Os 10 piores jogadores italianos da era Premier League

Eles chegaram à Inglaterra com grande expectativa, mas não corresponderam

0
4643
Aquilani jogadores italianos
ANDREW YATES/AFP via Getty Images

A Itália proporcionou grandes nomes para o futebol inglês. Italianos como Gianfranco Zola, Paolo Di Canio e Roberto Di Matteo fizeram sucesso em suas carreiras como jogadores e até como técnicos na Premier League. No entanto, outros personagens não tiveram o mesmo êxito.

Nós, da PL Brasil, vamos listar 10 jogadores italianos que não tiveram muito sucesso em suas passagens pela Inglaterra e contar por onde andam esses nomes nos dias atuais.

10 jogadores italianos que não tiveram sucesso na Premier League

Fabio Borini

O atacante Fabio Borini começou a sua carreira na Inglaterra em 2007. Sua trajetória começou nas categorias de base do Chelsea. No entanto, ele nunca recebeu grandes chances no elenco principal do clube londrino, apenas pela base ou pelo time reserva dos Blues.

O atacante ainda passou por empréstimos até se tornar a primeira contratação da era Brendan Rodgers no Liverpool em 2012. Borini pertenceu aos Reds por três anos, mas nunca agradou nas chances que recebeu. Pelo clube, fez apenas 38 partidas com três gols marcados.

Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

Em 2015, o Sunderland pagou oito milhões de libras ao Liverpool pelo jogador. Pelo clube do nordeste inglês, Borini viveu a melhor fase de sua carreira no futebol inglês, mas seus números para um atacante eram desanimadores. Com 17 gols em 93 partidas, ele deixou o clube em 2017 após o rebaixamento dos Black Cats para a Championship.

Nos dias atuais, Borini se encontra sem clube. Ele rescindiu o seu contrato com o Hellas Verona em setembro deste ano.

Leia mais: Os 10 piores jogadores espanhóis da era Premier League

Patrick Cutrone

Cutrone foi uma das grandes revelações do Milan nas últimas temporadas. No entanto, ele não se adaptou ao futebol inglês. O jovem de 22 anos que era um dos poucos destaques de um modesto Milan, acabou contratado pelo Wolverhampton por 22 milhões de libras em 2019.

No entanto, a passagem de Cutrone pela Inglaterra foi um fiasco. Ele fez apenas 24 jogos e marcou apenas três gols. Com isso, o atacante não chegou a fazer uma temporada completa pelo clube e saiu na janela de inverno.

Nos dias atuais, Cutrone defende a Fiorentina. Como a negociação se deu por empréstimo, existe a possibilidade de o jovem atacante ainda defender os Lobos.

Emanuele Giaccherini

O meia-atacante Emanuele Giaccherini foi contratado pelo Sunderland em 2013. Na época, ele fez parte do grupo da Itália que foi vice-campeã da Eurocopa de 2012. O atleta veio sob grandes expectativas que não foram concretizadas.

Ele ficou no clube por três anos, sendo que em um deles acabou emprestado. Foram 43 jogos e apenas cinco gols marcados na passagem. Atualmente, Giaccherini atua pelo Chievo Verona da Itália.

Mark Runnacles/Getty Images

Leia mais: 5 jogadores italianos que passaram pela Premier League e talvez você não sabia

Dani Osvaldo

O atacante Dani Osvaldo foi contratado por 15 milhões de libras em 2013. Na passagem, ele coleciona mais polêmicas do que gols pelo Southampton. No futebol, o italiano ficou marcado por um lindo gol marcado contra o Manchester City. No entanto, a passagem não agradou.

O argentino naturalizado italiano sempre foi um jogador polêmico. Em 2014, ele foi multado e punido com 3 partidas de suspensão após uma briga durante um jogo contra o Newcastle. Três semanas depois, ele foi suspenso pelo clube após se envolver em uma briga com o zagueiro José Fonte, no treino dos Saints.

Com isso, o clube perdeu a paciência de vez com o atacante, que teve seu contrato rescindido. Em sua saída, Osvaldo admitiu que teve problemas de adaptação na Inglaterra.

Osvaldo se aposentou em 2016 para investir na carreira musical. Mas retornou aos gramados para atuar por Boca Juniors e Banfield na Argentina. Atualmente ele está sem clube.

Antonio Nocerino

Nocerino passou a maior parte da sua carreira atuando pelo Milan. Mas também se aventurou na Inglaterra em 2014. O italiano foi contratado por empréstimo pelo West Ham para o restante da temporada de 2013/2014.

Com apenas dez jogos e nenhum gol marcado, o meia não agradou durante sua passagem pelo clube e não teve os direitos de compra exercidos. No entanto, Nocerino chegou a declarar que desejava ficar no clube, mas não teve o pedido atendido.

Nocerino
Clint Hughes/Getty Images

Após rodar vários clubes ao redor do mundo por empréstimo, ele se transferiu para o Orlando City em 2016. No início do ano, ele encerrou sua carreira atuando pelo Benevento, da Itália.

Federico Macheda

De um início promissor para o anonimato. Essa é a história do atacante Federico Macheda, que teve um brilhante início no Manchester United. Em sua estreia pelo profissional, o atacante fez o gol da vitória contra o Aston Villa pela temporada 2008/09. Mas logo caiu em queda livre.

Foram seis anos como jogador do clube. Mas na maior parte do tempo, o jogador esteve em empréstimos mal sucedidos para diversos clubes. Até que em 2014, ele deixou a equipe em definitivo após ser contratado pelo Cardiff City.

Nos dias atuais, o atacante está no Panathinaikos da Grécia. Em seu clube atual, o atacante coleciona 28 gols em 73 partidas. A melhor marca de sua carreira em uma equipe.

Leia mais: Os 10 maiores jogadores italianos da Premier League.

Alberto Aquilani

Alberto Aquilani passou sete anos na Roma antes de acertar com o Liverpool. Em 2009, o meia assinou por cinco anos após os Reds pagarem 20 milhões de libras para o clube italiano. Entretanto, a passagem não foi tão boa como esperava a torcida.

Aquilani italiano
Jamie McDonald/Getty Images

Por conta das lesões, o jogador teve pouco tempo de jogo no clube. Foram apenas 28 jogos em três anos de clube. Sem tempo de jogo, especialmente após a contratação de Roy Hodgson, o jogador foi emprestado para alguns clubes da Itália. Em 2012, ele deixou o clube em definitivo para assinar com a Fiorentina.

Nos dias atuais, Aquilani está aposentado do futebol. Seu último clube foi o Las Palmas em 2018.

Simone Zaza

O atacante italiano iniciou sua carreira na Atalanta em 2008. Porém, ele se destacou mesmo no Sassuolo em 2013. Depois da boa passagem pelo Sassuolo, Zaza foi contratado pela Juventus, onde não teve grandes chances. Com isso, o clube de Turim emprestou o atacante para o West Ham.

Uma contusão no joelho atrapalhou sua passagem pelos Hammers. Com isso, Simone Zaza não foi contratado pelo time londrino, já que ele teria que realizar um determinado número de partidas para ser comprado.

Simone está atuando atualmente pelo Torino. Ele ainda passou pelo Valencia antes de chegar ao clube de Turim.

Massimo Taibi

Conhecido por atuar em muitos clubes italianos, Massimo Taibi assinou com o Manchester United em 1999. O italiano tinha a missão de substituir o lendário Peter Schmeichel, que havia deixado o clube. Todavia, o goleiro não correspondeu às expectativas.

O goleiro atuou por apenas quatro partidas pela equipe de Manchester. Em uma delas, o goleiro cometeu uma grande falha contra o Southampton. Massimo também participou da goleada sofrida contra o Chelsea por 5 a 0.

Adrian Dennis/AFP via Getty Images

Depois de uma temporada, o goleiro retornou a Itália e se aposentou em 2009 atuando pelo Ascoli.

Andrea Dossena

Andrea Dossena foi contratado pelo Liverpool em 2008. Na ocasião, ele veio para ser o substituto de John Arne Riise, que havia deixado o clube. Contudo, o italiano deixou a desejar em suas performances e até chegou a se criticar em uma entrevista dada ao jornal The Guardian.

“Não estou feliz com meu nível de atuações. Eu tenho que chegar a um alto nível e manter esse nível, mas primeiro tenho que chegar ao time titular”, afirmou o jogador na época.

O jogador deixou o clube em 2010. Em 2013, o lateral ainda teve uma rápida passagem pelo Sunderland, mas também deixou a desejar. Expulso em um jogo contra o Hull City, ele não voltou mais ao time titular.  Atualmente, Andrea está aposentado. Seu último clube foi o Piacenza em 2017.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube!

  • 10 MELHORES CONTRATAÇÕES DA PREMIER LEAGUE 2020/21 PARTE II

Não há posts para exibir