Seis promessas inglesas que não atingiram o potencial esperado

Jogadores não corresponderam às grandes expectativas criadas

promessas inglesas
ANDREW STUART/AFP via Getty Images

Pelo fato da Inglaterra revelar alguns talentos, vemos jovens com altíssimo potencial de desenvolvimento. Comumente, grandes expectativas são criadas sob esses jovens ingleses. Pensando nisso, a PL Brasil preparou uma lista de promessas inglesas que não vingaram, ou que não atingiram o potencial esperado.

6 promessas inglesas que não vingaram

Ross Barkley

O jogador nascido em Liverpool não poderia ficar de fora dessa lista. Tido como o “Novo Rooney” no início de sua carreira, Ross Barkley é um daqueles atletas que nunca atingiram o potencial esperado dentro dos gramados.

É bem verdade que o atual jogador do Chelsea ainda é jovem e tem margem de evolução. Aos 26 anos, o jogador coleciona 80 jogos pelos Blues e 10 gols marcados. Ele chegou a defender a Inglaterra na Copa do Mundo de 2014, e esteeve na última convocação dos Three Lions.

Doucouré diz que Everton sempre foi sua prioridade

 

Aaron Lennon

Credit Burnley FC

O jogador inglês começou sua carreira pelo recém-promovido à Premier League, Leeds United, e passou dez anos no Tottenham. Na elite do futebol inglês, Lennon fez 388 jogos, marcando 34 gols e dando 62 passes para gol, durante toda a sua carreira e teve lá sua importância nos Spurs.

Em junho de 2017, Aaron Lennon foi internado por surto de estresse e passou por um tratamento de transtorno mental, o que pode ter atrapalhado sua carreira. Fato é que o atleta nunca entregou aquilo que se esperava, especialmente nos Spurs, Everton e Burnley.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube! 

  • 5 PROMESSAS INGLESAS

James Ward-Prowse

Que James Ward-Prowse é importante para o Southampton, isso não se discute. Revelado nos Saints, o atleta já fez mais de 200 jogos pelo time e conquistou seu espaço no clube e também na Premier League.

Por outro lado, é justamente pela expectativa que se criou no meio-campista de 25 anos que muitos se decepcionaram com o futebol apresentado pelo atleta. Entre gols de falta, desarmes e passes, esperava-se que Ward-Prowse entregasse ainda mais qualidade.

Theo Walcott

promessas inglesas
ANDREW STUART/AFP via Getty Images

Theo James Walcott é um jogador que divide opiniões. Para muitos torcedores do Arsenal, foi um bom atacante, mas para outros, nem tanto. O jogador do Everton, foi importante para os Gunners em certas temporadas, mas as expectativas criadas foram muito maiores do que a realidade.

Em 15 anos de carreira, Walcott conquistou apenas três títulos da Copa da Inglaterra e duas conquistas da Supercopa da Inglaterra. O inglês também foi eleito como o esportista jovem do ano ainda em 2006, em seu segundo ano como profissional de futebol.

Leia mais: Premier League tem oito dos 11 novos icons no FIFA 21

Jordon Ibe

promessas inglesas
Marc Atkins/Getty Images

Um dos casos mais recentes é o de Jordon Ibe. Ainda jovem, com 24 anos, o ponta do Bournemouth ainda não mostrou o talento que se esperava na Premier League. Contratado pelo Liverpool em 2012, a promessa tem apenas dez gols em oito anos atuando.

Com o Bournemouth disputando a Championship, pode ser uma boa chance para que Ibe finalmente mostre o futebol que se esperava quando surgiu.

Tom Cleverley

Rebaixado com o Watford, Tom Cleverley surgiu no futebol em um dos melhores momentos da história do Manchester United. O meio-campista disputou 79 jogos com o clube de Old Trafford e estava no elenco campeão da Premier League 2012/2013.

Os torcedores dos Red Devils, entretanto, se decepcionaram com tamanha expectativa criada diante do meio-campista. O atleta de 31 anos pulou entre times desde então, tendo se firmado de vez no Watford em 2017. Antes, o jogador passou pelo Leicester City, Wigan Athletic, Aston Villa e Everton.