‘Vício diagnosticado’: Toney apostou em derrotas do próprio time

2 minutos de leitura

Suspenso em maio pela Federação Inglesa (FA) por 232 violações de apostas, o atacante Ivan Toney chegou a apostar 13 vezes contra os próprios times. A entidade do futebol inglês divulgou detalhes do caso na manhã desta sexta-feira (26). O jogador do Brentford ficará fora dos jogos de futebol até 16 de janeiro de 2024.

Segundo o relatório da FA sobre o caso, entre 2017 e 2018, Toney realizou 11 apostas em jogos do Newcastle quando ainda tinha contrato com o clube, mas estava emprestado por outros times. Um dos empréstimos do jogador foi para o Wigan Athletic. Ele chegou a apostar duas vezes contra a equipe durante um duelo contra o Aston Villa. Foram 13 apostas no total, com sete palpites para derrotas dos Magpies.

No entanto, Ivan Toney não estava em campo em nenhum desses jogos. Durante as partidas do Newcastle, ele estava fora do clube emprestado. Nos episódios envolvendo o Wigan, ele não foi relacionado. Desta forma, a FA ponderou que o jogador não teria poder para influenciar nos resultados dos duelos.

— Não há evidências de que o Sr. Toney tenha feito ou estivesse em posição de influenciar seu próprio time a perder quando fez apostas em derrotas deles – ele não estava no time ou disponível para jogar na época —, avaliou a Federação Inglesa.

Ainda no documento da FA, foi possível verificar que durante todo o período de investigação, entre fevereiro de 2017 e janeiro de 2021, Toney apostou 16 vezes nas vitórias das próprias equipes. Ele esteve em campo em 11 jogos. O atacante do Brentford também apostou 15 vezes em si mesmo para fazer gols por nove partidas.

Premier League: suspenso, Toney apostou em derrotas do próprio time
Toney no Newcastle – Foto: Twitter/NUFC

Toney: vício diagnosticado e punição reduzida

O renomeado psiquiatra Philip Hopley examinou Toney e o diagnosticou com vício genuíno em apostas esportivas. O profissional concluiu que o atleta possuía um claro histórico nos jogos de azar e tinha descontrole próprio nas situações.

O diagnóstico médico de vício fez com que a FA reduzisse a punição de Toney. No relatório, a Federação ainda ponderou que não se tratou de manipulação de resultados, que o o atleta “está determinado a resolver seu problema de jogo com terapia” e que ele já parou de apostar no futebol, embora ainda aposte em outros esportes ou cassinos. O inglês só voltará a jogar em janeiro de 2024, mas poderá retona aos treinamentos em setembro.

Em comunicado oficial, Brentford e Ivan Toney aceitaram as sanções definidas pela FA. O clube definiu o assunto como encerrado e prometeu prestar todo apoio ao atacante de 27 anos e sua família, com conversas e tratativas relacionadas mantidas em sigilo. Através de sua conta no Twitter, o atleta prometeu falar sobre o caso em breve segundo ele, “sem filtro”.

Leia mais:

Apostas: ex-atleta acusado de financiar esquema foi alvo do Liverpool e comparado a Neymar

Esquemas de aposta: quais e como foram punidos os escândalos na Europa

Regras de apostas no futebol inglês

A Federação Inglesa (FA), maior entidade do futebol inglês, possui um documento público com as regras acerca de aposta e manipulação de resultados

O documento evidencia que qualquer agente envolvido com o futebol — de jogadores e treinadores a árbitros e funcionários dos clubes — na Premier League, English Football League, National League, The FA Women's Super League, The FA Women's Championship e qualquer outra instância do esporte no país está proibido de apostar em qualquer partida ou campeonato de futebol do mundo.

A proibição também inclui apostas feitas em qualquer assunto que seja relacionado a futebol, direta ou indiretamente. Por exemplo: transferências de jogadores, contratação de treinadores ou convocações. Também não é permitido o compartilhamento de informações privilegiadas com alguém que use a informação para fazer uma aposta.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.