Premier League deve fiscalizar transferências suspeitas entre Chelsea, Everton e Aston Villa

3 minutos de leitura

A Premier League está pronta para revisar todas as transferências da próxima janela para evitar que os clubes burlem as regras da competição. A organização vai analisar todas as movimentações para verificar se há irregularidades.

Nos últimos dias, Everton, Aston Villa e Chelsea protagonizaram uma série de negociações entre si. Isso gerou uma série de questionados já que o trio está entre os mais ameaçados pelo Fair Play Financeiro.

As movimentações de Everton, Aston Villa e Chelsea burlam o Fair Play Financeiro da Premier League?

Os clubes da Premier League estão sujeitos às rígidas regras financeiras da liga. Cada time pode ter perdas de até 105 milhões de libras (R$ 723 milhões) em um período de três anos. Quando essa barreira é superada, as equipes estão sujeitas a duras punições, como aconteceu com Everton e Nottingham Forest, que perderam pontos na tabela de classificação.

Contratações

Aston Villa

  • Ian Maatsen acertado junto ao Chelsea por 35 milhões de libras
  • Lewis Dobbin contratado junto ao Everton por 9 milhões de libras

Everton

  • Tim Iroegbunam contratado junto ao Aston Villa por 9 milhões de libras

Chelsea

Omari Kellyman vendido Aston Villa Chelsea
Omari Kellyman trocará Aston Villa pelo Chelsea (Foto: Pro Sports Image/Imago)

Essas supostas manobras ajudariam os clubes a se adequarem às metas. Afinal, quando um clube vende um jogador, o valor da negociação é colocado no balanço imediatamente de forma integral. Por outro lado, quando compra, essa quantia é amortizada em todos os anos de contrato que o atleta assina.

Os atletas envolvidos nessas transações são das categorias de base do clube, o que aumenta as observações dos rivais. Jogadores das divisões juvenis representam “lucro puro” quando são vendidos.

A data final para a contabilidade do Fair Play Financeiro é 30 de junho. Isso levantou ainda mais suspeitas sobre as movimentações de Chelsea, Aston Villa e Everton.

Premier League pode fiscalizar as transferências

A Premier League tem o direito de analisar e avaliar toda contratação que acontece por um time da competição, segundo apurou o “Mail Sport”. A liga pode verificar se esses movimentos foram feitos de boa fé e também observar se os jogadores foram negociados pelo valor de mercado condizente com a realidade.

É importante dizer que não há regras escritas que condenem os movimentos feitos por Aston Villa, Chelsea e Everton. Mesmo assim, se a Premier League notar anormalidades, essas equipes podem ser punidas.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.