O que o Barcelona precisa para passar por cima da crise?

Barcelona
Foto: Divulgação/ FC Barcelona

O Barcelona vive uma das piores crises financeiras da história. Bartomeu, ex-presidente da equipe, deixou uma divida enorme, que prejudica o time. Dessa forma, Laporta, que está no cargo a pouco tempo, tentar recuperar o status financeiro para depois reerguer o futebol. Contudo, após perder Messi, essa missão ficou mais difícil. Então, confira a coluna Conceito Premier sobre a crise do Barça.

Como começou a crise

Antes de mais nada, para entender a atual situação do time, é preciso entender como tudo isso aconteceu. Em 2014, Bartomeu assumiu o cargo de presidente do clube. Dessa forma, logo na primeira janela de transferências, o espanhol realizou ótimas contratações. Luis Suárez, Marc-André ter Stegen, Ivan Rakitic e Claudio Bravo foram contratados e ajudaram a equipe ao longo dos anos.

Entretanto, logo depois disso, Bartomeu começou a gastar um enorme quantia de dinheiro em atletas que não tinha esse valor. Arda Turan, André Gomes, Paco Alcácer, Ousmane Dembélé, Paulinho, Malcom, Arthur, Kevin-Prince Boateng, Jeison Murillo e outros jogadores. Além da enorme quantia na compra, o salário que cada um recebia era muito alto. Então, com a pandemia, o time perdeu lucro com arquibancada e turismo. Assim, afundou em uma crise que está mais forte nos dias de hoje.

O que o Barcelona precisa para sair da crise

Primeiramente, com a venda, empréstimos e encerramento de contratos de alguns jogadores, como: Antoine Griezmann, Junior Firpo, Miralem Pjanic e também Lionel Messi, a folha salarial do time diminuiu. Então, essa é uma boa notícia. Por outro lado, Laporta ainda quer reduzir ainda mais os gastos relacionados aos pagamentos. Nomes como Gerard Piqué, Jordi Alba, Sergio Busquets e Sergi Roberto deixaram claro a vontade em reduzir o pagamento.

Atualmente, na temporada 2021/22, o time está mostrando grandes dificuldades na criação de jogadas e também no sistema defensivo. Na partida diante do Granada, que aconteceu na segunda-feira (20), o Barcelona terminou o jogo com Piqué de centroavante, Araújo de Ponta, Luuk de Jong como falso 9 e Memphis jogando como ponta-esquerda. Ou seja, totalmente desorganizado.

Essa partida mostrou um problema que Laporta fez, que é ter um time sem elenco. Vender Griezmann e contratar Luuk de Jong não foi bom para o Barcelona dentro de campo. O atacante holandês marcou dez gols nos últimos dois anos.

Além disso, no banco tinha Umtiti, Lenglet e Piqué, ou seja, três zagueiros como suplentes, sendo que você usa ou dois no máximo. Por fim, o time não pode ficar dependendo de Demir, Gavi, Balde e Ansu. Todos são muito jovens e essa atual fase pode prejudicar os jogadores e também a equipe.

Dessa forma, o Barcelona precisa ter um elenco para começar a derrotar a crise. Ronald Koeman está sujando a sua época gloriosa que teve como zagueiro. Afinal, como técnico, o holandês mostra uma limitação criativa e tática. A situação financeira é o maior problema. O time não tem dinheiro. Então, com a volta do público nos estádios e do turismo no Camp Nou, o Barça pode ter uma ajuda.

Tempo para que o Barcelona volte a ser um dos principais da Europa

Na atual temporada, a equipe precisa entender que não faz parte dos principais times da UEFA Champions League. Assim, deve focar na La Liga e Copa do Rei. O Barcelona pode começar a se reergue na próxima temporada. Com a volta da torcida, as visitas de turistas no Camp Nou e a venda de jovens, o clube pode iniciar uma nova era.

Sem dúvidas, para passar por cima da crise, o primeiro passo foi comprido, que foi a saída de Bartomeu. Entretanto, Laporta precisa entender que a situação do elenco deve ser tratada da mesma forma que o presidente trata a questão financeira. Além disso, o Barça não pode gastar milhões em contratações sem noções e dar um alto valor de salário para esses atletas.

Por fim a época 2021/22 será de transição e a próxima deve ser de um novo início. Com um projeto que soma dentro e fora de campo. Laporta deve encontrar uma forma de encontrar bons jogadores, que não possuem um salário alto. Bartomeu deixou um enorme buraco e tampar isso vai demorar um pouco.