Rayo Vallecano – História, estatísticas e conquistas

Rayo Vallecano – História, estatísticas e conquistas
Rayo Vallecano de Madrid

O Rayo Vallecano de Madrid é um clube de futebol espanhol mais novo de Madri com 98 anos de história. A equipe manda suas partidas no Estadio de Vallecas, que tem capacidade para 14.790 torcedores.

Rayo Vallecano de Madrid

Rayo Vallecano foi fundado no dia 29 de maio de 1924 como Agrupación Deportiva El Rayo, por Prudencio Priego.

Em 1947, em uma reunião foi acordado a renomear o clube para Agrupación Deportivo Rayo Vallecano, por conta do bairro da sede do clube.

Rayo Vallecano – fundação, conquistas e asensão

O clube de Madri não costuma frequentar a 1ª divisão espanhola. Nesse sentido, na temporada 2022/23 terá a oportunidade de participar da Liga pela 20ª vez em sua história. Em todas as participações, sua melhor colocação foi uma 8ª posição, em 2012/13.

Na Copa do Rei também nunca se sagrou campeão. Nesse sentido, sua melhor edição no torneio foi a semifinal de 1981/82, quando caiu para o Gijón, que foi vice do Real Madrid na edição.

Em competições internacionais, teve uma participação, em 2000/01. A saber, chegou à Europa League, eliminou Lokomotiv Moscou e Bordeaux, antes do Alavés os eliminar.

O primeiro título nacional da história do Rayo Vallecano foi a Série B, ou LaLiga Smartbank, em 2017/18.

Mercado de transferências do Rayo Vallecano

Antes de mais nada, o Rayo Vallecano não costuma ser protagonista no mercado da bola. Entretanto, existem grandes rumores ligados ao clube nos últimos anos. Nesse sentido, na última temporada, o clube contratou Radamel Falcao, colombiano que já disputou Copa do Mundo. Ademais, o centroavante ficará para a época 2022/23.

Além disso, rumores surgiram na Espanha na última semana ligando o Rayo Vallecano. Assim, de acordo com o jornal Marca, o clube tem interesse na contratação de Toni Martínez, atacante do Porto, que desperta interesse de outros clubes da Espanha e Itália. O clube busca um centroavante no atual mercado de transferências.

Contudo, enquanto esses rumores não se confirmam, a PL Brasil separou as cinco maiores contratações da história do Rayo Vallecano. Confira.

Álvaro García por €4,50 milhões vindo do Cádiz

A aquisição mais cara de todos os tempos do clube foi Álvaro García, que veio do Cádiz. Assim, no mercado da bola de 2018/19, o clube desembolsou 4,5 milhões de euros para contar com o atleta.

Desde que chegou ao Rayo, Álvaro não saiu por empréstimo e é frequentemente utilizado. Assim, o ponta já disputou 159 jogos, marcou 21 gols e deu 20 assistências. Na última temporada, jogou 39 partidas, sendo 37 como titular.

Luis Advíncula por €3 milhões vindo do Tigres

Após um período de empréstimo, o Rayo Vallecano contratou o lateral Advíncula por 3 milhões. Assim o atleta defendeu o clube espanhol por empréstimo em 2018/19. Uma temporada depois, foi contratado em definitivo.

Durante seu período de empréstimo jogou 29 vezes, marcou um gol e deu três assistências. Foi o suficiente para ser comprado. Nas temporadas seguintes, participou de 78 partidas, balançou as redes duas vezes e deu quatro passes para seus companheiros.

Andrés Martín por €2,50 milhões vindo do Córdoba

No mercado da bola de 2019/20, o Rayo Vallecano pagou 2,5 milhões de euros para contar com Andrés Martín, centroavante que defendia o Córdoba.

Nesse sentido, desde que chegou, jogou 75 jogos, marcou dez gols e deu sete assistências. No entanto, após duas temporadas, foi emprestado ao Tenerife e jogou a temporada passada pelo clube na Segunda Divisão.

Seu empréstimo termina em 30 de junho de 2022. Ainda não se sabe se o atleta ficará no Rayo Vallecano para a temporada 2022/23.

Diego Klimowicz por €2,16 milhões vindo do Instituto AC

A contratação mais antiga da lista veio no mercado de transferências de 1996/97. Assim, o atacante argentino chegou por 2,16 milhões de euros quando tinha 21 anos e defendia o Instituto.

Em sua passagem de uma temporada e meia no Rayo Vallecano, jogou 46 jogos e marcou 12 gols.

Sergio Ballestros por €2,10 milhões vindo do Tenerife

Por fim, no mercado da bola de 1999/00, o clube contratou o zagueiro por 2,1 milhões de euros, enquanto o atleta defendia o Tenerife. Porém, ficou apenas uma temporada no Rayo. Nesse período, jogou 46 vezes e marcou dois gols.

Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.
Artigo anteriorOsasuna – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoReal Betis – História, estatísticas e conquistas