Southgate dá pista sobre assumir clube da Premier League no futuro: ‘Não há dúvidas’

4 minutos de leitura

Gareth Southgate está entrando no último ano de contrato com a Inglaterra. O treinador busca encerrar a sua passagem pela seleção quebrando o longo jejum sem títulos, com a Eurocopa 2024. O inglês planeja continuar trabalhando e revelou os planos para o futuro.

Nesta segunda-feira (25), Southgate concedeu entrevista ao site “Sky Sports” e comentou que deseja retornar à Premier League depois de anos comandando a seleção inglesa. “Eu sei que poderia fazer isso, não há dúvidas em minha mente”, acrescentou.

A Inglaterra não conquista um título desde 1966, quando foi campeã da Copa do Mundo. Desde então, vez enfrentando a pressão de quebrar esse longo jejum. No entanto, superar esses problemas é algo que pode ser favorável para trabalhar em um clube, segundo Southgate.

— Não há trabalho no futebol mundial que possa intimidar ou assustar você, tendo vivido este, francamente. Você não terá nenhum perfil mais elevado, não terá nenhuma pressão maior, não terá problemas mais complexos.

Southgate chegou ao Três Leões em 2013, assumindo o comando técnico da seleção sub-21. Em setembro de 2016, após a renúncia de Sam Allardyce, foi nomeado como treinador do time principal.

Southgate exalta experiência na Premier League com Middlesbrough

Aos 36 anos, Southgate decidiu encerrar a carreira como jogador em 2006, enquanto defendia o Middlesbrough. No mesmo ano, aceitou o desafio de trabalhar como treinador da equipe, permanecendo no cargo por três temporadas.

Durante a entrevista, o treinador exaltou o trabalho realizado na equipe, principalmente nos dois primeiros anos, quando garantiu a permanência do Middlesbrough na Premier League. “Eu não sabia nada parecido com o que sei agora”, acrescenta.

— Todo mundo falava sobre o Middlesbrough. ‘Oh ele rebaixou o Middlesbrough'. Bem, sim, no terceiro ano, fomos rebaixados. Mas eu tive três anos de gestão na Premier League. Sem dúvida, na minha opinião, a primeira temporada foi a maior conquista que tive, passar de capitão/jogador a administrar um negócio multimilionário na liga mais difícil do mundo, e terminar praticamente em pé de igualdade onde estávamos em termos de orçamento.

O Middlesbrough encerrou a temporada 2006/07 na 12ª colocação com 46 pontos, enquanto em 2007/08 em 13º e com 42 pontos. No entanto, em 2008/09 ficou apenas no penúltimo lugar com 32 pontos, sendo rebaixado para a Championship.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.