Bastidores de Pedro Lima nos Wolves tem conversa com treinador e motivo para recusar Chelsea

4 minutos de leitura

Pedro Lima embarca neste sábado (29) para a Inglaterra, onde assinará um contrato de cinco anos com o Wolverhampton. O acordo pegou todos de surpresa, já que havia uma negociação encaminhada para o lateral ser jogador do Chelsea, e a PL Brasil teve acesso aos bastidores do “chapéu” dos Wolves.

A reportagem confirmou que o staff do jogador conversou com Real Madrid e Grupo City. O lateral de 17 anos também ficou desanimado com a ideia de ser emprestado ao Strasbourg, clube francês de Todd Boehly, mesmo dono do Chelsea.

Enquanto isso, o Wolverhampton, que conversa com o staff do atleta desde a Copa do Mundo sub-17 de 2023, apresentou um projeto que interessou Pedro Lima.

Os Wolves não convenceram Pedro Lima e seu staff pela parte financeira, mas sim pela projeção de carreira. O clube entregou um projeto para ele jogar a Premier League, assegurando-o na equipe principal e dando confiança de que aposta no jogador para ser titular do time no futuro.

Logo após o acordo, Pedro Lima e Gary O’Neil, técnico do Wolverhampton, conversaram pelo telefone. Foi apenas um papo introdutório, o que o treinador espera do jogador ainda não foi falado. Será algo para tratarem pessoalmente na Inglaterra.

Pedro Lima completará 18 anos na próxima segunda-feira (1º) e assinará o contrato com o Wolverhampton.

Ele embarca neste sábado para definir alguns detalhes pessoais importantes. O jogador ainda não definiu onde vai morar. Quanto ao inglês, ele já iniciou aulas particulares para aprender o idioma.

Valores da negociação

Pedro Lima comemora título pelo Sport. Foto: Icon Sport
Pedro Lima comemora título pelo Sport (Foto: Icon Sport)

De acordo com o “Globoesporte”, o Grupo City apresentou uma oferta de 6,7 milhões de euros (R$ 39,36 milhões). O Chelsea, por sua vez, ofereceu 7,5 milhões de euros (R$ 44,05 milhões) mais bônus de 3 milhões (R$ 17,62 milhões).

Já o Wolverhampton ofereceu 10 milhões de euros (cerca de R$ 59 milhões) sem a necessidade de gatilhos e convenceu o Sport a vender Pedro Lima, que se tornou o jogador mais valioso da história do Nordeste. O Rubro-Negro também terá direito a uma porcentagem em caso de venda futura do atleta.

O regulamento da Federação Inglesa de Futebol (FA) e da Premier League prevê a possibilidade de os clubes usarem até cinco jogadores que não cumpram os requisitos de pontuação, o que eles chamam de “slots”.

A PL Brasil apurou que o Sport incluiu a obrigação do Wolverhampton dedicar uma dessas vagas a Pedro Lima no contrato.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.