Quaresma fala de sua relação com Benfica: “Adeptos do Benfica não se esquecem de mim”

O atacante Ricardo Quaresma, com grande carreira e história no futebol português, falou sobre seu passado em conversa com a equipe feminina de Portugal. Decerto, as jogadoras se preparam para um torneio internacional e o “rei da trivela” deu uma palestra para contar suas histórias dentro do esporte.

Com passagens importantes no Sporting e Porto, Quaresma fez questão de falar de sua rivalidade com o Benfica. O atacante de 39 anos, que está sem clube, mas não encerrou a carreira, lembrou de momentos com a torcida encarnada.

Decerto, Quaresma exemplificou no clube vermelho de Lisboa, a vontade de vencer e o foco para enfrentar grandes dificuldades. A motivação para sempre se destacar vinha das respostas para os torcedores das arquibancadas:

“Nunca queria perder. É essa a atitude que temos de ter, não só no futebol, mas na vida. Não gosto de ficar atrás de ninguém. Quando me dizem que não consigo lá chegar, dão-me ainda mais vontade. Vou dar um exemplo. Ia ao Estádio da Luz e tinha toda a gente a assobiar-me e a chamar-me cigano sempre que tocava na bola. Era o estádio onde me dava mais vontade de fazer golos. Por isso é que eles (adeptos do Benfica) não se esquecem. Era o meu orgulho que falava mais alto”.

Contra o Benfica, Quaresma atuou com a camisa do Porto, Sporting e até do Besiktas, da Turquia. Por lá, eliminou os rivais da Champions League, em 2016, com direito a gol do atacante dentro da Luz.

Benfica na Champions

Os Encarnados enfrentam o Fulham já neste domingo (17), também no Algarve. Os jogos preparam o time para os playoffs da Champions League, rodada anterior à fase de grupo. Em suma, para chegar lá, o Benfica terá que vencer o adversário que encontrará no sorteio da UEFA na próxima segunda-feira (18).

Foto destaque: Reprodução/SLB