Por que os times da Premier League usam a papoula em seus uniformes

4 minutos de leitura

A Premier League anunciou nesta sexta-feira (3) que a 11ª rodada, marcada para acontecer entre os dias 4 e 6 de novembro, e a 12ª rodada, entre os dias 11 e 12 de novembro, terão uma série de homenagens dos clubes ao Remembrance Day.

O Remembrance Day, cuja tradução livre seria “dia da lembrança” ou “dia do armistício”, é a data que os ingleses usam para homenagear os soldados mortos em guerras nas quais a Grã-Bretanha esteve envolvida.

Ele é tradicionalmente comemorado às 11 horas do dia 11 de novembro, horário e data na qual foi assinado o acordo que pôs fim nos conflitos entre Aliados e a Alemanha na Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Também é comum que as homenagens aconteçam no domingo mais próximo à data.

Premier League homenageia a data com a papoula

No futebol, é comum que as homenagens sejam baseadas em minutos de silêncio antes das partidas e a presença de desenhos e broches de papoulas nos uniformes.

A papoula é uma flor vermelha abundante no hemisfério norte. Ela se tornou famosa porque foi a primeira planta a florescer nos campos bombardeados de Flandres, na Bélgica, após o fim dos confrontos da Primeira Guerra Mundial.

Por isso, ela virou um símbolo de ressurreição, homenagem e respeito aos soldados britânicos mortos em guerras.

Na temporada de 2023/24, vários clubes da Premier League planejam leiloar camisas e outros itens com o símbolo da papoula para arrecadar fundos para a Royal British Legion (Legião Real Britânica), uma instituição de caridade que fornece apoio financeiro, social e emocional a membros e veteranos das Forças Armadas Britânicas, suas famílias e dependentes.

Embora os dois fins de semana tenham sido destacados como os principais nas homenagens, é comum que os clubes ostentem a papoula durante todo o mês de novembro. O gesto não fica apenas nos uniformes dos times, como também nas camisas da equipe de arbitragem e nas vestimentas dos treinadores e comissão.

Também é importante dizer que as homenagens não se limitam aos times da Premier League, mas também a outros clubes ingleses e de países que pertencem à Grã-Bretanha, como são os casos de Escócia e País de Gales.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]