Premier League: treinador de ‘milagre’ é demitido e substituído por apoiador de Vini Junior

2 minutos de leitura

Não é só o futebol brasileiro que tem episódios de deixar o torcedor perplexo. Na Premier League, isso também acontece. Desta vez, um técnico dono de uma das mais surpreendentes campanhas na temporada foi demitido de forma inesperada. O time, porém, agiu rápido e escolheu seu sucessor poucas horas depois.

No início da manhã desta segunda-feira (19), o Bournemouth usou suas redes sociais para comunicar a saída do técnico Gary O'Neil, responsável pela improvável permanência do time na Premier League. O clube não justificou a ruptura do trabalho. O proprietário Bill Foley avaliou que os Cherries trabalham visando o longo prazo e que a decisão foi da equipe.

— A conquista de Gary O'Neil na última temporada é algo pelo qual sempre serei grato. Essa foi uma decisão difícil, mas foi tomada com muita consideração para nos posicionarmos melhor antes da próxima temporada–, revelou Bill Folley.

Torcedores e jornalistas receberam com choque a saída de O'Neil. Alguns internautas utilizaram as redes sociais para apontar injustiça e espanto na demissão do jovem treinador de 37 anos. O Bournemouth foi o primeiro trabalho do profissional como técnico principal.

A campanha do Bournemouth na Premier League

Promovido da Championship, o Bournemouth era um dos times com o menor orçamento na Premier League e tido como um dos favoritos ao rebaixamento. No entanto, sob a batuta de O'Neil, fez grande campanha e conseguiu se manter com folga na primeira divisão.

O técnico não comandou o time desde o começo. Ele fazia parte da equipe técnica dos Cherries e tomou o comando da comissão a partir da demissão de Scott Parker, na quarta rodada da Premier League. O Bournemouth conseguiu se recuperar, contrariou as expectativas e terminou a temporada na 15ª posição, com 39 pontos.

Com 13 rodadas de antecedência, Haaland se torna o maior artilheiro do Manchester City em uma edição de Premier League
Bournemouth contra o Manchester City – Foto: Icon Sport

Substituto deixa a Espanha

O time do Sul da Inglaterra agiu rápido. Horas depois de comunicar a demissão de Gary O'Neil, o clube oficializou a contratação de Andoni Iraola, espanhol de 40 anos. O presidente Bill Folley exaltou o estilo de jogo do novo contratado e revelou que ele vinha sendo procurado por várias equipes. O contrato entre as partes terá validade de dois anos.

— Ele era muito procurado por outros clubes do continente e seu estilo de jogo foi um fator importante para tomar essa decisão. Suas conquistas na Espanha foram certamente impressionantes e estamos confiantes de que ele é o homem certo para liderar nosso próximo capítulo –, declarou.

Enquanto treinador do Rayo Vallecano, Iraola conseguiu campanhas impressionantes, como manter o time em La Liga por duas temporadas seguidas com certa tranquilidade. Ele chegou a ser procurado pelo Leeds United no último ano, mas rejeitou a Premier League e optou por continuar no futebol espanhol.

Fora de campo, o novo técnico do Bournemouth chamou a atenção a sair em defesa de Vinicius Junior após os casos de racismo contra o brasileiro no jogo diante do Valencia, em maio. Ao “Marca”, Iraola admitiu o racismo no futebol e disse que eram necessárias medidas efetivas das autoridades para combater o crime.

— É óbvio que existe racismo. Não é a primeira vez que isso acontece e já vimos isso várias vezes nesta temporada. É algo que tem que ser cortado. Sempre houve insultos, mas eu não acho que todos os insultos sejam iguais. Há alguns com quem você tem que ser muito rigoroso e se para parar com isso, você precisa parar as partidas, você tem que fazer isso —, avaliou.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.