Next Generation 2019: Guardian lista 60 grandes promessas do futebol mundial

Três atletas brasileiros compõem a lista: Yan Couto, Reinier e Talles Magno

grandes promessas do futebol Taylor Harwood-Bellis Naomi Baker Collection Getty Images Sport
Naomi Baker Collection Getty Images Sport

O jornal inglês The Guardian divulgou sua lista anual de grandes promessas do futebol mundial (Next Generation), com 60 nomes de atletas nascidos em 2002. Apenas dois jogadores de times ingleses integram a lista: Taylor Harwood-Bellis (Manchester City) e Catalin Cirjan (Arsenal).

Três brasileiros aparecem entre os nomes: Talles Magno (Vasco), Reinier (Flamengo) e Yan Couto (Coritiba). Em 2018, o veículo destacou nomes como Rodrygo (ex-Santos, atualmente no Real Madrid), Mason Greenwood (Manchester United), Curtis Jones (Liverpool), dentre outros.

O zagueiro Taylor Harwood-Bellis, do Manchester City, está na base do clube desde os seis anos de idade.

grandes promessas do futebol Taylor Harwood-Bellis Naomi Baker Collection Getty Images Sport
Naomi Baker Collection Getty Images Sport

Comparado a John Terry por sua liderança natural, o jogador de 17 anos tem o perfil pretendido por Pep Guardiola e do jogo moderno, confiante em receber a bola de seu goleiro ou sob pressão e tentando romper as linhas de oposição quando tem a posse da bola.

O jovem atua na seleção sub-19 da Inglaterra e fez sua estreia entre os profissionais na vitória do City sobre o Preston North End pela Copa da Liga Inglesa, em setembro.

Catalin Cirjan (Arsenal)

Meio-campista habilidoso e altamente criativo, o romeno Cirjan esteve no radar do Arsenal por dois anos e meio antes de assinar com os Gunners.

Não é apenas a habilidade de superar adversários com facilidade que chama a atenção, mas também a visão e a capacidade de usar os dois pés.

Leia mais: 5 joias da base do Arsenal que já estão fazendo sucesso no time de cima
Confira a lista do Guardian das grandes promessas do futebol mundial

Talles Magno (Vasco)

Yan Couto (Coritiba)

Reiner (Flamengo)

Adel Belkacem Bouzida (Paradou AC)

Zito Luvumbo (C.D. Primeiro de Agosto)

Bruno Amione (Club Atlético Belgrano)

Matías Palacios (San Lorenzo)

Alan Velasco (Independiente)

Noah Botic (Hoffenheim)

Jérémy Doku (Anderlecht)

Marco Kana (Anderlecht)

Steve Regis Mvoué (AS Azur Star de Yaoundé)

Camilo Mena (Tigres)

Josko Gvardiol (Dinamo Zagreb)

Adam Hlozek (Sparta Prague)

Mohammed Daramy (FC Copenhagen)

Johan Mina (Emelec)

Yunus Musah (Valencia)

Lucien Agoume (Inter)

Adil Aouchiche (Paris St-Germain)

Eduardo Camavinga (Rennes)

Nianzou Tanguy Kouassi (Paris St-Germain)

Georginio Rutter (Rennes)

Karim Adeyemi (FC Liefering)

Lazar Samardzic (Hertha Berlin)

Malik Tillman (Bayern de Munique)

Ronaldo Shani (Atromitos)

Djibril Fandjé Toure (Sem clube)

Andri Lucas Gudjohnsen (Real Madrid)

Riccardo Calafiori (Roma)

Sebastiano Esposito (Inter)

Manuel Gasparini (Udinese)

Jun Nishikawa (Cerezo Osaka/Toko-Gakuen High School)

Luqman Hakim (Malaysia’s National Football Development Programme)

Efraín Álvarez (LA Galaxy)

Ryan Gravenberch (Ajax)

Mohamed Ihattaren (PSV Eindhoven)

Alessandro Burlamaqui (Espanyol)

Filip Marchwinski (Lech Poznan)

Tomás Esteves (Porto)

Fábio Silva (Porto)

Aaron Hickey (Hearts)

Aliou Badara Baldé (Diambars FC)

Filip Stevanovic (Partizan Belgrade)

Ansu Fati (Barcelona)

Pablo Moreno (Juventus)

Pedri (Las Palmas)

Germán Valera (Atlético Madrid)

Tim Prica (Malmö FF)

Khasanov Mukhriddin (Parvoz)

Suphanat Mueanta (Buriram United)

Mustafa Kapi (Galatasaray)

Muhammed Emin Sarikaya (Basaksehir)

Gianluca Busio (Sporting Kansas City)

Giovanni Reyna (Borussia Dortmund)

Matías Arezo (River Plate)

Juan Manuel Gutiérrez (Danubio)

Jasurbek Jaloliddinov (Bunyodkor)