Guardiola é sincero sobre craque: ‘O que De Bruyne precisa é…

4 minutos de leitura

O retorno de Kevin de Bruyne aos gramados está cada vez mais próximo. Depois de quatro meses afastado, o belga do Manchester City terá a chance de jogar contra o Huddersfield Town neste domingo (7), pela Copa da Inglaterra.

Ele já ficou no banco na partida contra o Sheffield United no último sábado (30 de dezembro), mas agora há uma chance maior de ele ganhar minutos em campo, já que o adversário pertence a uma divisão mais baixa.

Mas será que De Bruyne seguirá com a mesma qualidade depois da lesão? Pep Guardiola deu sua opinião sobre essa possibilidade na entrevista coletiva anterior à partida.

Guardiola opina sobre mudança no estilo de De Bruyne após lesão

Guardiola comentou que adoraria que De Bruyne jogasse da mesma forma que vem atuando nos últimos oito anos, mas ele sabe que vai precisar ter cuidado para evitar uma reincidência.

— Entendo a intenção da pergunta sobre a lesão, mas adoraria jogar do jeito que ele jogou comigo nos últimos oito anos. Eu adoraria. Acho que ele não vai mudar suas qualidades, seu potencial. Mas é uma lesão, uma grande. O que mais me preocupa é tentar evitar uma reincidência, é com isso que você tem que ter cuidado. Se a intenção no primeiro minuto é ‘eu quero jogar hoje', tem que ter cuidado. Tenho que falar com ele, fisioterapeutas, médicos – os caras que conhecem melhor os processos.

Para o treinador, a prioridade agora é que De Bruyne participe dos treinos e tenha minutos de jogo — nada de um retorno abrupto. E o mesmo vale para Haaland e Doku, que também estão lesionados.

— O que Kevin (ou todo jogador com lesões longas) precisa é acumular semanas de treinamento e minutos. Não sofrer um revés – um revés seria o pior. Para Kevin, Jeremy (Doku), Erling (Haaland), isso é o mais importante. Se eles puderem treinar quatro ou cinco ou seis treinos seguidos, jogar minutos em um jogo. Depois de mais cinco treinos, minutos de novo. Um dia, 90 minutos. Se não, jogue 15 (minutos), depois treine bem em Abu Dhabi. Isso é o melhor que pode aconteceu com Kevin.

De Bruyne se machucou na partida de estreia dos Citizens nesta edição da Premier League e passou um bom tempo da recuperação fora dos treinos. Por isso, a preocupação do treinador é fortalecer a musculatura do jogador para que ele não se machuque em um retorno rápido “sem pré-temporada”.

— Tem que ter uma musculatura forte, flexível. Por isso temos preparadores físicos e fisioterapeutas para cuidar disso. Não sou médico. É uma questão de acumular tempo nos treinos, isso é mais importante que 90 minutos, 80 minutos. Se fizermos isso agora, ele vai se machucar de novo. […] É muito tempo, sem pré-temporada. Ele está muito revigorado e com um desejo incrível, mas tem que ter cuidado.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.