PSG: nova polêmica de Neymar na França?

4 minutos de leitura

Neymar conquistou seu quinto e provavelmente último título do Campeonato Francês com o PSG. O brasileiro está fora de ação desde fevereiro, quando voltou a lesionar o tornozelo direito, e tem sido alvo de críticas da torcida parisiense. Agora, ele contraria o técnico Christophe Galtier e se envolve em mais uma polêmica após uma “saidinha” para Mônaco.

A reformulação parisiense passa por estágios complicados. O clube tem incertezas sobre seu novo treinador, quer vender Neymar e vê Messi deixar o clube com um clima desgastado. Apesar de ter vivido um início de temporada avassalador, com 29 jogos, 18 gols e 17 assistências, o brasileiro foi duramente criticado por não comparecer ao jogo que garantiu o título da equipe, no sábado (27).

Galtier saiu em defesa do camisa 10, dizendo que ele está com “problemas de locomoção” depois da cirurgia no tornozelo. No entanto, o brasileiro esteve no Grande Prêmio de Mônaco da Fórmula 1 e foi flagrado andando e posando para fotos com Tom Holland e membros da Red Bull.

Neymar se envolve em polêmica no PSG

Na última sexta-feira (26), em conferência de imprensa, Galtier defendeu o jogador. Ele indicou que, ao contrário da maioria dos atletas ausentes no contra o Strasbourg por lesões ou suspensões, o camisa 10 não iria à Alsácia para assistir ao empate da equipe, que coroou oficialmente o PSG como campeão da França. E ele deu o motivo:

Neymar tem problemas de locomoção, mas esteve presente no vestiário na última sessão (de treinamento). Não tire conclusões precipitadas – disse o treinador.

Neymar tem sofrido com lesões no PSG - Foto: Icon Sport
Atacante tem sofrido com lesões – Foto: Icon Sport

Galtier tentava amenizar uma ausência que já seria polêmica por si só, mas a atitude do brasileiro foi na contramão do argumento do treinador. Isso porque, mesmo com “problemas de locomoção”, o atacante foi até Mônaco para assistir ao Grande Prêmio da Fórmula 1 deste domingo (28).

A defesa do técnico do PSG cai mais ainda por terra se levar em consideração que, algumas horas depois da ausência na comemoração do título, Neymar aparece a 800 quilômetros de distância de Paris. E, em imagens da emissora francesa “Canal+”, o brasileiro não mostra grandes dificuldades ao andar.

O divórcio entre jogador e clube já parece consumado, principalmente depois da surpresa que o camisa 10 teve ao ver torcedores se reunirem na porta da sua casa e pedirem sua saída de Paris.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]