Premier League: confira elencos marcantes da competição

Foto: Divulgação/Premier League

Primeiramente, à Premier League é uma liga profissional de futebol na Inglaterra, estando no topo no quesito qualidade. Assim, durante anos somando grandes disputas pelo título e times históricos. À seguir, confira alguns times memoráveis que fizeram historia na competição.

Leicester – Campeão inédito da Premier League

Foto: Divulgação / Getty Imagens

À princípio, em julho de 2015 o técnico Claúdio Ranieri assumiu o comando técnico do Leicester. De antemão, na sua chegada o discurso era de manter os Foxes na elite inglesa, ou seja, a briga pelo título não era algo de se esperar. Logo, durante uma campanha histórica, o Leicester foi consagrado campeão inglês pela primeira vez na sua história, deixando para trás times como Arsenal, Tottenham Hotspur e Manchester City.

Em suma, durante toda a temporada 2015/16 foram incríveis 23 vitórias, 12 empates e apenas três derrotas, o que não era de se esperar de um time que pouco havia brigado pelo topo da tabela anteriormente.

Antes de mais nada, os Foxes tinham plantel recheado de jogadores que vieram a se tornar estrelas do futebol atual após aquela campanha brilhante, como por exemplo, N’golo Kanté que jogou por apenas uma temporada, e nela, conquistou a Premier League com a equipe.

Hoje em dia, o volante francês joga pelo Chelsea onde é o atual campeão da Champions League. Podemos citar ainda, o meia-argelino Riyad Mahrez, que foi eleito o melhor jogador da competição sendo mais tarde contratado pelo Manchester City e o atacante Jamie Vardy que atualmente brilha no clube mas que também foi fundamental para o título com os seus 22 gols.

Por fim, o Leicester foi consagrado campeão após um campeonato memorável, terminando a campanha com 81 pontos, enquanto o segundo e o terceiro colocado, Arsenal e Tottenham Hotspur, ficaram com 71 e 70 respectivamente.

Manchester City – Time dos recordes

Foto: Divulgação / Premier League

Durante a temporada 2017/2018, o Manchester City do técnico Pep Guardiola conquistou o título da Premier League com uma campanha marcada por muitos recordes quebrados.

O elenco tinha várias peças de qualidade e contava com um dos melhores treinadores de toda história. Afinal, o plantel contou com a criatividade dos meio-campistas Kevin De Bruyne e David Silva, no ataque tinha a explosão do seu maior artilheiro da história Sergio Agüero e a solidez defensiva do seu capitão Vincent Kompany.

Em suma, a equipe quebrou vários recordes entre eles: O primeiro time a alcançar 100 pontos nos 130 anos da competição; Mais vitórias no campeonato com 32 vitórias conquistadas em 38 partidas; A equipe tomou apenas 24 gols durante toda campanha; Impôs a maior marca de pontos de distância com 19 pontos de distância sobre o segundo colocado, o rival Manchester United;

Por fim, o time de Guardiola impôs a posse de bola sobre os seus adversários, se mostrando soberano ao longo de uma campanha prestigiada.

Arsenal – Os invencíveis 

Foto: Divulgação / Arsenal

Durante as 22 temporadas como o técnico Arséne Wenger, o Arsenal dominou o futebol inglês conquistando três Premier League e quebrando recordes.  Assim como, na temporada 2003/04, em que o Arsenal conquistou o seu 13º título na história do Campeonato Inglês.

Naquela ocasião, o clube londrino ficou marcado na história do futebol por ser o primeiro time em 115 anos de história a vencer a Premier League de maneira invicta. Sendo assim, conquistando 90 pontos, 11 a mais que o Chelsea, vice-campeão.

Para a conquista do título, o Arsenal contou apenas com um reforço vindo da janela de transferências: o zagueiro Sol Campbell. Contudo, a equipe já possuía grandes estrelas no seu plantel como o líder técnico Patrick Viera, a estrela Thierry Henry, o fundamental Robert Pirès, o elegante Dennis Bergkamp e o prodígio Cesc Fabregas.

Em suma, a estratégia era manter a posse de bola, ter velocidade na troca de passes e ter muita técnica nas jogadas ofensivas.

Dessa forma, foram 38 jogos pela Premier League de invencibilidade com 26 vitórias e 12 empates. E assim, o time se tornou imbatível e encantou o futebol mundial com sua campanha perfeita rumo ao título.

Chelsea – Bicampeão seguido

Foto: Divulgação / Getty Imagens

Depois de anos obscuros de incertezas e dívidas, em junho de 2003 o Chelsea foi vendido para o bilionário russo Roman Abramovich por 140 milhões de libras. Na sua duas primeiras temporada, o russo gastou milhões de libras para reforçar o elenco dos Blues com jogadores de sucesso mundial como o francês Claude Makélélé, o holandês Arjen Robben, o checo Petr Cech, e também o jovem técnico José Mourinho.

Foi na temporada 2004/05 com uma equipe segura na defesa e contundente no ataque que Mourinho pôs um fim em um jejum que durava 50 anos. Em seu primeiro ano no comando dos Blues foi capaz de montar um time inesquecível. Que em 38 jogos, colecionou 29 vitórias, oito empates e apenas uma derrota.

Durante o campeonato, o Chelsea empilhou recordes como o de superar o total de vitórias e de pontos registrados pelo time dos invictos de Arsène Wenger

Na temporada seguinte, o Chelsea com o mesmo time base foi novamente campeão inglês somando 91 pontos em 38 jogos, oito pontos a mais que Manchester United, o vice-campeão.

Ainda, a equipe de Londres se manteve invictas em casa na competição nacional. Com 18 vitórias e um empate em 19 compromissos como mandante. Por outro lado, os Blues triunfaram em 11 jogos, empataram em três e perdeu cinco duelos como visitante na Premier League 2005/06.

A partir dali, o Chelsea retomou o caminho da glória se tornando um time dominante em âmbito europeu.

Manchester United – Tricampeão Inglês 

Foto: Divulgação / Premier League

Na temporada 2008/09, o Manchester United conquistava pela segunda vez na história três títulos ingleses seguidos, um feito inédito. Ao comando do histórico Alex Ferguson, o United igualou o recorde de troféus da primeira divisão inglesa do Liverpool que em 1990 chegou a ser de 11 títulos.

Durante as três temporadas, o técnico escocês teve em seu plantel grandes jogadores como o goleiro holandês Edwin Van der Sar, o defensor Gary Neville, os meio-campistas Paul Scholes e Ryan Giggs e no ataque Rooney e Cristiano Ronaldo.

Na temporada 2006/07 se tornou uma equipe consistente e que pouco errava. A dupla formada por Rooney e Ronaldo marcaram 31 gols durante a campanha, sendo o melhor ataque do campeonato. O time foi campeão inglês após 38 jogos sendo derrotado apenas cinco vezes.

No campeonato seguinte com um time melhor reforçado e mais fulminante no ataque, o United levou a Premier League após disputa acirrada com o Chelsea, que ficou atrás por apenas dois pontos. Em 38 jogos o time venceu 27 partidas, empatou em sete oportunidades e perdeu cinco vezes. Cristiano Ronaldo foi o grande nome do campeonato marcando 31 gols e sendo eleito o melhor jogador da competição.

Por fim, na temporada 2008/09 o United conquistou o Campeonato Inglês pela 18º vez se igualado ao Liverpool. Com uma campanha consistente e admirável vencendo 28 partidas, empatando em seis oportunidades e perdendo quatro vezes.

Liverpool – Campeão da Premier League

Foto: Divulgação / Liverpool

Desde que o Campeonato Inglês foi renomeado como Premier League em 1992, o Liverpool nunca havia vencido o campeonato. Depois de 30 anos na temporada 2019/20, o time dirigido por Jürgen Klopp conquistou a taça com sete rodadas de antecedência.

Durante à campanha ficou claro a dominância sobres os rivais, já que conquistou 99 pontos, sendo 32 vitórias, três empates e três derrotas. A vantagem sobre o vice-lider, Manchester City foi de 18 pontos.

Ademais, a base do sucesso daquele Liverpool era a capacidade de recuperar rapidamente a bola e acelerar de imediato para o contra-ataque. Por fim, os Reds com 19 campeonatos encostaram em números de títulos no Manchester United, maior vencedor na Inglaterra, com 20 taças.