Com 5 da Premier League, Diniz escala seleção brasileira com volta de astro ao ataque

4 minutos de leitura

A seleção brasileira volta a campo nesta quinta-feira (12), na Arena Pantanal, às 21h30, para enfrentar a Venezuela, em partida válida pela terceira rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Fernando Diniz promoveu mudanças que envolvem a Premier League para o confronto.

Nesta terça-feira (10), o técnico orientou a primeira sessão de treinamento com bola da equipe durante a atual data Fifa. Além da preparação contra a Venezuela, a Seleção também vai enfrentar o Uruguai. Vinicius Juniorr e Guilherme Arana foram as novas adições ao elenco titular, em contraste com os jogos de setembro.

Volta de Vinicius Junior e força da Premier League

Com todos os jogadores disponíveis, a atividade se deu no início da noite na Arena Pantanal, em Cuiabá, e o treinador não escondeu a escalação titular. Vini e Arana assumiram as posições de Renan Lodi e Raphinha, que foram excluídos devido a lesões.

A equipe brasileira provavelmente enfrentará a Venezuela com a seguinte formação:

Ederson; Danilo, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Guilherme Arana; Casemiro, Bruno Guimarães e Neymar; Vini Jr, Rodrygo e Richarlison.

vinicius junior seleção brasileira
Foto: Vitor Silva/CBF

Fernando Diniz manteve a mesma formação que venceu a Bolívia e o Peru, enfatizando a importância da consistência, especialmente devido ao curto período de preparação. Ele só faz alterações quando forçado por desfalques, como o retorno de Vinicius, que estava ausente devido a uma lesão nos jogos contra a Bolívia e o Peru.

A parte final do treinamento foi aberta ao público local em Cuiabá, e aproximadamente cinco mil espectadores compareceram para apoiar Neymar, Vini e o restante da equipe.

A sequência da seleção brasileira

O Brasil continuará a se preparar em Cuiabá antes do confronto com a Venezuela. Na sexta-feira, a equipe embarcará para Montevidéu, onde enfrentará o Uruguai na próxima terça-feira (17), às 21h, no Estádio Centenário.

Com duas vitórias nas duas primeiras rodadas, o Brasil lidera as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2026, conquistando seis pontos, a mesma pontuação da Argentina, mas com vantagem no saldo de gols (5 a 4)

No novo formato do Mundial, a Conmebol concede seis vagas diretas para o Mundial, enquanto o sétimo colocado participará da repescagem.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]