‘Bom para nós’: Pochettino concorda com erro de arbitragem a favor do Chelsea e ‘fala grosso’ sobre reforços

5 minutos de leitura

O Chelsea recebeu o Fulham neste sábado (13), em partida válida pela 21ª rodada da Premier League, e deixou o Stamford Bridge com uma vitória por 1 a 0. Após a partida, o técnico Mauricio Pochettino recebeu perguntas controversas.

Entre a indignação dos rivais pela não expulsão de Malo Gusto, em lance que lhe rendeu “apenas” cartão amarelo, e perguntas sobre reforços, o treinador dos Blues “falou grosso” e esclareceu polêmicas.

Polêmica com expulsão e reclamação do Fulham

Durante a partida, uma entrada perigosa de Malo Gusto em dividida contra Willian o rendeu cartão amarelo, mas torcedores, jogadores e até mesmo o treinador do Fulham, Marco Silva, esbravejaram pedindo vermelho.

Pochettino, no entanto, seguiu a avaliação do árbitro, estendeu a polêmica ao recordar que, no jogo do Chelsea contra o Aston Villa, houve sim a expulsão, e o técnico não reclamou na ocasião.

— Cartão amarelo porque foi um cartão amarelo. Lembre-se: contra o Aston Villa foi um cartão vermelho e eu não reclamei disso, e hoje foi um cartão amarelo – disse o argentino.

chelsea fulham
Willian após entrada de Gusto (Foto: Icon Sport)

O técnico dos Blues ainda disse entender a frustração de Marco Silva e até tomou as suas dores: “Se eu estivesse no lugar dele, diria que foi um cartão vermelho“.

— Claro (que entendo). Eu tenho um relacionamento muito bom com ele. Ele é uma ótima pessoa, um grande treinador. Eu entendo. Às vezes é a favor, às vezes é contra, e nesse tipo de situação, a visão do árbitro é diferente. O que eu posso dizer é que a ação resultou em um cartão amarelo. Bom para nós — afirmou Pochettino.

Apesar da possível expulsão ter sido a grande polêmica do jogo, o pênalti sofrido por Sterling não passou despercebido, e o treinador elogiou o fato do inglês ser o detentor do recorde de mais pênaltis sofridos na Premier League:

— Trabalhamos nisso. É bom para a equipe. Hoje foi uma boa ação e boa performance para proporcionar à equipe o pênalti e depois a execução de Palmer foi excelente. Estou feliz porque ele (Sterling) proporciona coisas boas à equipe e ajudou a conquistar os três pontos hoje, que precisávamos para ficar em uma posição melhor na tabela — analisou.

O ‘novo atacante' do Chelsea

Problemas de adaptação de Nicolas Jackson, desempenho ruim de Broja e lesões de Nkunku, além de rumores, levam à ideia de que o Chelsea buscaa um novo centroavante, O técnico, no entanto, rechaçou a ideia:

— Eu nunca disse que precisamos de um centroavante. Depois disso, criou-se um problema com minha equipe. Eu disse que estamos trabalhando como outros clubes. Tentando avaliar e ver o mercado e todas as situações que podem surgir. O mais importante é que o clube está pronto para agir em uma direção ou outra. Eu nunca disse que precisamos adicionar outro jogador — ponderou o técnico.

chelsea
Evan Ferguson no Brighton (Foto: Icon Sport)

Perguntado sobre o possível interesse do Chelsea em Evan Ferguson, jovem promessa do Brighton, foi enfático:

— Não. Você sabe muito bem que eu não falo sobre rumores ou jogadores que estão em um clube diferente. Eu sou muito respeitoso. Não estamos falando. Estamos avaliando o elenco e se algo acontecer, comunicaremos a você. No momento, não tomamos nenhuma decisão – afirmou Pochettino.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]