RB Leipzig – História, estatísticas e conquistas

RB Leipzig – História, estatísticas e conquistas

Em primeiro lugar, o RasenBallsport Leipzig é o clube mais novo da Alemanha, fundado em 2009. Sob comando da Red Bull, o Leipzig, ou RB Leipzig, se tornou um dos cinco times geridos pelo grupo, entre eles, Red Bull Salzburg, New York Red Bulls, Red Bull Brasil e Red Bull Bragantino.

O RB Leipzig tem o apelido de Touros, referência ao símbolo da marca Red Bull, que justamente é um touro. A saber, a Red Bull Arena, tem uma capacidade para abrigar 47 mil torcedores.

Trajetória do RB Leipzig: fundação, conquistas e ascensão

Decerto, a Red Bull, maior marca de energéticos, e uma das maiores empresas do mundo, comprou o clube com o intuito de conduzir o Leipzig até a elite alemã, no prazo máximo de 10 anos. Atingiu seu principal objetivo até o momento, após ser vice-campeão da 2ª divisão do Campeonato Alemão, na temporada 2015/16.

Em 2017, logo após o acesso, fez uma campanha histórica na Bundesliga, ficando apenas atrás do gigante Bayern de Munique.

Em síntese, com a vaga inédita na Champions League 2017/18, ficou em 3º lugar do seu grupo. Na temporada 2020, chegou na semifinal da principal competição da Europa, sendo eliminado pelo Paris Saint-Germain, de Neymar, Mbappé e cia.

Por outro lado, atingiu seu auge, sendo campeão da Copa da Alemanha, diante do Freiburg. Por fim, apesar da sua história recente no futebol, figura entre os principais clubes da Alemanha, e caminha a passos largos para se tornar uma potência mundial.

Mercado de Transferências do RB Leipzig

Antes de tudo, confira as principais contratações no mercado da bola, rumores e a maior venda do clube.

Naby Keïta, RB Leipzig para o Liverpool, por € 60 milhões, em 2018/19

De antemão, no mercado de transferências de 2016, o RB Leipzig abriu os cofres e fez sua maior contratação da história, pagando € 29,75 milhões pelo guineano Naby Keïta. Apesar de alguns rumores que o volante jogaria no Leverkusen, o Leipzig atravessou as negociações, e trouxe o volante de 21 anos, na época.

O atleta veio do clube parceiro Salzburg, após grandes temporadas. Em agosto de 2017, Keïta se transferiu para um dos grandes da Inglaterra, o Liverpool, do técnico Jurgen Klopp. Decerto, o clube fez um ótimo investimento, afinal, vendeu o jogador pelo dobro do que comprou.

Dani Olmo, do Dinamo Zagreb, por € 29 milhões, em 2019/20

No mercado da bola de 2020, Dani Olmo foi jogar na Bundesliga, assinando um contrato de quatro anos com o RasenBallsport Leipzig. Sua estreia aconteceu diante do Borussia Mönchengladbach, em um empate de 2 x 2.

Na primeira vez que jogou de titular, enfrentou o Bayern de Munique. Em agosto de 2020, marcou um dos gols mais importantes da carreira, na vitória por 2 x 1 sobre o Atlético de Madrid, no Estádio José Alvalade, colocando o clube alemão pela primeira vez na história em uma semifinal de Champions League, enfrentando, naquela ocasião, o PSG.

Até o momento, com a camisa do Leipzig, o jovem meia espanhol possui uma Copa da Alemanha, na temporada 2021/22.

Timo Werner, do Stuttgart para o RB Leipzig, por € 22,20 milhões, em 2016/17

Em síntese, no mercado da bola de 2016, na sua primeira temporada, marcou pelo RB Leipzig, 21 gols na Bundesliga, e ajudou o clube na campanha do vice-campeonato.

Em 2019, alcançou a marca de 200 jogos no Campeonato Alemão, sendo o jogador mais jovem a atingir esse número. Logo após se destacar pelo Leipzig, Werner se transferiu para o Chelsea, no mercado da bola, temporada 2020/21.

Atualmente, o atacante é titular na Seleção Alemã. No total, foram 95 gols em 159 jogos pelo Leipzig.

Aleksander Sorloth, do Crystal Palace, por € 20 milhões, em 2020/21

No mercado de transferências de 2020, após Sorloth ganhar destaque na seleção da Noruega, e rumores envolvendo seu nome, o centroavante anunciou sua ida ao RB Leipizig.

Marcou seu primeiro gol pelo Leipzig, no dia 2 de dezembro, na vitória por 4 x 3 contra o İstanbul Başakşehir, em jogo válido pela Liga dos Campeões da UEFA, temporada 2020/21. Sendo assim, uma das maiores contratações do clube na história.

Christopher Nkunku, do PSG, por € 13 milhões, em 2019/20

No mercado da bola de 2020, Nkunku veio para o Leipzig, para ser titular absoluto. O jovem francês, é o atleta que mais participou em gols pelo Leipzig em uma temporada de Champions League.

Um jogador esquecido no PSG, devido a forte concorrência no ataque, entre eles Neymar e Mbappe, fez com que Nkunku aceitasse a proposta do RasenBallsport Leipzig. Em suma, até o momento, o atacante fez 134 jogos, e marcou 47 gols.