Qual é o futuro de Paul Pogba no Manchester United?

Seu período no United aparenta estar com os dias contados

0
434
paul pogba
Michael Regan/Getty Images

Querido por muitos, questionado por outros. A única certeza é que Paul Pogba não conseguiu reencontrar seu futebol que o colocou entre os melhores meio-campistas do mundo no Manchester United. Contratado na temporada 2016/2017, o francês chega a seu quinto ano pelo time – que caminha para ser seu último na Inglaterra.

Problemas com lesão, foco midiático e pouca adaptação aos esquemas utilizados. A segunda passagem de Pogba pelo United pode ainda não ter acabado, mas ficou marcada mais por pontos negativos do que positivos. Assim sendo, por ser um jogador de alto nível, frequentemente tem seu nome associado a outros times.

Os principais problemas 

A tradicional – e polêmica – mídia britânica costuma listar grandes times do continente como favoritos a repatriar o jogador. Inclusive, seu nome é mais falado longe do United do que dentro dele em si. Seu prazo de validade parece que venceu.

Em uma Data Fifa, pela França, Pogba afirmou que o ambiente na seleção era melhor. “É como se uma janela se abrisse. É uma respiração de ar fresco quando venho pra cá (seleção)”, disse o meia na ocasião. Soma-se o fato de que ele é agenciado por Mino Raiola.

Mino não só é conhecido por agenciar grandes jogadores, como também é responsável por opiniões fortes e sinceras sobre seus clientes. Principalmente quando o assunto envolve Manchester United. O italiano já levou jogadores como Zlatan Ibrahimovic e Henrikh Mkhitaryan para o United, dupla que saiu de Old Trafford pela porta de trás.

Leia mais: Qual a última escalação do Manchester United com Alex Ferguson?

A declaração mais recente do empresário foi de que Pogba tinha que mudar de time. “Ele precisa mudar de cena. O contrato dele termina só em 2022, mas eu acho que a melhor solução pra ele seria sair na próxima janela de transferências”, disse Raiola em entrevista para o Tuttosport.

Se já não bastasse todos os problemas extracampo, dentro das quatro linhas o jogador também tem dificuldade. Lesões à parte, o meia não consegue se mostrar útil no esquema selecionado por Ole Gunnar Solskjaer. Principalmente porque nos últimos anos ele era usado com frequência como segundo volante, função que não atua bem por conta de sua fraqueza defensiva.

Prova disso é que o meio-campo que mais funcionava no esquema era com Nemanja Matić, Scott McTominay e até mesmo com o brasileiro Fred. Diferente de Paul Pogba, Fred traz ao time uma função única, em que consegue contribuir na defesa e influenciar diretamente na criação de jogadas.

Será mesmo que a melhor saída seria deixar Old Trafford mais uma vez?

Os pontos positivos

No entanto, Pogba parece relutar. Apesar da passagem conturbada, há motivos de sobra para acreditar que o caminho clareou de uns tempos para cá, facilitando as coisas para que tenha sucesso em Manchester.

A primeira mudança foi a saída de José Mourinho. Após a demissão do português, Pogba teve uma de suas melhores sequências com a camisa red devil. A época coincidiu com o título da França na Copa do Mundo de 2018, competição em que teve um papel fundamental e era esperado que essa personalidade chegasse em Manchester.

Leia mais: A caminhada de Paul Pogba para ter sua melhor temporada da carreira

Fora de campo, em paralelo com os problemas, Pogba sempre demonstrou de alguma forma seu amor pelo United. Desde que voltou, mesmo sendo deixado de lado em sua primeira passagem quando mais jovem, afirma que o time tem um espaço cativo em seu coração. Em tempos ruins, reforça esse sentimento por meio de redes sociais.

Soma-se o fato de estar dentro de um time que ainda busca sua identidade. Assim sendo, mudanças são frequentes. Pouco é falado sobre, mas com Solskjaer, Pogba foi titular em 42 dos 56 jogos em que esteve disponível, tendo assim uma porcentagem de titularidade de 75%. Na Juventus, onde se destacou, era titular em 85% das vezes.

Diferença pequena, tendo em vista que sua imagem construída na Itália é bem mais positiva do que na Inglaterra. Em suma, dentro de um time já consolidado como a Juventus, onde seu papel era claro, não tinha muitos empecilhos para mostrar sua indubitável qualidade.

Qual é o futuro?

É notório que, mesmo com o cenário conturbado, ainda há esperança para Paul Pogba em Manchester. Seja pelas oportunidades que surgem com o passar do tempo, ou até mesmo pela sua demonstração de vontade em defender as cores do time.

Portanto, não é difícil desenhar um futuro que o francês conclua, pelo menos, seu vínculo que tem duração até junho de 2022. Mesmo com alguns problemas, o United por si só caminha para se organizar e voltar ao topo do futebol continental e, consequentemente, mundial.

No entanto, resta saber se a paciência de todos os envolvidos, afinal, são muitos, desta novela ainda está intacta. Independente de sua vontade de continuar, Pogba vive um momento da carreira em que suas decisões passam a ter mais peso que o normal.

Atualmente com 27 anos, busca estabilidade para, em breve, entrar na fase que os jogadores de futebol costumam decair na carreira. O tempo que o United pretende usar para concluir seu planejamento a longo prazo pode não bater com o de Pogba. Assim sendo, poderia ver mais utilidade em passar seus últimos anos de alto nível em outro lugar.

paul pogba
Michael Regan/Getty Images