: Divugação / Getty Imagens

Momento decisivo

Em resumo, nos jogos restantes para a fase final da fase de grupos, o Milan possuía poucas chances de classificação. Bem como, jogou contra o Porto no San Siro e empatou, visitou o Atlético de Madrid em Madrid e venceu com um gol do brasileiro Junior Messias no finalzinho da partida. Enfim, recebeu o Liverpool e precisava da vitória para classificar, no entanto, não soube controlar a equipe inglesa e acabou derrotado por 2 x 1. Por fim, se despediu da competição na colocação com apenas quatro pontos.

Foto: Divugação / Getty Imagens

Renovações importantes 

Acima de tudo, a temporada também ficou marcada por algumas renovações importantíssima na equipe do Milan. Logo, o clube de Milão acertou a renovação do técnico Stefano Pioli até 2023. Então, o zagueiro dinamarquês, Simon Kjaer, também teve seu contrato renovado até junho de 2024.

Ademais, o meio-campista,  Davide Calabria renovou com o clube até junho de 2025. Enfim, o clube ainda espera renovar com Zlatan Ibrahimovic, Theo Hernandez e Ismaël Bennacer.

Foto: Divugação / Twitter / @acmilan

Milan e Inter anunciam construção de novo estádio

Por fim, o anúncio da construção do novo estádio do Milan e Inter agitaram o fim do ano dos Rossoneros. Logo, as duas equipes decidiram investir em um projeto urbano de um parque, em que à população de Milão se comprometa mais com a sustentabilidade. Assim, é esperado que o estádio tenha capacidade de 65 mil pessoas. Enfim, o início das obras está previsto para 2023,a abertura para a temporada de 2026/2027.

Foto destaque: Divulgação/Milan