Premier League 2016/17: a seleção das 10 primeiras rodadas

Charlie Nicholas, jornalista da Sky Sports, elegeu os melhores da liga até o momento

Premier League 2016/17: a seleção das 10 primeiras rodadas
Coutinho, Costa e Özil começaram a mil por hora! (Foto: Reprodução/Sky Sports)
Coutinho, Costa e Özil começaram a mil por hora! (Foto: Reprodução/Sky Sports)

Dez rodadas da Premier League 2016/17 já se passaram. Claro que ainda é cedo para diagnosticar qualquer coisa, mas o jornalista esportivo Charlie Nicholas, da Sky Sports, aceitou o desafio de escolher a seleção do campeonato até aqui. Curioso para saber quem foram os escolhidos? Confira abaixo a lista com suas respectivas justificativas!

Hugo Lloris (Tottenham)

Hugo Lloris (Foto: Reprodução/Getty)
Hugo Lloris (Foto: Reprodução/Getty)

O Tottenham tem a melhor defesa do campeonato e, embora Lloris tenha perdido alguns jogos por contusão, o goleiro apresentou desempenhos sólidos sempre que esteve em campo. Durante uma partida, ele pode até ficar um bom tempo sem participar do jogo, mas quando é acionado, corresponde com defesas importantes.

Pode parecer loucura afirmar que Jordan Pickford está bem, devido ao péssimo desempenho do Sunderland neste início de campeonato, mas o garoto também tem sido excelente e merece uma menção especial.

Héctor Bellerín (Arsenal)

Héctor Bellerín (Foto: Reprodução/Getty)
Héctor Bellerín (Foto: Reprodução/Getty)

Os laterais do futebol atual precisam ter uma boa saída de bola. Kyle Walker é referência nesse aspecto e Nathaniel Clyne também tem jogado bem. Héctor Bellerín, entretanto, além de ter boa saída de bola, é também bastante ágil. Creio que ele evoluiu muito como defensor e isso ficou bem claro durante o duelo entre Arsenal e Chelsea, no Emirates Stadium.

Michael Keane (Burnley)

Michael Keane (Foto: Reprodução/Getty)
Michael Keane (Foto: Reprodução/Getty)

Comentei três partidas do Burnley até aqui e sinceramente não sei como Michael Keane não conseguiu um lugar na equipe do Manchester United, que tem jogadores como Marcos Rojo na posição. Ele é um atleta que se mantém na linha e merece créditos por trabalhar forte no Burnley, mesmo após falhar em Old Trafford.

Virgil van Dijk (Southampton)

Virgil van Dijk (Foto: Reprodução/Getty)
Virgil van Dijk (Foto: Reprodução/Getty)

Ele tem muita intimidade com a bola. Um zagueiro de 1.93 metros, é verdade, mas dotado da típica classe holandesa. Poderia jogar até no meio-campo se quisesse. Van Dijk se sente confortável com a bola nos pés e é bom no jogo aéreo. É claro que também comete erros, porém, algo comum para aqueles defensores mais ousados.

Christian Fuchs (Leicester)

Christian Fuchs (Foto: Reprodução/Getty)
Christian Fuchs (Foto: Reprodução/Getty)

Fico com um dos poucos jogadores do Leicester que manteve uma regularidade em relação à temporada passada. Fuchs marcou um belíssimo gol na semana passada e quase marcou outro na última rodada. Entretanto, o que eu mais gosto nele é o passe. Qualidade na distribuição é muito importante para a sua posição e isso ele tem de sobra.

Joe Allen (Stoke)

Joe Allen (Foto: Reprodução/Getty)
Joe Allen (Foto: Reprodução/Getty)

Bom, não sou muito fã de meio-campistas defensivos e estou montando uma seleção mais focada no ataque, portanto, escolhi alguém que está muito bem em iniciar jogadas ofensivas neste início de temporada e, que, além disso, está se provando um ótimo finalizador. Allen teve uma boa passagem pelo Liverpool e tem se adaptado de forma brilhante no Stoke.

Philippe Coutinho (Liverpool)

Philippe Coutinho (Foto: Reprodução/Getty)
Philippe Coutinho (Foto: Reprodução/Getty)

Roberto Firmino tem sido decisivo em algumas partidas. Mané e Lallana iniciaram muito bem a temporada. Apesar de tudo, fico com Coutinho. Ele é o maestro da equipe. Pare Coutinho e você estará parando o Liverpool.

Nordin Amrabat (Watford)

Nordin Amrabat (Foto: Reprodução/Getty)
Nordin Amrabat (Foto: Reprodução/Getty)

Muitos podem estar surpresos com a minha escolha, mas acredito que Amrabat confere equilíbrio e energia ao Watford, além de dar qualidade à faixa  ofensiva do gramado. O grande achado dos Hornets na última janela de transferências desbancou a minha segunda opção: Santi Cazorla, que também está bem no Arsenal.

Nathan Redmond (Southampton)

Nathan Redmond (Foto: Reprodução/Getty)
Nathan Redmond (Foto: Reprodução/Getty)

Theo Walcott tem sido excelente, mas fico com Redmond na ponta direita. Eu assisti dois ou três jogos em que o técnico o escalou como um centroavante. Não funcionou. Após mudanças táticas, Redmond achou o seu lugar ao sol jogando próximo a Charlie Austin como um segundo atacante, aprontando correria pra cima das zagas adversárias e firmando uma ótima parceria com Dusan Tadic.

Ele tem velocidade, técnica e poderia ter marcado mais vezes, pois é muito bom nesse quesito. Redmond não foi muito bem na última partida, mas tem sido fenomenal até aqui.

Mesut Özil (Arsenal)

Mesut Özil (Foto: Reprodução/Ronnie Macdonald)
Mesut Özil (Foto: Ronnie Macdonald/Wiki Commons)

Na ponta esquerda e mais próximo ao centroavante, fico com a criatividade e a genialidade de Özil. Com muitas assistências e menos lesões até aqui, ele também tem exercido o papel de líder da equipe. Além de marcar gols, Özil tem um passe tão suave quanto o silêncio. Se o Arsenal vencer a competição, o caminho certamente passará pelo jogador.

Diego Costa (Chelsea)

Diego Costa (Foto: Aleksandr Osipov/Wiki Commons)
Diego Costa (Foto: Aleksandr Osipov/Wiki Commons)

O meu centroavante é Diego Costa. Eu não sou e nunca serei um grande fã do jogador, mas você com certeza gostaria tê-lo em sua equipe. Já conhecemos o seu apetite e sua espírito de luta, mas, nesta temporada, sua qualidade parece ter retornado. Exemplo disso foi o segundo gol da vitória dos Blues contra o Southampton.

Uffa! Seleção escalada! Confira abaixo como ficou:

Seleção das 10 primeiras rodadas (Foto: Reprodução/Sky Sports)
Seleção das 10 primeiras rodadas (Foto: Reprodução/Sky Sports)

E aí, concorda com os jogadores escolhidos pelo jornalista britânico? Acrescentaria ou retiraria alguma peça? Deixe sua opinião nos comentários!