Recusou o Liverpool! Paquetá perde posto e West Ham tem novo jogador mais bem pago

4 minutos de leitura

Lucas Paquetá tem sido destaque do West Ham, tanto na criação quanto nos momentos defensivos. A contratação mais cara da história do clube, o brasileiro era o jogador mais bem pago do elenco, mas acaba de perder este posto.

Isso porque os Hammers concluíram a negociação para renovar o contrato de Jarrod Bowen e, agora, o meia inglês terá o maior salário do time. Segundo a rádio “talkSPORT”, ele ainda recusou investidas de Liverpool e Newcastle.

Rejeitou o Liverpool para ficar no West Ham

Segundo a rádio inglesa, o meia de 26 anos acertou um novo contrato de sete anos no clube londrino. Ele é um dos artilheiros da Premier League na temporada, com cinco gols e uma assistência em sete rodadas.

O anúncio formal de que Bowen comprometeu seu futuro deve ser feito nos próximos dias. Há alguns dias, gigantes como Liverpool e Newcastle procuraram o jogador, mas ele não quis deixar a capital britânica.

Gabriel Magalhães e Tierney defendem chute de Bowen num Arsenal e West Ham - Foto: PA Images / Icon Sport
Foto: Icon Sport

O West Ham sempre manteve a esperança de que Bowen permanecesse, mas não queria entrar na janela de transferências de janeiro com o contrato não assinado.

O jogador ingressou no West Ham em 2020 em uma negociação no valor potencial de 25 milhões de libras, quando chegou do Hull City. Inicialmente, ele tinha contrato até 2025.

Disputa com Paquetá?

Bowen é um meia canhoto que atua pela direita, posição que Paquetá também já desempenhou. No entanto, ele é o titular absoluto daquela função, o que fez o brasileiro migrar entre diferentes funções no time.

O ex-Flamengo já jogou de segundo volante, meia-atacante e atua majoritariamente pela esquerda. Os dois não competem por posição e têm uma relação amistosa. Antes do acordo, Paquetá era o jogador mais bem pago do elenco.

Foto: Icon Sport

Agora em sua quinta temporada no leste de Londres, Bowen marcou 45 gols em 165 jogos. Sua contribuição mais vital foi o gol vencedor na Conference League contra a Fiorentina.

Paquetá tem 50 jogos pelo clube inglês, com sete gols e oito assistências, somando todas as competições. Seu período mais prolífico foi no Lyon, onde estava antes dos Hammers. Por lá, foram 21 gols e 13 assistências em 80 jogos.

Na seleção brasileira, o meia tem 42 jogos e nove gols. Passou a ser convocado depois da Copa de 2018, foi campeão da Copa América em 2019 e era titular no Mundial do Catar, no ano passado.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]