Rumo ao time principal? Promessas brasileiras de Liverpool e Chelsea se destacam em jogos da base

Não é de hoje que promessas brasileiras vão para times gigantes da Europa, mas não recebem oportunidades de cara no time principal. Por isso, precisam cavar as suas vagas começando uma etapa antes. Liverpool e Chelsea têm dois exemplos conhecidos.

Nos Reds joga o goleiro Marcelo Pitaluga, revelado pelo Fluminense, e nos Blues está o atacante Deivid Washington, promessa do Santos. Ambos foram titulares das equipes sub-21 em compromissos desta terça-feira (19).

Pitaluga salva o Liverpool em jogo com medalhão em campo

O cria de Xerém foi o titular da equipe sub-21 do Liverpool, que disputou uma rodada da Football League Trophy contra o Morecambe, equipe da quarta divisão inglesa. Pitaluga ganhou uma nota 8,0 na plataforma Sofascore, a maior entre todos os envolvidos no jogo, e foi responsável por seis defesas na vitória por 3 a 0 — duas delas bem difíceis, quando o jogo ainda estava empatado.

O desempenho foi suficiente para receber elogios nas redes sociais de Ian Doyle, editor-chefe do “Liverpool Echo”.

Pitaluga foi contratado do Fluminense por 750 mil euros em 2020, quando tinha 17 anos de idade. Ele ainda não atuou pelo time principal — foi emprestado ao Macclesfield, da 8ª divisão, e chamou a atenção recentemente pelo desempenho nos treinos contra Salah. A promessa falou em entrevista exclusiva à PL Brasil sobre como tem sido o período em Liverpool.

O time sub-21 dos Reds ainda tinha Jay Spearing no banco de reservas. Sim, ele mesmo. O volante inglês de 34 anos, revelado pelo Liverpool e com passagens por Leicester, Bolton, Blackburn, Blackpool e Tranmere Rovers, é o treinador do time sub-18 do Liverpool ao mesmo tempo em que ocupa uma vaga de jogador acima da idade na equipe sub-21. Ele entrou aos 33 minutos do segundo tempo contra o Morecambe.

Jay Spearing, jogador do time sub-21 do Liverpool. Sim, sub-21 (Foto: Instagram @jayspeo8)
Jay Spearing, jogador do time sub-21 do Liverpool. Sim, sub-21 (Foto: Instagram @jayspeo8)

Deivid Washington joga como ponta-esquerda no Chelsea

Já a promessa da Vila Belmiro também foi titular do confronto do Chelsea sub-21 diante do Luton Town, pela Premier League Cup sub-21. Ele atuou como camisa 11, aberto pela ponta-esquerda, e foi um dos destaques da goleada por 4 a 1.

Deivid Washington parte com uma hora de vantagem (para os adversários). Jogou como ponta-esquerda, parecia ansioso, mas se movimentou com muita facilidade. Compreensivelmente, está apenas a um passo da familiaridade e entrosamento com o time — escreveu a conta Chelsea Youth no X, ex-Twitter.

O ponta foi substituído aos 17 minutos do segundo tempo.

Deivid tem 18 anos e foi contratado na última janela, por 16 milhões de euros, e chegou a ser relacionado para duas partidas do time principal, mas não entrou em campo.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista formado pela ECA-USP, campineiro e repórter na PL Brasil. Passagens por EL PAÍS, Revista Veja e Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]