Old Trafford: Teatro dos Sonhos completa 110 anos

PL Brasil te conta a longa e rica história do Teatro dos Sonhos

0
494
Old Trafford: Teatro dos Sonhos completa 110 anos
Ross Kinnaird/Getty Images Sport

O Old Trafford é o segundo maior estádio da Inglaterra em termos de capacidade, atrás somente do Wembley. O Teatro dos Sonhos já foi palco da Copa do Mundo de 1966 e da final da Champions League 2002/2003. Nesta quarta-feira (19), o palco no qual cabem aproximadamente 76 mil torcedores, chega aos seus 110 anos. Por isso, a PL Brasil conta um pouco da sua gigante história.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube
  • 5 ESTÁDIOS INGLESES QUE NÃO EXISTEM MAIS

Bem antes do Teatro dos Sonhos

Nos seus primeiros anos, o até então Newton Heath jogou em vários estádios antes de se mudar para North Road Monsall em 1880. Esse campo foi considerado o pior da liga. Estava envolto pela fumaça da indústria vizinha e era duro como pedra no verão e uma grande poça de lama no inverno.

As equipes visitantes se queixaram tanto das condições de North Road que o clube decidiu mudar para outro terreno na Bank Street, Clayton. Isso acabou por não melhorar muito, visto que a lama e as pedras foram substituídas pelos vapores tóxicos dos trabalhos químicos próximos dali.

Uma situação financeira ruim fez com que o Newton Heath declarasse falência em 1902. Após o reinício, o nome do clube foi transformado em Manchester United Football Club.

Nos anos seguintes, o clube foi bem-sucedido, mas o problema do estádio ainda persistia. Assim, um novo local em Trafford Park foi adquirido pelo então presidente John Henry Davies por 60 mil libras, na época. Em 22 de janeiro de 1910, o United jogou sua última partida em Bank Street e derrotou o Tottenham por 5 a 0.

O início de um sonho

O novo estádio foi planejado para ser o melhor do país, com capacidade para 100 mil pessoas. Porém, depois que os investimentos subiram mais 30 mil libras, os planos foram alterados e a expectativa era uma capacidade para aproximadamente 60 mil espectadores.

O arquiteto escocês Archibald Leitch foi contratado para projetar a nova casa dos Red Devils. Um dos principais designers de futebol da Grã-Bretanha, entre 1899 e 1939, ele foi responsável por mais de 20 estádios, incluindo Stamford Bridge, Anfield, Goodison Park, Hillsborough, Molineux, Villa Park, Bramall Lane e White Hart Lane.

Em 19 de fevereiro de 1910, foi realizada a primeira partida em Old Trafford: nada mais nada menos que um North West Derby. O Manchester United perdeu por um gol, com o placar final de 4 a 3 para o Liverpool. Mas no final de sua primeira temporada em Old Trafford, os Diabos Vermelhos voltaram a ser campeões da Liga.

Topical Press Agency Collection/Hulton Archive

O estádio naquela época consistia em um assento coberto e terraços abertos nos outros três lados. A capacidade era de um pouco mais de 80 mil lugares. Poucas mudanças foram feitas no estádio até a construção de um telhado sobre o terraço da United Road em 1934.

Em 1939, Old Trafford registrou sua maior participação de 76.962 durante uma partida da semifinal da Copa da Inglaterra entre Wolves e Grimsby Town.

Os bombardeios

Após várias décadas de sucesso, com públicos recordes e celebrações de títulos, a eclosão da Segunda Guerra Mundial freou a ascensão do Old Trafford.

Durante a Segunda Grande Guerra, o Teatro dos Sonhos foi usado pelos militares como depósito e a proximidade do estádio com o Trafford Park Industrial Estate o tornou um alvo durante os ataques aéreos. Em 11 de março de 1941 ele foi fortemente danificado por um bombardeio alemão.

O dano pela guerra foi tão grande que levou oito anos para reconstruir completamente o estádio, por conta dos atrasos causados ​​por recursos limitados do pós-guerra. E, durante esse período, o United jogou no Maine Road, sede do rival Manchester City.

Leia mais: Maine Road: relembre a trajetória da antiga casa do Manchester City

A reconstrução e as expansões

Em 24 de agosto de 1949, o Manchester United voltou para um Old Trafford reconstruído, embora menor. A adição de holofotes, permitindo jogos noturnos, foi concluída em 1957 e um projeto para cobrir as arquibancadas com telhados foi concluído em 1959.

Melhorias e expansões incrementais foram feitas nas décadas seguintes, que culminaram na renovação completa do Stand da United Road (Norte) na década de 1960. Este estande também abrigou os primeiras camarotes particulares a serem construídos em um estádio britânico.

Old Trafford aprimorou-se gradualmente nas décadas de 1970 e 1980, incluindo novas e melhores coberturas, áreas de assentos ampliadas e instalações executivas aprimoradas. Ao mesmo tempo, no entanto, a ascensão do vandalismo também resultou na instalação de cercas de segurança que separavam as arquibancadas do campo.

Catherine Ivill Getty/Images Sport

No início dos anos 1990, após o desastre de Hillsborough e o Relatório Tayler, todos os principais clubes da Inglaterra precisavam ter um estádio que comportasse todos os torcedores sentados. Isso reduziu a capacidade de Old Trafford para 44 mil assentos, a mais baixa de toda a sua história.

Leia mais: Desastre de Hillsborough: a história de uma das maiores tragédias do futebol

Mas com a crescente popularidade do United nos anos de 1990, o estádio era pequeno demais. Isso levou a uma série de expansões adicionais dos Stands Leste e Oeste, bem como a construção do North Stand de três níveis.

Do lado de fora, nos anos 2000, uma grande frente de vidro colorido, semelhante a um bloco de escritório moderno foi colocado. Lá está a estátua de Sir Matt Busby, a placa memorial e o relógio em homenagem ao acidente aéreo de Munique, ocorrido em 6 de fevereiro de 1958.

Leia mais: Desastre de Munique: a tragédia que marcou a história do Manchester United

Planos futuros

O South Stand de Old Trafford continua sendo o único estande de duas camadas do estádio, mas as possibilidades de expansão são limitadas devido à linha ferroviária que passa atrás do mesmo. Além de que o clube teria que comprar até cinquenta casas próximas, o que resultaria em grandes despesas e perturbações para os moradores locais.

No entanto, mesmo sem planos concretos no momento, o plano de longo prazo para o estádio permanece o de reconstruir o South Stand de maneira semelhante ao North Stand: com cantos cheios, possibilitando um estádio capaz de comportar mais de 90 mil torcedores.

Old Trafford é sem dúvida alguma um dos maiores e mais famosos estádios do mundo. Em uma época em que muitos clubes estão construindo arenas modernas e se mudando de suas casas tradicionais, o United permanece com a magia de Old Trafford.

Em um grande dia de jogo ou noite europeia, a atmosfera é tão boa quanto qualquer outro local do futebol mundial. O Theatre of Dreams, como Bobby Charlton o nomeou, é o palco ideal para o maior clube do país e um dos maiores do mundo desfilar o seu futebol.

Alex Livesey/Getty Images Sport