Mbappé se torna o maior artilheiro da história do PSG em vitória contra o Nantes

3 minutos de leitura

O PSG venceu o terceiro jogo seguido na Ligue 1 na tarde deste sábado (4) e chegou mais perto do bicampeonato francês. Sem Neymar, o time de Messi e Mbappé até chegou a levar um susto do Nantes, principalmente por conta de falhas do goleiro Donnarumma, mas saiu do Parc des Princes com um 4 a 2 – gols de Messi, Hadjam (contra), Danilo Pereira e Mbappé. Blas e Ganago fizeram os gols dos visitantes.

O quarto gol do Paris, já nos acréscimos do segundo tempo, tornou o atacante de 24 anos o maior artilheiro da história do Paris. Mbappé chegou a 201 gols em 248 jogos, superando Cavani, que tinha 200. O camisa 7 também é o artilheiro da Ligue 1, com 18 gols.

Leia mais

PSG começa bem, mas falhas de Donnarumma complicam o jogo

Os primeiros 20 minutos de jogo passaram a impressão de que o Paris não teria dificuldades para superar o Nantes. Com 12 minutos, Nuno Mendes fez a jogada pela esquerda e cruzou para Messi completar de canhota. Cinco minutos depois, em outro cruzamento vindo da esquerda, Mukiele dividiu com Hadjam e a bola acabou entrando após toque contra do defensor do Nantes.

Mas o jogo se complicou ainda na primeira etapa, com colaboração do goleiro italiano Donnarumma. Aos 31 minutos, Blas carregou a bola pela esquerda e arriscou para o gol, meio sem ângulo. Donnarumma, mal posicionado, aceitou. Sete minutos depois, o goleiro também vacilou no escanteio e Ganago, de nuca, empatou o jogo em Paris.

Foi apenas a terceira vez em toda a temporada que o Nantes fez dois gols fora de casa. O time, que está em 13º na liga, só conseguiu o mesmo feito contra o Ajaccio, que está na zona de rebaixamento, e contra o Montpellier, atual 14º. O jogo no primeiro turno, para efeito de comparação, terminou em 3 a 0 para o PSG na casa do Nantes.

Os vacilos de Donnarumma ficam ainda mais claros quando se percebe que a eficácia ofensiva não é uma marca do Nantes. A equipe do oeste da França é apenas a 17ª da Ligue 1 em gols esperados e em gols marcados, além de ser a 14ª em grandes chances criadas. Os dados são da plataforma Fotmob.

Danilo Pereira marca e Mbappé quebra recorde

O PSG só ficou mais tranquilo graças ao protagonismo que Mbappé assumiu no segundo tempo. Aos 25 minutos, ele achou um cruzamento na cabeça de Danilo Pereira, que voltou a colocar o Paris na frente.

Já nos acréscimos, foi a vez do próprio Mbappé brilhar. O atacante recebeu na área, girou e bateu forte de canhota para fechar o 4 a 2.

Mbappé ultrapassou o então recordista Cavani com quase 60 jogos a menos que o uruguaio. Mas, mais impressionante do que isso é a idade com a qual o francês alcançou o feito. O tamanho do currículo do atacante assombra pela precocidade. Mbappé já é tetracampeão francês, venceu uma Copa do Mundo, foi artilheiro de outra Copa (na qual fez três gols na final) e, agora, é o maior artilheiro do Paris Saint-Germain. E só tem 24 anos.

Mil participações em gol para Messi

Outra marca que aconteceu na partida mas que ficou em segundo plano envolveu Lionel Messi. O argentino, ao abrir o placar, chegou ao gol 701 da carreira. Ele também soma 299 assistências — o que significa que Messi atingiu contra o Nantes a 1000ª participação direta em gols desde que estreou no futebol profissional.

Rumo ao recorde de títulos da Ligue 1

A vitória fez com que o Paris abrisse 11 pontos de vantagem para o vice-líder, Olympique de Marselha, que ainda não jogou na rodada. Ainda faltam 12 rodadas para o fim da liga, mas já é possível dizer que o título está bem encaminhado.

Caso a conquista se confirme, o PSG chegará ao 11º título, se isolando como o clube mais vencedor do país. Atualmente, os parisienses estão empatados com o SaintEttiene, que também tem 10 títulos. Atrás deles vêm Olympique de Marselha (nove títulos), Monaco, Nantes (ambos com oito) e Lyon (sete).

Mais do que isso, a vantagem possibilita à equipe de Christophe Galtier se concentrar no duelo de volta pelas oitavas da Champions League, contra o Bayern. Os franceses foram derrotados por 1 a 0 em Paris e precisam se recuperar em Munique. O jogo será nesta quarta (8), às 17h (horário de Brasília).

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista formado pela ECA-USP, campineiro e repórter na PL Brasil. Passagens por EL PAÍS, Revista Veja e Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]