Rangnick mostra satisfação com empate contra o Atlético de Madrid

Rangnick mostra satisfação com empate contra o Atlético de Madrid
Foto: Divulgação/ Manchester United

O Manchester United conseguiu o empate na reta final contra o Atlético de Madrid. Dessa maneira, deixa a decisão para Old Trafford. Após a partida, o treinador Ralf Rangnick falou sobre o duelo, e ficou feliz com o resultado do jogo de ida das oitavas de final da UEFA Champions League 2021/22.

SEGUNDO TEMPO MELHOR

“Não sei se salvei, mas depois do desempenho no primeiro tempo, só poderia melhorar pela forma como jogamos no primeiro tempo. Ainda não consigo acreditar no que fizemos [no primeiro tempo]. Jogamos sem convicção, sem a agressão necessária contra a bola e por isso lutamos muito no primeiro tempo. Na segunda parte fomos muito melhores, tivemos a posse de bola em áreas importantes e acho que com mais dez minutos de jogo poderíamos até ter ganho o jogo. Mais uma vez, temos de jogar melhor do que fizemos na primeira parte. Fiquei muito decepcionado com o nosso desempenho no primeiro tempo.”

FALHAS NO PRIMEIRO TEMPO

“Estávamos muito apreensivos com a bola [no primeiro tempo]. Não corremos nenhum risco quando estávamos com a posse de bola, apenas jogamos no nosso meio-campo, sem nenhuma corrida profunda, sem fisicalidade, e é difícil contra um time como o Atlético, sofrendo um gol madrugador. Foi difícil prevenir. Devo dizer que foi um cruzamento brilhante direto para o poste mais próximo, difícil de defender. Mas, novamente, temos que ser mais agressivos e temos que jogar com mais convicção na bola. Precisamos fazer o que fizemos nas últimas semanas e também contra um time como o Atlético precisamos de mais corridas profundas. A maneira como marcamos o gol foi exatamente isso, uma corrida profunda de Anthony Elanga, um passe fantástico. Ganhamos a bola no centro do campo e é assim que temos que jogar contra eles”.

IMPACTO DE ELANGA

“Ele está jogando como se um sonho se tornasse realidade. Ele é apenas uma alegria e é divertido vê-lo jogar. Eu gostaria que alguns outros jogadores o tomassem como exemplo, ou quase como um modelo, eu diria, não porque ele está fazendo tudo certo, mas porque ele está apenas se divertindo em campo e é disso que se trata. O futebol é um esporte importante e ainda mais para nossos torcedores ou para a mídia, mas ainda é um jogo de bola e você tem que se divertir em campo. É isso que desejo que façamos quando os jogarmos novamente em algumas semanas.”

POR QUE LINDELOF JOGOU DE LATERAL-DIREITO

“Bem, pensei que poderíamos fazer com ele duelos aéreos, bolas paradas, cobranças de falta, para nós e contra nós e acho que todos os três zagueiros estavam em boa forma. Também pensei que poderíamos ter três zagueiros centrais naquele jogo, defensivamente, mas também depois de sete minutos perdendo por um a zero, o plano [mudou]. Claro, eu sabia que não era sua melhor posição possível e acho que pudemos ver que na última meia hora, quando tivemos Aaron [Wan-Bissaka] em campo e Alex [Telles], tivemos mais posse de bola . Tivemos mais ações ofensivas, tivemos mais assistências pelas laterais e mais opções pelas laterais. Essa foi a ideia por trás disso, também para possivelmente mudar para um zagueiro, se necessário, mas como eu disse, no final, devido a esse gol que sofremos, foi difícil. ”

AGUARDANDO O SEGUNDO JOGO

“Sim, acho que no segundo tempo mostramos que tivemos alguns momentos para jogar bem, mas acho que [a segunda mão] será um jogo diferente, jogando em casa diante de 75.000 torcedores e [jogando com] mais convicção do que fizemos no primeiro tempo”.