Quatro técnicos estão na mira do PSG para a próxima temporada

Quatro técnicos estão na mira do PSG para a próxima temporada
Foto: Divulgação / PSG

Após duas temporadas, o PSG está muito próximo de demitir o seu técnico, o argentino Mauricio Pochettino. Entretanto, o clube já avalia nomes que possam se enquadrar na super elenco do time da capital francesa. Vale destacar que a prioridade da instituição continua sendo a busca pelo domínio no futebol europeu, coisa que não aconteceu e já causa desconforto para o seus dirigentes e a própria torcida.

Quem pode assumir o PSG?

Acima de tudo, o Presidente do clube, Nasser Al-Khelaïfi comprou o PSG, em 2011 e desde então, contratou grandes nomes para o elenco, como é o caso de Ibrahimovic, Beckham, Sérgio Ramos, Neymar, Messi, etc. Contudo, para dirigir um plantel com grandes estrelas, precisa de um técnico experiente e que sabe gerir um grupo.

Ao todo, cinco técnicos já passaram por este clube desde 2011, Carlo Ancelloti, Laurent Blanc, Unai Emery, Thomas Tuchel e agora Mauricio Pochettino. Sem tempo a perder, a diretoria já busca os nomes que após uma grande avaliação se encaixam com o grupo. São quatro, os dirigentes cotados para a vaga do argentino, Zinedine Zidane, Joaquim Löw, Antonio Conte e Thiago Motta.

Zinedine Zidane

O maior do sonho do PSG, já esteve próximo de acertar um acordo neste ano. Mas, com as adversidades da temporada a negociação esfriou. Zidane, craque da França e Real Madrid, conquistou diversos títulos pelos Merengues como manager, inclusive três Champions League. Porém, como atleta, Zizou tem grande familiaridade com o Olympique de Marseille, motivo pelo qual pode causar um pouco de estranheza para os fãs da equipe.

Antonio Conte

Outro treinador é o italiano Antonio Conte, que está no Tottenham. Decerto, o técnico chegou com status nos Spurs de ser a solução dos problemas e sair da fila do jejum de títulos dos ingleses. Mas, ao longo da temporada isso não aconteceu e causou descontentamento de ambas as partes, fazendo com que uma negociação seja a melhor opção.

Joaquim Löw

O alemão, Joaquim Löw já foi campeão do mundo, com a Alemanha, na Copa do Mundo de 2014. Após um longo projeto, que se iniciou em 2006 com Dies Adlers, o treinador se desligou em 2021 e se propôs a estudar mais sobre o futebol nesse tempo. Caso, aceite esse desafio seria a primeira “grande” equipe que está no top-5 de ligas europeias que o manager estaria no comando.

Thiago Motta

Ídolo como jogador do Paris, o brasileiro naturalizado italiano, Thiago Motta busca espaço nos meio dos treinadores. Sendo assim, o ex-atleta conhece o interno do PSG e até mesmo treinou as categorias de base do clube. Entretanto, como comandantes não fez boas passagens por Genoa e Spezia, podendo ter agora a sua grande chance.

Decepção para o PSG

Com várias contratações nesta temporada, se esperava que o clube da capital francesa se consolidasse na briga pelo título da Champions. Contudo, isso não aconteceu, sendo eliminado nas quartas de final e não apresentando um futebol que convencesse. Além disso, mesmo a instituição conquistando a Ligue 1 neste ano pela 10ª vez, os torcedores não curtiram ao fim da sessão.

Sendo assim, além de mudanças no comando de campo, jogadores mais velhos devem ser vendidos e atletas promissores parecem ganhar mais chances. A ideia da reformulação está cada vez mais visível, mostrando que a UEFA Champions League será uma obsessão para essa e as demais temporadas que estão por vir.