Polícia realiza abordagem truculenta com jogador do Milan

No inicio do dia, um vídeo gerou grande alvoroço nas redes sociais. Pois, se tratava de uma abordagem bem acima do tom da policia italiana com o jogador do Milan, Bakayoko. Dessa forma, o vídeo se espalhou rapidamente.

Abordagem ao jogador do Milan

O jogador Tiémoué Bakayoko, do Milan, enquadrado e revistado pela polícia de Milão. Após, confundido com o suspeito de um tiroteio. O fato ocorreu há cerca de duas semanas, mas veio a público nas últimas horas por meio de uma gravação publicada no Twitter. Dessa forma, o vídeo mostra que durante a abordagem,Policiais apontavam armas para família do atleta.

Segundo, o jornal italiano “La Gazetta dello Sport”, o atacante então tirado de seu carro e revistado. Onde, a busca da polícia por um suspeito envolvido num tiroteio entre senegaleses, motivado por tráfico de drogas.

Assim, durante a abordagem o atleta está colocado de frente para a viatura. Com isso,  foi revistado pelos policiais de maneira mais truculenta. Enquanto, não foi reconhecido por um dos oficiais. Igualmente,  outros membros da polícia apontavam armas na direção da família dele. Analogamente, gerando ainda mais revolta.

Pouco tempo depois um deles reconhece o jogador e ele é liberado normalmente.Portanto, a mudança completa da postura. Após, reconhecer Bakayoko gerou ainda mais revolta na redes socias. Certamente, muitas pessoas acusam a policia italiana de racismo pelo tratamento com o jogador.

Publicação do vídeo

“Tiémoué Bakayoko foi forçado a sair de seu carro assim pela polícia. Eles o revistaram e havia até uma arma apontada para dentro dele. Então, eles percebem que é o jogador do Milan”, diz a publicação do vídeo.

O vídeo publicado pelo jornalista espanhol Manu Heredia, no Twitter, mostra o momento em que Bakayoko é prensado no carro da polícia e revistado. As autoridades procuravam um SUV com duas pessoas a bordo e o veículo do atleta francês correspondia às indicações. O jogador francês foi apenas reconhecido por um dos policiais após já estar sendo averiguado.

Ainda assim, o jogador ainda não se pronunciou sobre o caso. Analogamente, a policia milanesa também não se pronunciou sobre o caso.