PSV – História, estatísticas e conquistas

PSV – História, estatísticas e conquistas
PSV

O Philips Sport Vereniging, mais conhecido como PSV, é um clube de futebol da cidade de Eindhoven, na Holanda, que atua na Eredivise, elite nacional. Fundado em 1913, atua no estádio Philips, que tem capacidade para 35 mil torcedores. De fato, é considerado o segundo maior clube do país, atrás apenas do Ajax. A saber, o clube possui 24 títulos holandeses. Além disso, possui um troféu da Champions League.

Trajetória do PSV : fundação, conquistas e ascensão

PSV nasceu de uma ideia de operários da fábrica Philips de ter uma associação para jogar futebol. A saber, o esporte já estava bem popular na época, e em 1913 o clube se profissionalizou e começou a disputar torneios nacionais.

De fato, o ponto alto da história do PSV Eindhoven foi entre as décadas de 1980 e 90, quando o time conquistou oito títulos holandeses. Além disso, sua maior glória, a taça da Champions League, aconteceu na temporada 1987/88.

PSV possui um total de 24 títulos do Campeonato Holandês, e 10 Copas da Holanda. Em suma, é o segundo maior campeão nacional, abaixo apenas do Ajax. Mas isso não exclui sua tradição, de quem além disso tudo conquistou um troféu da Europa League, e mais uma legião de fãs.

Mercado de Transferências do PSV

De fato, o PSV não é muito de gastar no mercado de transferências. Aliás, não é um clube acostumado nem a trazer jogadores de outras equipes. A saber, sua principal filosofia é mais voltada para as divisões de base. Mas a Premier League Brasil lista aqui alguns rumores no mercado da bola que deram muito certo no time.

Willy van der Kuijlen, do Helmond por €1 mil, em 1964/65

Talvez a maior jogada do PSV no mercado da bola tenha sido o atacante Willy van der Kuijlen. A saber, este é o maior artilheiro da história do clube, marcando 289 gols em 506 jogos com a camisa listrada. Em suma, ele trocou o Helmond pelos Philips no mercado de transferências da temporada 1964/65 por rumores de cerca de mil euros. De fato, uma contratação muito curiosa que, atualmente, já não acontece mais.

Luc Nilis, do Anderlecht por €2,5 milhões, em 1994/95

Luc Nilis é o segundo maior artilheiro da história do clube, e chegou durante o mercado da bola da tempora 1994/95 para substituir Romário. Em suma, segundo rumores o PSV pagou €2,5 milhões para tirá-lo do Anderlecht. Com a camisa do Boeren, o belga marcou 133 gols em 212 jogos.

Hallvar Thoresen, do Twente por €682 mil, em 1992/93

Outro atleta que marcou época no PSV foi o norueguês Hallvar Thoresen. A saber, o clube contratou o jogador por €682 mil junto ao Twente no mercado da bola da temporada 1992/93. Assim, ele fez boa parceria com Romário, e marcou 132 gols em 221 jogos com a pesada camisa listrada. Depois voltou ao seu país, onde encerrou a carreira.

Mateja Kezman, do Partizan ao PSV por €14 milhões, em 2000/01

O sérvio Mateja Kezman chegou ao PSV vindo do Partizan após um pagamento de incríveis €14 milhões. A saber, o clube não constumava gastar essa quantia de dinheiro. Mas o investimento no mercado da bola deu certo. O jogador chegou na temporada 2000/01 e marcou 129 gols em 176 jogos, até ser vendido para o Chelsea em 2004.

Romário, do Vasco por U$6 milhões, em 1988/89

Por fim, a lenda da grande área. Romário é um dos maiores ídolos da história do PSV. E não é à toa, pois o Baixinho marcou 128 gols em 148 jogos com a camisa do clube. A saber, foi o clube holandês que projetou a carreira europeia do atacante, quando o comprou por 6 milhões de dólares no Vasco. Ele ainda era um garoto. Mas se desenvolveu na Holanda, e depois foi vendido ao Barcelona a pedido de Johan Cruijff.