Paquetá resolve final e leva West Ham a título europeu inédito

4 minutos de leitura

West Ham bateu a Fiorentina por 2 a 1 nesta quarta-feira (7), na Eden Arena, em Praga, República Tcheca, e se tornou campeão da Uefa Conference League. Benrahma abriu o placar cobrando pênalti já no segundo tempo e Bonaventura empatou minutos depois. Mas, nos minutos finais, um lindo passe de Lucas Paquetá terminou no gol decisivo de Bowen, que fechou o resultado.

É o primeiro título europeu em 24 anos para os Hammers. Antes, eles conquistaram Copa Intertoto da Uefa em 1999, competição que existiu de 1961 a 2008, que contava com equipes que não se classificaram para as principais competições europeias; e a Recopa da Uefa, derrotando os ingleses do Munich 1860 na final, em 1965.

Com o título inédito, o West Ham também está classificado para a próxima edição da Europa League. O time fechou a Premier League em 14º lugar.

Paquetá é destaque em título do West Ham

Lucas Paquetá fazia uma partida com pouco destaque, atuando como o meia mais ofensivo, centralizado, atrás do centroavante Michail Antonio. Mas, aos 45 do segundo tempo, o brasileiro dominou a bola no meio-campo e resolveu a final. Paquetá enfiou uma linda bola nas costas de Igor Julio para Bowen que, na cara do goleiro, só tocou para o gol e correu para o abraço.

Outro brasileiro dos Hammers, o lateral-esquerdo Emerson Palmieri já está acostumado a levantar taças europeias. O brasileiro naturalizado italiano já havia conquistado as duas principais competições do continente, Champions League e Europa League, atuando pelo Chelsea, e agora se tornou o único jogador a conquistar os três principais troféus da Europa.

Apenas Dodô foi titular na Fiorentina

Já a Fiorentina tem três brasileiros no elenco, mas somente um começou como titular: o lateral-direito Dodô, que fez boa partida jogando ao lado de Nico González pela direita.

O atacante Arthur Cabral começou no banco de reservas e entrou no intervalo, após a lesão do titular Jovic, mas não conseguiu deixar sua marca. Por último, o zagueiro Igor Julio também começou como reserva, mas entrou no lugar do jovem Ranieri — e acabou sendo um protagonista negativo do gol do título inglês.

A Viola aguarda a decisão da Uefa sobre a Juventus para saber se vai jogar alguma competição europeia na próxima temporada. O time terminou em 9º lugar na Itália enquanto a Juve, em 8º, seria a classificada para a Conference League.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista formado pela ECA-USP, campineiro e repórter na PL Brasil. Passagens por EL PAÍS, Revista Veja e Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]