Desde 1998, Premier League é quem mais cedeu jogadores para a Copa do Mundo; veja

Futebol inglês mostra sua força no Mundial

0
206
cedeu jogadores

Um dos principais torneios do mundo, o Campeonato Inglês segue mostrando sua força nas convocações para o Mundial da Rússia. A Premier League foi quem mais cedeu jogadores para a Copa do Mundo da Rússia. São 106 atletas, que terá todos os times exceto Bournemouth e Newcastle representados no Mundial.

Quais clubes da Premier League mais cederam cedeu jogadores para a Copa do Mundo?

O time que mais cedeu atletas para a Copa foi o Manchester City, com 16 jogadores, um a mais que o Real Madrid.

Manchester City – 16
Chelsea e Tottenham – 12
Manchester United – 11
Leicester City – 8
Arsenal e Liverpool – 7
Stoke City – 5
West Ham, Southampton, Swansea e West Bromwich – 4
Everton e Huddersfield – 3
Burnley e Brighton – 2
Crystal Palace e Watford – 1

Reprodução/Metro

A seleção inglesa é a única a contar exclusivamente com 23 jogadores que atuam na liga nacional.

Ceder o maior número de jogadores para Mundiais não é novidade para o campeonato inglês, mas, sim, uma tradição que completou 20 anos nas convocações de 2018.

Desde a edição de 1998, a Premier League é a liga nacional que mais fornece jogadores para Copas do Mundo.

A força do futebol inglês aparece com tanta intensidade na Copa que até mesmo a Championship chama atenção nas convocações.

Dos 24 times da Segundona inglesa, 16 contam com pelo menos um representante.

Jogadores cedidos pela Inglaterra em Copas do Mundo

2018 – 130

2014 – 119

2010 – 117

2006 – 102

2002 – 103

1998 – 107

O melhor jogador da Inglaterra. Falo com tranquilidade

O técnico Gareth Southgate optou por levar à Rússia 23 jogadores que jogam na Premier League.

É a única seleção do Mundial de 2018 a selecionar somente atletas da liga nacional.

Quem mais cedeu jogadores à seleção inglesa?

Na lista de Southgate, 13 jogadores atuam nos três primeiros colocados do campeonato inglês na última temporada. Tottenham (5), Manchester City (4) e Manchester United (4) concentram mais da metade do total de selecionados.

Apesar do grande número de atletas das principais equipes de 2017/2018, a seleção inglesa também conta com variedade.

Metade dos times da Premier League conta com pelo menos um representante entre os 23 de Southgate.

por Jamille Bullé e Pedro Ramos