PSG: torcida detona Neymar e Messi em protesto ‘quente’

2 minutos de leitura

A crise no PSG fica mais intensa a cada dia. Após novo resultado ruim na Ligue 1 e ato de indisciplina de Messi, que deixará o clube, os torcedores tomaram as ruas de Paris nesta quarta-feira (3) cobrando mudanças efetivas no cotidiano da equipe. Além do craque argentino, alvo principal, a direção e Neymar foram outros focos das cobranças.

O estopim para o caloroso protesto da torcida do PSG foi o rompimento final entre Messi e clube. O jogador faltou ao treino da última segunda-feira (1), após viajar à Arábia Saudita sem autorização do clube. O Paris Saint-Germain confirmou uma punição de duas semanas a Messi, em que ele não poderá jogar, treinar e receber salários da equipe.

“Neymar casse toi”?

Os xingamentos dos torcedores começaram direcionados a Messi, com gritos de “filho da p***”. A torcida também pediu a saída da direção encabeçada por Nasser Al-Khelaifi. Mesmo machucado, Neymar não foi poupado e se tornou alvo de ira dos torcedores do PSG, que o ofenderam e pediram sua saída.

“O Neymar acabou! O Neymar acabou! Neymar, vá embora”, gritaram os ultras parisienses.

Torcedores na casa do camisa 10

Segundo Neymar, a manifestação se estendeu até a sua casa. O jogador brasileiro comentou em uma postagem no Instagram da “TNT Sports” que os torcedores foram até a sua casa. Poucos minutos depois, o atleta revelou à página “Fui Clear”, também no Instagram, que os ultras haviam deixado a porta de sua residência.

Neymar revela ida de torcedores a sua casa – Foto: Reprodução

Com contrato se encerrando no fim da temporada, Messi já tomou sua decisão e não continuará no PSG para a próxima temporada. Barcelona, Al-Hilal e a MLS aparecem possíveis destinos do atual melhor jogador do mundo.

Leia mais:

‘Forbes’: Neymar integra lista dos atletas mais ricos do mundo

Mercado: Messi define futuro e comunica decisão ao PSG após suspensão

PSG suspende Messi: o surpreendente mau comportamento que levou à punição

PSG trata atos como “vergonhosos”

Algumas horas após os protestos dos torcedores, o PSG se pronunciou em suas mídias sociais e condenou as manifestações do que, segundo o clube, partiu de um “pequeno grupo de indivíduos”. A instituição afirmou apoiar inteiramente os jogadores insultados e à direção.

O Paris Saint-Germain condena veementemente as ações intoleráveis ​​e insultuosas de um pequeno grupo de indivíduos, ocorridas esta quarta-feira. Quaisquer que sejam as diferenças, não podem justificar tais atos. O Clube dá o seu total apoio aos seus jogadores, à sua direcção e a todos os que são afectados por estes comportamentos vergonhosos–, revelou o Paris.

Até quando Neymar ficará no PSG?

Neymar foi contratado em 2017 por 222 milhões de euros (R$ 812 milhões na cotação da época) para ser a virada de chave na história do PSG. O projeto tratou o brasileiro como peça fundamental para conquistar a Champions League de forma inédita, mas o sucesso não foi alcançado. Entre inúmeras lesões, problemas internos e fracassos em campo, o máximo que o clube alcançou foi o vice-campeonato em 2020.

O ex-Santos foi desfalque em boa parte dos jogos decisivos do PSG no mata-mata da Champions, por problemas físicos. Neymar é rotineiramente apontado como pouco profissional pelos torcedores do clube francês. O contrato do camisa 10 com o time vai até junho de 2027, quando ele terá 35 anos. A estrela da seleção brasileira já deu sinais que pretende cumprir o vínculo e se aposentar na equipe, apesar do Paris Saint-Germain ter o interesse em negociá-lo.

Neymar voltou a se lesionado na atual temporada. O meia-atacante machucou o tornozelo direito no fim de fevereiro, se submeteu a uma cirurgia e só volta aos gramados em 2023/24.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.