RB Leipzig demite Jesse Marsh

RB Leipzig demite Jesse Marsh
Foto: Divulgação/RB Leipzig

Primeiramente, na manhã deste domingo (5), o RB Leipzig anunciou a demissão do treinador Jesse Marsh do clube. Após uma série de maus resultados, como por exemplo, a campanha ruim feita na fase de grupos da Champions League e Bundesliga

Os últimos jogos pela Bundesliga também culminaram para a demissão do treinador. O RB está terminou a 14ª, mas os últimos resultados deixaram muito a desejar em relação ao treinador.

O time tem apenas uma vitória nos últimos cinco jogos Campeonato Alemão. O resultado positivo veio em casa, diante do Borussia Dortmund, onde o Leipzig venceu por 2 x 1. Porém, após essa vitória, a equipe sofreu três derrotas seguidas.

As derrotas vieram diante do Hoffenheim, por 2 x 0, Bayer Leverkusen, por 3 x 1 e jogando em casa e por fim, na última rodada a equipe foi derrotada pelo Union Berlin pelo placar de 2 x 1.

A questão da Liga dos Campeões também é algo que afetou e muito na decisão de encerrar o vínculo com o treinador. O RB Leipzig não fez nem de longe, uma campanha que era de se esperar da equipe pela competição europeia.

Até agora em cinco jogos na Champions, o time alemão tem apenas uma vitória, que foi na última rodada, contra o Club Brugge, quando o time dos Touros golearam os belgas por 5 x 0 fora de casa e descontaram após a derrota em casa para o Brugge por 2 x 1, na segunda rodada.

Os demais resultados foram derrota para o Manchester City na Inglaterra por 6 x 3, com direito a expulsão de Angeliño e hat-trick de Christopher Nkunku, na primeira rodada. Derrota para o Paris Saint Germain na França por 3 x 2, em um jogo com três viradas, na terceira rodada. Por fim, o empate em casa com o PSG, por 2 x 2, na quarta rodada.

Jesse Marsh no RB Leipzig

O treinador americano, chegou ao comando do RB Leipzig em 1 de junho de 2021, vindo do RB Salzburg, para substituir o então técnico da equipe, Julian Nagelsmann, que se transferiu para o Bayern de Munique.

Marsh ficou sob o comando do RB por 157 dias, que deram 21 jogos. Foram oito vitórias, quatro empates e nove derrotas. Ele utilizou 26 jogadores nesse período e teve uma média de 2.05 gols feitos e 1.48 gols sofridos.