O primeiro título de Alex Ferguson no Manchester United

Alex Ferguson: 38 troféus em 27 de Manchester United

0
560
primeiro título de ferguson no united

Embora a galeria de troféus de Sir Alex Ferguson esteja lotada de premiações, o início de carreira do escocês em Old Trafford não foi dos mais fáceis. O primeiro título de Ferguson no Manchester United só veio 4 anos após sua chegada ao clube.

E se este primeiro título não viesse, havia uma grande possibilidade de Alex Ferguson não continuar nos Red Devils. A final da Copa da Inglaterra de 1990 mudou os rumos do futebol inglês.

O primeiro título de Ferguson no Manchester United

No dia 12 de maio de 1990, Manchester United e Crystal Palace entravam em Wembley para começar a decidir a Copa da Inglaterra daquela temporada.

Para chegar à grande decisão, o United eliminou nas fases anteriores: Nottingham Forest, Hereford United, Newcastle, Sheffield United e o Oldham Athletic.

Por sua vez, o Palace havia passado por Portsmouth, Huddersfield Town, Rochdale, Cambridge United e Liverpool.

Esta era a primeira vez que o Crystal Palace chegava à final da Copa da Inglaterra, enquanto o Manchester United já tinha 6 títulos da competição, mas não a vencia desde 1985.

Primeiro jogo

Logo no começo da partida o Crystal Palace se colocou em vantagem. Após cobrança de falta pelo lado direito, o goleiro Leighton saiu mal e foi encoberto pela cabeçada de O'Reilly.

O gol não intimidou o time de Manchester, que passou a ser melhor na partida. O empate quase veio após uma cobrança de escanteio em que Thomas cabeceou para trás e quase marcou contra.

Aos 35 minutos, não teve jeito. O atacante McClair cruzou da linha de fundo e encontrou a cabeça do meia e capitão Bryan Robson, que testou para baixo. A bola desviou em um zagueiro e tirou as chances de defesa do goleiro do Palace: 1 a 1.

No segundo tempo veio a virada. Após jogada de Ince pela direita e um pequeno bate-rebate, a bola sobrou limpa para o matador Mark Hughes, que pegou de primeira e não desperdiçou: 2 a 1 United, aos 17 minutos.

Quando o título parecia certo, veio a surpresa. Ian Wright, que havia acabado de entrar em campo, recebeu pela esquerda, driblou Steve Bruce e tocou na saída de Leighton, marcando um belo gol para empatar a partida, aos 32 minutos, levando o jogo para a prorrogação.

Nos 30 minutos extras veio o golpe que parecia ser fatal. Salako cruzou da esquerda, Leighton apenas olhou a bola passar e viu Wright, de novo, marcar para o Crystal Palace, aos 2 minutos do primeiro tempo da prorrogação.

No segundo tempo veio o gol do alívio. O winger Wallace avançou pelo meio e deu ótimo passe para Hughes, que tocou na saída do goleiro Martyn e fez o seu segundo gol na partida. Como não havia disputa por pênaltis, o empate em 3 a 3 levou a decisão para o replay.

“Replay”, o jogo da volta

No dia 17 de maio, United e Palace voltaram a Wembley para o replay da decisão. Em um jogo travado, com poucas chances de gol, o time londrino quase abriu o placar em cobrança de falta de Gray, defendida no reflexo pelo goleiro Sealey, que substituiu Leighton após a péssima atuação no jogo anterior.

No segundo tempo, o gol do título. Uma ótima inversão do meia Neil Webb achou o lateral esquerdo Lee Martin, que invadiu a área e bateu forte, na saída de Martyn, fazendo o único gol da partida.

O apito final do árbitro Allan Gunn marcou o primeiro título de Ferguson no Manchester United.

Ficha Técnica

Manchester United: Sealey; Phelan, Bruce, Pallister, Martin; Webb, Ince, Robson, Wallace; McClair, Hughes. Técnico: Alex Ferguson

Crystal Palace: Martyn; Pemberton, O'Reilly, Thorn, Shaw; Barber (Wright), Gray, Thomas, Pardew, Salako (Madden); Bright. Técnico: Steve Coppell.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube
  • Quais são os salários mais altos da Premier League?