Kevin De Bruyne mira recorde de assistências em uma temporada da Premier League

Na temporada 2003/2004, Thierry Henry deu 20 passes para gol, a melhor marca da era Premier League

0
588
Jan Kruger Collection Getty Images Sport
Jan Kruger Collection Getty Images Sport

Kevin De Bruyne é um dos principais meio-campistas do futebol mundial. O belga se destaca não pela sua capacidade de marcar gols, mas sim, pelo alto número de assistências. Com um 2019/2020 animador, o meio-campista do Manchester City mira um dos principais recordes da história da Premier League: o número de mais assistências em uma temporada. O dono do recorde de assistências é Thierry Henry. 

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

  • TENTAMOS DESENHAR 5 ESCUDOS DA PREMIER LEAGUE NO PAINT

Na temporada 2002/2003, Henry chegou à marca de 20 passes para gol. Um número altíssimo e inalcançável nesses últimos anos. Porém, o jogador do Manchester City tem tudo para alcançar e bater esse recorde. 

No entanto, outros jogadores estiveram bem próximos de atingir essa estatística. E a PL Brasil relembra os nomes de grandes atletas que quase superaram o francês na Premier League: 

Leia mais: 5 motivos para ficar de olho no Leicester de Brendan Rodgers 

2004/2005 – Frank Lampard 

ADRIAN DENNIS Collection AFP
Adrian Dennis Collection AFP

Na temporada 2004/2005, o Chelsea conquistou o seu primeiro título de Premier League sob o comando do português José Mourinho. E um dos destaques da campanha dos Blues foi o meio-campista Frank Lampard

Naquela ocasião, “Super Frankie” foi extremamente decisivo para a campanha do título. O ex-camisa 8 anotou 13 gols e 18 assistências, quase alcançando a marca história de Thierry Henry. 

2007/2008 e 2014/2015 – Cesc Fàbregas

Mike Hewitt Collection Getty Images Sport
Mike Hewitt Collection Getty Images Sport

Cesc Fàbregas é outro grande nome na lista que sempre se destacou pela sua capacidade de dar passes para gol. Muito criativo e envolvente na construção ofensiva, o meio-campista espanhol quase bateu a marca de Henry em duas oportunidades

Primeiro, jogando pelo Arsenal em 2007/2008, Cesc foi o principal assistente da liga. Naquela temporada, os Gunners ficaram na terceira posição, e o meio-campista espanhol foi um dos grandes responsáveis pela boa campanha do time do norte de Londres. Fàbregas fez sete gols e ainda contribuiu com incríveis 17 assistências

Depois do sucesso no Arsenal, Fàbregas brilhou no rival azul de Londres, Chelsea, onde conquistou dois títulos da Premier League. 

E em uma dessas conquistas, na temporada 2014/2015, além de ter sido um dos principais jogadores daquela conquista ao lado de Diego Costa e Eden Hazard, o espanhol foi fundamental para a campanha do título com os seus passes decisivos. Foram 18 assistências em 34 partidas, ou seja, uma assistência a cada dois jogos. 

2015/2016 – Mesut Özil 

Julian Finney Collection Getty Images Sport
Julian Finney Collection Getty Images Sport

No vice-campeonato do Arsenal de 2015/2016, ano em que o Leicester City venceu a Premier League de forma surpreendente, Mesut Özil fez uma das melhores temporadas da sua carreira. 

O alemão teve um começo brilhante na competição e foi o jogador mais próximo de ameaçar o reinado do francês Thierry Henry. Özil terminou a temporada com 35 jogos pela Premier League, seis gols marcados e 19 assistências. 

Kevin De Bruyne, “o rei das assistências” 

Jan Kruger Collection Getty Images Sport
Jan Kruger Collection Getty Images Sport

Como mencionado anteriormente, De Bruyne se destaca muito mais pelas suas assistências do que pelos gols marcados. A capacidade de decisão do belga com seus passes chaves, torna ele um dos principais jogadores da posição e criadores de jogadas do mundo. 

O camisa 17 do Manchester City começou a chamar atenção com os seus passes para gol na temporada 14/15 com a camisa do Wolfsburg. Naquela ocasião foram 51 jogos, 16 gols e 28 assistências. E deste total, 20 foram na Bundesliga. 

No ano seguinte, o belga começou a temporada pelo Wolfsburg, mas logo se transferiu para o Manchester City. Pelos dois clubes, o meio-campista entrou em campo em 45 oportunidades, anotando 17 gols e 15 assistências. 

Na primeira temporada de Pep Guardiola no comando dos Citizens, em 2016/2017, Kevin de Bruyne já apareceu como grande protagonista da equipe de Manchester. 

No entanto, coletivamente, o City não conseguiu demonstrar um grande desempenho e terminou apenas na terceira colocação da Premier League. Porém, o belga foi o principal destaque na campanha do terceiro lugar. Ao todo foram 36 jogos, seis gols e 18 assistências. 

Em 2017/2018, o Manchester City fez uma temporada história e venceu o título da Premier League alcançando a marca dos 100 pontos, um recorde. E o camisa 17 foi o grande nome dos Citizens na campanha histórica.

Alex Davidson Collection Getty Images Sport
Alex Davidson Collection Getty Images Sport
Leia mais: Brasileiro Gabriel Martinelli bate recorde no Arsenal 

Ele participou de 37 dos 38 jogos do torneio e participou diretamente de 24 gols da equipe, com oito tentos marcados e 16 passes para gols. 

Em 2018/2019, o jogador enfrentou inúmeras lesões e não conseguiu manter a mesma forma da temporada anterior. Com apenas 19 jogos ao longo da campanha (muitos deles sendo apenas opção no banco de reserva), De Bruyne teve números modestos no Campeonato Inglês. Foram 19 jogos, dois gols e duas assistências. 

No entanto, nesta temporada, o belga voltou à forma dos seus últimos anos. São nove assistências em dez jogos na Premier League, o que dá uma média de quase uma assistência por partida. 

Se ele conseguir manter esse ótimo ritmo, o meio-campista irá conseguir derrubar o recorde de Thierry Henry. Inclusive, nesta temporada, Kevin De Bruyne atingiu um grande feito.

Ele foi o jogador mais rápido a chegar a 50 assistências na Premier League. O camisa 17 precisou de apenas 123 partidas (contando Chelsea e Manchester City) para alcançar tal marca.