O que esperar do brasileiro Gabriel Magalhães no Arsenal?

Com destaque do Lille, Gunners reforçam o setor mais carente da equipe

0
435
gabriel arsenal zagueiro brasileiro
Credit Arsenal FC

A Premier League tem tido cada vez mais brasileiros em suas equipes e nesta semana contou com a chegada de mais um: o zagueiro Gabriel Magalhães no Arsenal. O jovem de 22 anos chega do Lille para se tornar uma ótima opção para a problemática defesa dos Gunners. No entanto quem é Gabriel Magalhães e o que pode acrescentar no Arsenal de Mikel Arteta?

O que esperar do brasileiro Gabriel Magalhães no Arsenal?

De Floripa para Lille

Ainda muito jovem, com menos de 20 anos, Gabriel deixou a cidade de Florianópolis para se transferir diretamente do Avaí para o Lille. Um ano antes, em 2016, teve sua única temporada pelo time principal do Avaí. Naquele ano se destacou no Brasileirão Série B, sendo um dos capitães do time com apenas 18 anos.

Leia mais: 82 jogadores brasileiros já atuaram na Premier League; veja lista

Assim sendo, o Lille, que mapeia muito bem o mercado de jovens promessas, pagou cerca de 3 milhões de euros pelo promissor zagueiro. Após sua chegada na França, Gabriel se determinou a aprender o idioma local, mas logo depois foi emprestado.

Na temporada 2017/2018, passou as metades da temporada em dois clubes diferentes. A primeira metade no Troyes, também da França, e a segunda no Dinamo Zagreb, da Croácia. Nesse tempo ele atuou apenas uma vez no time principal de cada clube.

Depois que passou esse ano fora, Gabriel voltou para Lille e teve sua oportunidade de estrear pela equipe principal em fevereiro de 2019. A partir disso não saiu mais do time e começou a despontar. 

Assim sendo, em 2019/2020, o brasileiro se tornou peça chave e sempre presente no onze inicial. Ao lado de José Fonte, zagueiro português que teve passagem marcante na Premier League, Gabriel fez 34 jogos em toda a temporada e 24 jogos na Ligue 1 – que foi finalizada com 10 rodadas de antecedência.

Como joga a nova contratação do Arsenal? 

De antemão, já se pode afirmar que Gabriel deve contribuir muito para Arteta. O zagueiro é uma ótima opção para ser o defensor do lado esquerdo, já que tem o posicionamento e o desarme como fortes características, o que contribui para a cobertura dos laterais ou alas.

Outra característica marcante do brasileiro é o senso de antecipação, que faz com que ele destrua muitas jogadas ofensivas dos adversários, recupere a bola e ainda consiga sair para a transição ofensiva. 

Quando falamos do jogo intenso da Premier League, logicamente que o zagueiro não deve ser apenas um “destruidor” de jogadas adversárias, mas também um “construtor” de jogadas do seu próprio time. E Gabriel sabe muito bem fazer ambas as coisas. 

A saída de jogo qualificada, principalmente abrindo para o flanco esquerdo é uma das ações do seu repertório. Por ser um jogador que busca passar a bola verticalmente na fase ofensiva, seu percentual de acerto de passes (82%) é interessante. Até porque muitos defensores que tem esse percentual acima de 90%, costumam não dar passes mais verticais ou de risco.

Leia mais: Maior salário e poucas chances: Özil é um problema para o Arsenal

Outro ponto do repertório é na bola aérea ofensiva. Se na defesa ele será importante, principalmente contra adversários que gostam de um jogo mais físico e de cruzamentos na área, no ataque ele pode ser letal. Na última edição da Ligue 1, nenhum defensor atacou mais o gol adversário em bolas aéreas do que Gabriel. Pode sair daí, uma boa opção para Arteta. 

Como Arteta pode trabalhar com Gabriel Magalhães?

gabriel arsenal zagueiro brasileiro

Mais do que qualquer estatística individual ou estilo de jogo, vale mais nesse momento a crença que com Gabriel Magalhães no Arsenal, a defesa deve voltar a ficar segura. Até porque na última temporada, nos 24 jogos em que Gabriel esteve em campo, o Lille não sofreu gols em onze. 

Depois de um ano, Gabriel vai reencontrar seu ex-companheiro de Lille, Nicolas Pépé, e se juntar a outros três brasileiros: Willian, David Luiz e Gabriel Martinelli. Por sinal, as chances de David Luiz e Gabriel atuarem juntos são bem grandes, uma vez que o jovem brasileiro se demonstra mais pronto e experiente do que William Saliba

Na verdade, essa vai ser uma disputa interessante de se observar nos Gunners em 2020/2021. Claramente, Saliba e Gabriel formam uma dupla de defensores muito qualificada e que pode render muito bem por um longo tempo. No entanto, pode ser improvável que Arteta escale os dois jovens em situações comuns. 

Leia mais: Com Leno e Martínez em alta, como fica a situação dos goleiros do Arsenal?

É provável que o treinador do Arsenal faça uma mescla entre os dois e David Luiz, num esquema com uma linha defensiva composta por quatro jogadores. Caso use uma linha de três com Tierney mais avançado, são altas as probabilidades de Saliba, David Luiz e Gabriel formarem esse trio defensivo. 

Nesse sentido, tanto Saliba quanto Gabriel vão precisar de tempo e de uma transição adequada ao estilo de jogo rápido e intenso da Premier League. Cabe a Arteta fazer com que essa transição seja benéfica aos atletas e ao Arsenal. A torcida também deve ter paciência nesse processo de amadurecimento e adaptação da dupla, que pode ser parte fundamental no caminho de volta às glórias no clube. 

Não há posts para exibir