Paquetá dá assistências mágicas e Antony some em derrota do Manchester United para o West Ham

4 minutos de leitura

O Manchester United foi até Londres neste sábado (23) para visitar o West Ham, no Estádio Olímpico de Londres, em partida válida pela 18ª rodada da Premier League. O jogo foi parelho no início, mas acabou em vitória dos Hammers por 2 a 0, com gols de Bowen e Kudus, e duas assistências de Paquetá.

Entre os brasileiros, Antony começou jogando pelo United, enquanto Lucas Paquetá e o ítalo-brasileiro Emerson Palmieri também foram titulares no lado dos mandantes. Casemiro não esteve disponível por conta de uma lesão na coxa.

Brasileiros contrastantes

O jogo foi parelho durante o primeiro tempo e, por mais que o Manchester United tenha terminado a primeira etapa com mais posse de bola e mais ímpeto nos minutos finais, não foi dominante.

Antony cresceu na reta final do primeiro tempo, principalmente como um criador de jogadas, enquanto Paquetá ditou o ritmo do West Ham durante os minutos finais, parecendo sempre um passo adiante dos companheiros, mas nenhuma das duas equipes levou grande perigo.

paqueta antony manchester united
Foto: Icon Sport

Na etapa final, por outro lado, os Hammers foram letais e, em um período de seis minutos na parte final do jogo, liquidou o resultado com dois gols, ambos com assistências de Paquetá.

Primeiro, deu um passe por cobertura para Bowen abrir o placar. Depois, em erro de domínio de Mainoo, enfiou uma bola na medida para Kudus ampliar e sacramentar a derrota dos Red Devils.

Destaques de West Ham x Manchester United

Lucas Paquetá – 8

Em uma frequência acima do restante, deu nove passes para o último terço e duas assistências, mas também foi crucial na parte defensiva mais uma vez, com sete duelos vencidos e seis recuperações de bola.

Kudus – 8

O jovem ganês tem mostrado sintonia com Paquetá e teve mais uma boa partida. Marcou o segundo gol e terminou a partida com 89% de acerto nos passes, além de 63% de sucesso nos dribles e 13 duelos vencidos.

Bowen – 7,5

O artilheiro do West Ham na temporada e vice-artilheiro da Premier League com 11 gols marcou novamente. Foram quatro finalizações e 1,95 de gols esperados em chutes no alvo (xGOT), mesmo em uma posição não tão usual como centroavante.

Antony – 6

O brasileiro do United teve bons momentos em cruzamentos e deu seis passes para o último terço, além de ter acertado uma finalização, mas não teve grande ímpeto para levar tanto perigo ao gol. Perdeu nove dos 14 duelos que disputou e ainda teve a bola roubada três vezes.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]