Real Bétis x Valencia – Melhores momentos e resultado

Real Bétis x Valencia – Melhores momentos e resultado
Foto Destaque: Divulgação/Real Bétis Balompié

O Real Bétis conquistou a Copa do Rei 2022 em cima do Valencia, neste sábado (23). A saber, o jogo aconteceu no estádio La Cartuja, em Sevilha. Por certo, no tempo normal, o jogo ficou em 1 x 1, mas os Verdiblancos levaram a melhor na hora dos pênaltis, quando venceram por 5 x 4.

Real Bétis x Valencia – Melhores momentos

1º tempo: Real Bétis sai na frente, mas Valencia reage e consegue empatar

Por certo, o jogo começou bem equilibrado para ambos os times. No entanto, o primeiro ataque partiu do Valencia, quando Gonçalo Guedes tentou realizar um drible dentro da área, mas foi impedido por Bartra. Ademais, o primeiro cartão amarelo do jogo veio para Gabriel Paulista, aos 6′, quando o brasileiro cometeu falta em cima de Borja Iglesias.

Posteriormente, aos 11′, Iglesias abriu o placar para o Real Bétis, marcando o primeiro gol do jogo. Com assistência de Bellerín, o espanhol cabeceou a bola para o fundo do gol, sem chances para o goleiro Mamardashvili realizar alguma defesa.

Por certo, nenhum dos times começou o jogo de maneira ruim. Contudo, o Valencia demorou para marcar bastante presença no jogo. Aos 21′, Juanmi perdeu a chance de marcar o segundo para o Real Bétis. A bola não encontrou um gol, mas a ocasião foi muito clara.

Inegavelmente, Borja Iglesias foi um dos destaques do jogo. Depois de um remate ruim de Diakhaby, a bola foi devagar em direção ao gol e Iglesias cruzou, mas bateu com Mamardashvili no momento do contato de ambos com a bola. Susto para o Valencia.

Por fim, Hugo Duro empatou para os Murciélagos. Depois de receber assistência de Ilaix Moriba e da saída de Claudio Bravo do gol dos Verdiblancos, Duro aproveitou a ocasião e mandou a bola por cima do goleiro chileno, com direito a cavadinha.

Após mais alguns lances e o Valencia aparecendo bem mais na partida depois de conseguir empatar, o árbitro apitou o fim do primeiro tempo. Tudo igual no placar em La Cartuja.

2º tempo: Valencia impede mais gols do Villarreal, mas não marca nenhum

Diferente da primeira etapa do jogo, o Valencia começou a se arriscar e a aparecer mais no jogo. Por certo, nos primeiros momentos da primeira etapa, Guedes tocou para Gayá. Nesse ínterim, Bravo saiu do gol e tocou apenas o remate da lateral, quando Hugo Duro, no rebote, mandou a bola por cima do travessão. Tremenda chance para os Murciélagos.

Por certo, nessa altura do jogo, os Verdiblancos já não estavam tão seguros com a posse de bola. Além disso, a cada momento que o Valencia tocava na bola, parece que o Real Bétis via como uma ameaça.

Nesse meio tempo, Moriba tentou marcar o segundo dos Murciélagos, mas sua finalização acabou alta demais. Em 10′ do segundo tempo, foram duas chances para o Valencia, que realmente mostrou mudança na forma de jogo.

Posteriormente, o Real Bétis teve outra chance, quando Canales deu um remate rasteiro, que saiu de raspão na trave valenciana. Instantes depois, outra chance para os Verdiblancos, dessa vez com Juanmi, que recebeu passe de Diakhaby, mas disparou a bola direto na trave.

Após mais alguns lances, alterações no decorrer da partida e ambos os times se pressionando, a arbitragem decidiu pôr um ponto final no jogo. Empate por 1 x 1, indicando ida do jogo para prorrogação.

Prorrogação tão morna quanto o tempo normal 

Como se sabe, a decisão não aconteceu no tempo normal, então o jogo foi para prorrogação. Por certo, não muito diferente da segunda etapa do tempo normal, poucas chances foram criadas.

A saber, um lance que chamou bastante atenção, ocorreu logo nos primeiros minutos da primeira parte da prorrogação. Depois de um chute que Joaquín acertou longamente na cobrança de falta lateral, Mamardashvili tocou na bola, o que geraria um escanteio para o Real Bétis, mas o árbitro sinalizou um tiro de meta.

Inegavelmente, brigas e desgastes marcaram os dois tempos da prorrogação. Nenhuma grande chance foi construída nos 30′ adicionais e em certa altura, ambos os times já estavam pensando que a decisão aconteceria nos pênaltis, o que de fato aconteceu.

Decisão nos pênaltis

Depois que o árbitro apitou o fim da prorrogação, Real Bétis e Valencia se prepararam para as cobranças de pênalti. A saber, a primeira cobrança foi para os Murciélagos, partindo de Carlos Soler, que mandou a bola para o fundo do gol. Logo depois, foi a vez do brasileiro Willian José para os Verdiblancos, que também acertou.

Logo em seguida, Racic acertou o segundo pênalti para o Valencia, bem como Joaquín também acertou a segunda cobrança para o Real Bétis. Nenhum erro até dado momento. Gonçalo Guedes bateu o terceiro dos Murciélagos e mandou a bola para o fundo do gol. Guardado cobrou o terceiro dos Verdiblancos e também acertou.

No entanto, na quarta cobrança para o Valencia, Musah falhou e mandou a bola para fora. Assim sendo, o Real Bétis tava em vantagem e, em sua quarta cobrança, Tello acertou. Nesse ínterim, se Gayá errasse a última cobrança, os Verdiblancos seriam campeões, mas o capitão dos Murciélagos mandou a bola para o fundo do gol.

Em suma, o Valencia agora tinha que torcer para que o Miranda errasse a cobrança ou para que Mamardashvili defendesse, pois assim o time ganharia mais uma chance nas cobranças.

No entanto, Miranda mandou a bola para o fundo do gol e se jogou no chão em lágrimas. Real Bétis se consagrou campeão da Copa do Rei 2022! Esse é o primeiro título do time de Sevilha depois de 17 anos.

Real Bétis x Valencia – O que acontece agora?

A Copa do Rei chegou ao fim e ambos os times fizeram um excelente trabalho. Foi um jogo bem equilibrado e bonito de se ver, apesar das faltas. Contudo, agora o próximo desafio dos Verdiblancos é na La Liga, no dia 2 de maio, contra o Getafe.

Em contrapartida, no dia 30 de abril terá o clássico valencianista, visto que os Murciélagos receberão o Levante no Mestalla.