O que esperar no retorno da Championship 2019/2020

Restando nove rodadas, confira o que ainda está em jogo na segunda divisão

0
294
championship 2019 2020
Alex Pantling/Getty Images

A nove rodadas do término da temporada regular, a Championship 2019/2020 está de volta. Junto dela, o retorno de disputas interessantes envolvendo título, classificação aos playoffs e luta contra o rebaixamento.

Aproveitando que a segunda divisão passa a ter transmissão da Fox Sports, além dos canais ESPN, a PL Brasil apresenta agora uma perspectiva do que esperar nessa reta final – além de quais partidas acompanhar nas próximas rodadas para se inteirar do campeonato.

Sky Sports

Acesso direto e título da Championship 2019/2020

Em oito das últimas 10 edições da Championship, os clubes que a nove rodadas do fim ocupavam as duas primeiras posições conquistaram o acesso direto à Premier League. Exceção, em 2011/2012, o West Ham, segundo colocado após 37 rodadas, subiu à primeira divisão, mas, tendo terminado a temporada regular na terceira colocação, precisou passar pelos playoffs.

Nessa década recente, uma única vez um dos dois primeiros colocados à essa altura do campeonato não se classificou à elite nacional. E foi o Leeds United, na edição 2018/2019, quando eliminado nos playoffs. Mas é bom lembrar que, à época, os Whites estavam apenas dois pontos à frente do terceiro colocado, o Sheffield United.

Já nesta temporada, o Leeds caminha a passos largos rumo ao tão esperado retorno à Premier League. São sete pontos à frente do Fulham, terceiro colocado, e onze a mais que o Brentford, quarto. E os destaques individuais da equipe menos vazada do campeonato (30 gols) são inúmeros, com ênfase em Kalvin Philips, Luke Ayling e Ben White.

Após arrancada espetacular entre novembro e dezembro, a equipe chegou a sentir o acesso novamente escapando. Entre a 22ª e a 32ª rodadas foram cinco derrotas, quatro empates e apenas duas vitórias. Mas, no momento crucial, o Leeds retomou a boa forma: nas últimas cinco partidas, cinco vitórias, nove gols marcados e nenhum sofrido.

Leia mais: Marcelo Bielsa e a Era da Loucura em Leeds

Com apenas um ponto a menos, o West Bromwich também aparece como grande candidato à classificação direta à Premier League, sem ter que disputar os playoffs. Dono do melhor ataque (64 gols), o clube tem como grande destaque o brasileiro Matheus Pereira, líder de assistências da competição (12).

Assim como o Leeds, o West Brom teve período quase perfeito no final de 2019, mas perdeu o fôlego na virada do ano. E, após embalar nova sequência, com cinco vitórias em fevereiro, a equipe vem de dois tropeços – empate com Swansea e derrota em casa para Wigan – mas nada que conteste o excelente trabalho de Slaven Bilíc.

Retrato da temporada, a liderança esteve com Leeds ou West Bromwich em 33 das 37 rodadas disputadas. E a tendência é sim que o troféu fique com uma das equipes. Em recente análise da Experimental 3-6-1 para a Sky Sports, Whites e Baggies aparecem, respectivamente, com 71% e 27% de probabilidade de título; para o acesso direto, 98% e 90%.

Não há confronto direto entre os candidatos, mas ambos têm partida decisiva contra o Fulham. No mais, a tabela do líder é teoricamente mais fácil: encara três equipes que atualmente ocupam a zona de rebaixamento; já o rival, apesar de enfrentar os ameaçados Hull City e Huddersfield, tem, ainda este mês, jogo dificílimo contra o Brentford.

Playoffs 

Nos últimos 10 anos de Championship, somente nove equipes que iniciaram a 38ª rodada entre os seis primeiros colocados não se classificaram aos playoffs. E em apenas duas dessas temporadas uma equipe que não estava no G6 após 37 rodadas conseguiu o acesso à Premier League.

Uma delas foi o Aston Villa, na mais recente edição, mas, a quatro pontos do sexto colocado, o clube vinha impulsionado por três vitórias consecutivas. Já em 2009/2010, aí sim imprevisível, o Blackpool tirou uma diferença de oito pontos em nove rodadas, garantindo a sexta colocação na última rodada.

Na atual temporada, Reading e Sheffield Wednesday estão a oito pontos da zona de classificação aos playoffs, mas a perspectiva que algum deles tenha fôlego para chegar até lá é muito remota. Até porque hoje sete equipes separam os dois clubes da sexta colocação. Excluindo-se eles, são, portanto, 11 times disputando quatro posições no G6.

Contudo, o Fulham, do artilheiro Mitrovic (23 gols), já deixou bem encaminhada a vaga, no mínimo, aos playoffs. Na previsão da Experimental 3-6-1, aparece com mais de 90% de chance de se garantir no mata-mata, ainda que tenha um calendário complicado, enfrentando os dois líderes, além de Brentford e Nottingham Forest.

Essas duas equipes, aliás, respectivamente quarto e quinto colocados, com 60 pontos cada, também altamente cotadas para disputar os playoffs. Ambas têm confrontos diretos com três equipes da parte de cima, mas outras três partidas contra clubes ameaçados de rebaixamento, incluindo o lanterna Barnsley, no final de julho.

Harry Trump/Getty Images

Leia mais: Championship 2019/2020: analisamos 7 destaques da atual edição

Há um certo favoritismo do Brentford, melhor ataque da competição (64 gols), embalado pelo trio Said Bnrahma, Bryan Mbeumo e Ollie Watkins. O Nottingham Forest vem de apenas uma vitória nas últimas seis partidas, mas ainda quatro pontos à frente do sexto colocado e conta com o goleador Lewis Grabban para recuperar a boa forma.

Na prática, nessa retomada da Championship 2019/2020, são oito equipes com chances reais de chegar aos playoffs brigando efetivamente por uma única vaga, que atualmente pertence ao Preston North End, com 56 pontos. Na sequência, vêm Bristol City, Millwall, Cardiff, Blackburn, Swansea, Derby County e Queens Park Rangers – os dois últimos mais distantes.

Apesar de dois pontos a menos que o Preston, e atrás também do Bristol, o Millwall é quem aparece melhor na projeção da Experimental 3-6-1, com 33% de probabilidade de classificação aos playoffs. Os Lions deixaram uma ótima impressão na partida antes da parada, vitória sobre o Forest, em Nottingham, por 3 a 0.

E agora a boa perspectiva se dá, em grande medida, por ser o único candidato ao acesso que já enfrentou os principais postulantes do campeonato. Da parte de cima da tabela, resta encarar apenas Blackburn e Swansea, que vinham em queda, e Derby, que corre por fora na disputa. Em contrapartida, ainda encara cinco dos sete últimos colocados.

Enquanto isso, Preston e Bristol terão que se enfrentar na última rodada, além de ambos terem confronto direto com Nottingham Forest e Cardiff. Este, que tem os mesmos 54 pontos do Millwall, ainda tem três jogos contra equipes que lutam contra o rebaixamento, mas encara também Leeds e Fulham.

Leia mais: Preston North End: conheça o primeiro campeão inglês

Rebaixamento 

Nos últimos 10 anos de Championship, jamais um clube que estava entre os dois últimos colocados após 37 rodadas conseguiu escapar do rebaixamento. E em apenas cinco dessas edições, portanto metade delas, a equipe que ocupava a 22ª posição se manteve na segunda divisão – missão que este ano cabe ao Charlton Athletic.

Na atual temporada, é bastante improvável que Luton Town e Barnsley, atualmente 23º e 24º colocados, escapem da queda à League One. Com apenas 34 pontos, o Barnsley até esboçou uma reação em fevereiro, conseguindo três vitórias consecutivas, mas ela foi freada após derrotas para Reading e Cardiff.

E o Luton Town, que se manteve próximo da zona de rebaixamento desde o início da temporada, afundou de vez entre janeiro e dezembro, com sete derrotas em oito partidas. A fase até melhorou e são três vitórias nos últimos seis jogos. Contudo, ainda a seis pontos do 21º colocado, a equipe retorna com sequência complicada: Preston, Swansea e Leeds.

Leia mais: A única participação do Barnsley na Premier League

Já a 22ª posição ameaça seis equipes. Apenas três separam pontos separam o Stoke, 17º, e o Charlton. Esse, vindo de três derrotas seguidas, provavelmente não mais contará com o destaque Lyle Taylor. Com contrato prestes a expirar, o atacante se recusa a jogar, de olho numa desejada transferência, preocupado em evitar eventual lesão.

E essa situação é, de certa forma, um alívio para o Hull City, o 20º colocado. Depois de perder Jarrod Bowen e Kamil Grosicki na janela de inverno, o Hull vem de nove derrotas e dois empates nas últimas 11 rodadas. Agora, tem pela frente duas partidas cruciais, contra o próprio Charlton e o Middlesbrough.

championship 2019 2020
Justin Setterfield Getty Images

Leia mais: Doriva: Deixamos um legado escrito na história do Middlesbrough

O Boro, que conta com a volta de Patrick Roberts, saiu da zona da degola na última rodada, após sequência de dez jogos sem vitória, ao derrotar justamente o Charlton – que, por sinal, ainda não havia estado entre os três últimos na Championship 2019/2020.

Na contramão, está o Wigan, que conseguiu recuperação espetacular, alcançando cinco vitórias nos últimos nove jogos. Agora, com os mesmos 41 pontos de Hull e Middlesbrough, os Latics tem uma decisão a cada rodada. Enfrentam Huddersfield, Stoke, Barnsley, Hull e Charlton – além de Brentford e Fulham.

Os mencionados Huddersfield e Stoke City têm uma folga de apenas três pontos para o Z-3. Ambos os clubes passaram boa parte da liga na zona de rebaixamento, sobretudo o Stoke. Nas próximas rodadas, uma missão complicada: cada um deles enfrenta quatro equipes do atual G8.

10 jogos para ficar de olho nas duas próximas rodadas da Championship 2019/2020

38ª rodada, Fulham x Brentford, 20 de junho, às 8h30. A Championship retorna logo de cara com um West London Derby (assim chamada qualquer partida envolvendo essas duas equipes e/ou Chelsea e QPR), com transmissão da ESPN Brasil. Aos Cottagers, a chance de encostar nos líderes; aos Bees, de praticamente garantir vaga nos playoffs.

38ª rodada, Millwall x Derby County, 20 de junho, às 9h. Um confronto fundamental para o restante da temporada, entre clubes atualmente separados por três pontos. Se a vitória representa para o Millwall se tornar de vez real candidato ao acesso, a derrota representa para o Derby praticamente um adeus à classificação aos playoffs.

38ª rodada, Hull City x Charlton, 20 de junho, às 11h. No duelo dos desesperados, quem perder termina a rodada na zona de rebaixamento. Mas o Hull, que não ganha desde 4 de janeiro, pode abrir quatro pontos do Z-3 e voltar a respirar no campeonato. Já em caso de vitória do Charlton, a luta pela permanência ficará ainda mais acirrada.

Leia mais: Montamos uma seleção de jogadores ingleses pra cada região do país

38ª rodada, Blackburn Rovers x Bristol City, 20 de junho, às 11h. No duelo entre o 10º e o 7º colocados, quem ganhar inicia a reta final com bastante moral na briga pelos playoffs da Championship 2019/2020. Para as duas equipes, a oportunidade de deixar para trás um jejum sem vitórias – de quatro e cinco partidas, respectivamente.

38ª rodada, Cardiff x Leeds, 21 de junho, às 8h. Com transmissão da Fox Sports, é um dos jogos mais aguardados da rodada, porque traz o líder Leeds em busca de sua sexta vitória consecutiva. Em contrapartida, uma vitória do Cardiff pode recolocar a equipe galesa no G-6.

39ª rodada, Brentford x West Bromwich, 26 de junho, às 15h45. A partida inaugural da 29ª rodada reúne os clubes que têm, hoje, o melhor ataque da competição, com 64 gols cada. Oportunidade para acompanhar Benrahma e Matheus Pereira, dois dos maiores destaques da Championship 2019/2020 e nomes que devem figurar na próxima Premier League.

Leia mais: 10 brasileiros que passaram pela Championship e você não sabia

39ª rodada, Preston x Cardiff, 27 de junho, às 8h30. Confronto direto entre equipes hoje separadas por dois pontos e que, a depender da próxima rodada, podem até estar em papéis invertidos. Em outro cenário, pode ser a chance de o Cardiff não deixar que o Preston dispare na 6ª colocação.

39ª rodada, Leeds x Fulham, 27 de junho, às 11h. Mais um confronto decisivo da 39ª rodada, que pode alterar tanto a liderança quanto a terceira colocação, ou até mesmo deixar o Fulham bastante próximo do G2. As equipes terão a vantagem de já saber o resultado entre Brentford e West Brom, jogo do dia anterior.

39ª rodada, Charlton Athletic x Queens Park Rangers, 27 de junho, às 11h. Atualmente deixado de lado na disputa de cima, o QPR vem de ótima sequência e pode ter aqui oportunidade real de encostar no G6, caso tenha vencido o lanterna Barnsley dias antes. Do outro lado, partida com certeza decisiva para o Charlton.

39ª rodada, Nottingham Forest x Huddersfield Town, 28 de junho, às 10h15. Um jogo aparentemente morno, mas que pode representar bastante após a 38ª rodada. O Nottingham pode ter visto diminuir sua vantagem de cinco pontos na zona de classificação, enquanto os Terriers estarão desesperados caso tenham perdido para o Wigan.