Rafinha Alcântara – Mercado da bola, transferências, rumores e estatísticas

Primeiramente, Rafinha Alcântara é um meio-campista brasileiro, com cidadania espanhola, que atualmente defende o Paris Saint-Germain. De fato, o atleta é filho do ex-jogador da Seleção Brasileira, Mazinho, e de Valéria Alcântara, ex-jogadora de vôlei. Nasceu em São Paulo-SP, no Brasil, em 12 de fevereiro de 1993.

Rafinha – Início de carreira

Rafinha Alcântara começou sua carreira nas categorias de base do Coritiba e do São Caetano, ainda no Brasil. No entanto, quando tinha apenas 13 anos de idade, o jogador se mudou para a Espanha, onde foi jogar no Barcelona. Em suma, o meio-campista fez toda sua formação como profissional pela equipe da Catalunha.

Por analogia, seu irmão mais velho, Thiago Alcântara fez praticamente o mesmo caminho, anos antes. De fato, os dois jogadores dividem a mesma posição em campo, porém, quando estiveram no Barcelona, jogaram juntos em algumas oportunidades.

Trajetória, conquistas e highlights de Rafinha Alcântara

Cerca de cinco anos após chegar no Barcelona, finalmente Rafinha Alcântara faria sua estreia como profissional do clube. Em 8 de janeiro de 2011, jogou contra o Girona pela equipe B dos Culés. Mais tarde naquele ano, em novembro, teria seu primeiro jogo pela equipe principal, em partida válida pela Copa do Rei, na época treinada por Pep Guardiola.

O jogador foi um destaque na equipe B, o que fez com que Rafinha fosse para o mercado de transferências pela primeira vez, sendo emprestado para um time da La Liga na temporada 2013/14. Seu destino foi o Celta de Vigo.

De fato, o empréstimo foi ótimo para a carreira de Rafinha, que fez 33 jogos pelo time da Galiza. Além disso, as 32 partidas pela La Liga renderam a ele o prêmio de revelação do Campeonato Espanhol.

Nesse meio tempo, o atleta ainda sofreria uma lesão gravíssima em 2015. Na ocasião, o meio-campo acabou rompendo o ligamento cruzado do joelho direito, ficando seis meses de fora.

Porém, no ano de 2017 uma outra grave lesão no menisco afastou o atleta de metade da temporada 2017/18. Quando se recuperou, Rafinha movimentou o mercado da bola, sendo emprestado para a Inter de Milão.

Ao retornar para o Barcelona, começou a temporada na condição de reserva. Porém, uma nova lesão atrapalharia a carreira do jogador. Desta vez, o jogador rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo, ficando de fora de toda a temporada 2018/19. Em seu último ano de contrato, em 2019/20, foi novamente emprestado para o Celta de Vigo.

Em seguida, foi contratado pelo PSG, fazendo uma boa primeira temporada. No entanto, em 2021/22 perdeu o espaço na equipe. Assim foi emprestado para a Real Sociedad, novamente movimentando o mercado da bola.

Transferência e mercado da bola

Em suma, Rafinha Alcântara movimenta o mercado da bola desde o inicio de sua carreira como profissional, vivendo com diversos rumores sobre sua ida para outros clubes. O brasileiro foi ativo recorrente no mercado de transferências, tendo jogado em cinco clubes durante sua carreira.

Atualmente, o jogador participa do elenco do PSG. Porém, com forte concorrência no meio-campo, existem rumores de que a saída de Rafinha do time francês ocorra ainda nesta janela, onde equipes vão ao mercado de transferências para reforçar os plantéis.

Em síntese, o meio-campista é nome recorrente no mercado da bola, tanto aqui no Brasil, quanto em outros países. Sonho antigo do Flamengo, que está sempre atrás de estrelas brasileiras no continente europeu, os rumores apontam que o jogador deve voltar para a Espanha.

De fato, Rafinha Alcântara deve agitar o mercado da bola nos próximos dias. A Real Sociedad, time pelo qual o meio-campista jogou na última temporada, busca a contratação em definitivo do brasileiro, que deve voltar a vestir a camisa do time do País Basco. Dessa forma, os próximos dias serão importantes na carreira do jogador.