Campeonato Português: os maiores artilheiros da história

4 minutos de leitura

O Campeonato Português é uma das ligas europeias mais famosas. O torneio começou na temporada 1934/35 e, de lá para cá, muitos craques desfilaram pelos campos de Portugal. Muitos ídolos “cansaram” de fazer gols em muitas temporadas e a artilharia da história do torneio é recheada com os maiores atletas do país.

Maiores goleadores do Campeonato Português

  1. Peyroteo (Sporting) – 332
  2. Eusébio (Benfica e Beira-Mar) – 320
  3. Fernando Gomes (Porto e Sporting) – 319
  4. José Águas (Benfica) – 291
  5. Nené (Benfica) – 264
  6. Manuel Fernandes (Sporting, Barreiro e Vitória de Setúbal) – 243
  7. Matateu (Belenenses e Atlético) – 219
  8. José Torres (Benfica, Vitória de Setúbal e Estoril) – 218
  9. Arsénio (Benfica e Barreiro) – 215
  10. Rui Jordão (Sporting, Benfica e Vitória de Setúbal) – 213

Eusébio: um dos maiores do mundo

Dentre os craques que jogaram o Campeonato Português temos um dos maiores da história do futebol mundial. Eusébio atuou por Benfica e Beira-Mar nos seus 17 anos de Primeira Liga, entre 1960 e 1977. Em 313 jogos, a estrela portuguesa fez 320 gols, uma média de 1,02 gol por partida.

Apesar dos números maravilhosos, Eusébio não é o maior artilheiro do Campeonato Português ficando apenas em 2º lugar nesta lista. Isso porque Peyroteo tem incríveis 332 gols em 197 jogos pelo Sporting entre 1937 e 1949. O ídolo dos Leões é uma verdadeira lenda no futebol português.

Brasileiro é o único estrangeiro no top-25

O maior brasileiro da história do Campeonato Português, pelo menos no quesito gols, também é o maior estrangeiro. Jardel fez 186 gols em 186 jogos na Primeira Liga atuando por Porto, Sporting e Beira-Mar. Ele ficou em Portugal de 1996 a 2007. Antes de chegar ao futebol português ele marcou época pelo Grêmio e também jogou no Vasco. Foram dez partidas com a camisa da seleção brasileira.

Caian Oliveira
Caian Oliveira

Jornalista. Coordenador especialista em palpites, prognósticos e conteúdo para SEO da PL Brasil.