Quem é o maior campeão da Champions League? Confira o top 10

Quem é o maior campeão da Champions League? Confira o top 10

Antes de tudo, a UEFA Champions League é o maior evento de clubes de futebol do mundo. De fato, todos os anos a competição reúne as principais equipes da Europa para este certame que atrai os olhares do mundo inteiro. Então, surge sempre a pergunta: quem é o maior campeão da Champions League?

Pois bem, para quem acompanha o torneio há muitos anos já sabe a resposta. Contudo, quem acompanha há pouco tempo tem dúvida. Mas por pouco tempo, pois a Premier League Brasil vai mostrar, não só quem é o maior campeão da Champions League, como também quem integra o top 10 maiores campeões da Champions League.

Quem é o maior campeão da Champions League? Confira o top 10

1º Real Madrid (14 títulos): quem é o maior campeão da Champions League

Em primeiro lugar, e disparado, quem é o maior campeão da Champions League é o Real Madrid. Em suma, o gigante espanhol emendou cinco títulos consecutivos nas cinco primeiras edições do torneio. Dessa forma, se tivesse apenas aquelas conquistas, já seria a 3ª equipe com mais títulos, igualado ao seu arquirrival, Barcelona.

Entretanto, os Merengues garantiram mais nove taças posteriormente. A saber, os cinco primeiros títulos têm como grandes figuras ídolos do clube, estrelas como os argentinos Alfredo Di Stefano e Héctor Rial, o espanhol Francisco Gento, o húngaro Ferenc Puskás e o francês Raymond Kopa fizeram parte dessa geração vitoriosa, além de serem um dos ataques mais temidos do mundo na época.

Além disso, o clube blanco foi vice em 1961/62 e 1963/64, mas voltou a vencer em 1965/66. Então, nesta taça em específico, o único remanescente dos cinco primeiros títulos é Gento, jogador com mais títulos na história da UEFA Champions League, obviamente com seis conquistas. Ademais, o time de Madri foi vice em 1980/81 também.

Por outro lado, os Galácticos voltaram a mostrar o porque tem o posto de maior campeão da Champions League no final da década de 1990. Nesse ínterim, foram campeões em 1997/98, 1999/00 e 2001/02. Por fim, após mais um hiato, o clube voltou a mostrar seu poder e hegemonia na competição, vencendo novamente em 2013/14 e depois um tricampeonato: 2015/16, 2016/17 e 2017/18.

Em conclusão, o grande destaque desse time era o português, ídolo, maior artilheiro da história do Real Madrid e da Champions League, dono da lendária camisa 7, Cristiano Ronaldo. Mas, além do Gajo, nomes como o francês Benzema, os brasileiros Casemiro e Marcelo, o croata Modric, o alemão Kroos, o galês Bale e os espanhóis CasillasCarvajal e Sérgio Ramos foram grandes personalidades e ídolos do clube.

A última conquista: 2022

A saber, o Real Madrid conquistou sua 14ª taça da Liga dos Campeões e agora tem o dobro de títulos do Milan. A saber, a base foi em grande parte aquela tricampeã consecutiva. Em suma, nomes como Marcelo, Carvajal, Kroos, Casemiro, ModricBenzema eram titulares naquela época e se mantiveram no clube até hoje.

Por outro lado, para a temporada 2021/22, quando o time conquistou sua última Champions League, surgiram novos nomes como o uruguaio  Federico Valverde e, principalmente, os brasileiros Vinícius Júnior Rodrygo, fundamentais no título da equipe.

Ademais, o goleiro Courtois foi o grande nome da final contra o Liverpool, sendo eleito o melhor jogador da final, que contou com uma dupla de zaga segura, formada pelo austríaco Alaba e o brasileiro Éder Militão, além de ter o francês Mendy na lateral esquerda.

2º Milan (7 títulos)

Primeiramente, o Milan também é um dos maiores campeões da Champions League. A saber, sempre foi um clube forte desde o início da Liga dos Campeões. Em suma, quem é o maior campeão da Champions League é o Real Madrid, mas os Rossoneros fizeram frente aos madridistas algumas vezes.

Em primeiro lugar, na estreia da competição, em 1955/56, quando o Real ganhou pela primeira vez, eliminou o Rubro-Negro de Milão nas semifinais. Por outro lado, chegou e final em 1957/58, perdendo para os Galácticos justamente na final. Mas venceu pela primeira vez em 1962/63. Posteriormente, venceu em 1968/69 e teve um grande hiato.

De fato, venceu em 1988/89 e 1989/90. Então, mais tarde, foi vice para o Olympique de Marseille em 1992/93. Mas foi campeão em 1993/94. Assim, no ano seguinte, amargou mais um 2º lugar, perdendo para o Ajax. Contudo, em 2002/03, numa Champions League de domínio italiano, bateu a Juventus na final e foi campeão pela 5ª vez.

Mas novamente foi vice em 2004/05 para o Liverpool, numa das maiores finais de todos os tempos. Em contrapartida, deu o troco no mesmo time em 2006/07, conquistando seu último título, em uma época que tinha o brasileiro Kaká como grande estrela do clube. Desde então, o clube caiu de produção e foi ultrapassado por outros italianos na disputa por vagas na Champions.

3º Bayern de Munique e Liverpool (6 títulos)

Antes de tudo, duas equipes dividem o posto de 3º lugar com seis títulos: Bayern de Munique Liverpool. De antemão, os alemães largaram na frente nos títulos, conquistando um tricampeonato em 1973/74, 1974/75 e 1975/76. A saber, este forte time tinha grandes estrelas como Franz Beckenbauer, Franz Roth, Gerd Müller, Rummenigge, Schwarzenbeck, Sepp Maier, Torstensson, Uli Hoeneß e Paul Breitner (no último título).

Entretanto, logo na sequência foi a vez justamente do Liverpool brilhar, emendando um bicampeonato em 1976/77 e 1977/78. Posteriormente, o Nottingham Forest, também inglês, foi bicampeão. Então, o Liverpool venceu mais uma vez em 1978/79, passando justamente pelo Bayern de Munique em uma semifinal extremamente disputada, com um 0 x 0 em Liverpool e um 1 x 1 em Munique, com os Reds avançando à final pelo gol fora e batendo o Real Madrid na final. Dessa forma, igualou os Bávaros com três títulos cada.

Decerto, mais um inglês foi pedra no sapato dos alemães em 1981/82, quando o Aston Villa foi campeão da Champions eliminando o Bayern na final. Portanto, como os alemães perderam a chance de conquistar o 4º título, os ingleses não perderam, voltando a vencer a liga em 1983/84 e vice em 1984/85. Assim, o Bayern de Munique ficou com o vice em 1986/87 e 1998/99, antes de vencer pela 4ª vez em 2000/01.

Por outro lado, o Liverpool ganhou a 5ª coroa em 2004/05, ficou com o vice em 2006/07 e 2017/18, antes de vencer pela última vez em 2018/19 e ser vice em 2021/22 para o Real Madrid. Bem como, o Bayern ficou com o 2º lugar em 2009/10, 2011/12, venceu em 2012/13 e ganhou seu último título em 2019/20. Portanto, estão entre os maiores campeões da Champions League.

5º Barcelona (5 títulos)

Antes de mais nada, os catalães tiveram seus anos de glórias nos anos 2010, mas chegou próximo de vencer a Liga dos Campeões antes. De fato, seu maior rival quem é o maior campeão da Champions League, mas o clube tem muita história. Em primeiro lugar, chegou às semifinais em 1959/60, perdendo justamente para o futuro campeão, Real Madrid. Mas, no ano seguinte, foi vice para o Benfica.

Então, em 1974/75, chegou a mais uma semifinal, sendo derrotado pelo Leeds United, da Inglaterra. Decerto, em 1985/86, foram mais uma vez vices, desta vez para o Steaua Bucaresti, da Romênia. Entretanto, em 1991/92, foram campeões pela primeira vez com o búlgaro Stoichkov, o dinamarquês Michael Laudrup e o holandês Ronald Koeman como destaques, além de serem treinados pelo lendário Johan Cruyff.

Ainda mais vezes uma vez chegaram a final, sendo derrotados pelo Milan em 1993/94. Mas venceram novamente em 2005/06, com um forte time liderado pelo técnico holandês Frank Rijkaard, que tinha como grande destaque o brasileiro Ronaldinho Gaúcho. Outros grandes jogadores da época eram os volantes Edmilson e Deco, brasileiros, além do atacante camaronês Eto'o. Entretanto, o gol do título ficou nos pés do brasileiro, e então reserva, Belletti.

Depois deste título, o clube voltou a figurar entre os favoritos ano após ano. Dessa forma, foram campeões em 2008/09 e 2010/11, com o técnico Pep Guardiola no comando. Assim, atletas como Daniel Alves, Puyol, Piqué, Busquets, Xavi, Iniesta, Messi Eto'o tornaram ídolos do clube.

Por fim, venceram pela última vez em 2014/15, em uma edição que teve o trio MSN, um dos maiores ataques já vistos na história do futebol, formado pelos sul-americanos Messi (argentino), Suárez (uruguaio) e Neymar (brasileiro) como grandes destaques. Na ocasião, o Ney marcou um dos gols da final, sendo um dos artilheiros da edição.

6º Ajax (4 títulos)

Em resumo, o Ajax teve um período mágico na década de 1970, o grande auge do futebol holandês. Assim, foram campeões em 1970/71, 1971/72 e 1972/73. A saber, eram praticantes do famoso Futebol Total, que encantou o cenário mundial na época.

Então, tinha grandes lendas no clube como Neeskens, Johan Cruyff e Piet Keizer, todos liderados pelo romeno Stefan Kovacs. Por certo, praticamente o time todo se manteve durante as três temporadas, entrando quase que por inteiro na história do clube.

Por fim, o clube voltou a vencer a Champions somente em 1994/95, batendo o Milan na final. A saber, mais algumas lendas estavam neste time comandado por Louis van Gaal, nomes como Van der Sar, Frank Rijkaard, Frank de Boer, Clarence Seedorf, Edgar Davids, Finidi George, Ronald de Boer, Marc Overmars Patrick Kluivert.

Dessa forma, o clube se manteve quase que inteiro para a temporada seguinte, quando foram vice-campeões nos pênaltis para a Juventus, da Itália. Ainda mais duas vezes chegaram às semis: em 1996/97 e mais recentemente em 2018/19.

7º Manchester United e Inter de Milão (3 títulos)

Em primeiro lugar, por mais que sejam um dos maiores times da história de seus países, Manchester UnitedInter de Milão ainda não tiveram o mesmo sucesso que seus rivais (Liverpool e Milan, respectivamente), na Champions League. Dessa forma, o United venceu pela primeira vez em 1967/68, três anos após o bicampeonato da Inter de Milão em 1963/64. Nesse ínterim, os ingleses igualaram os italianos em 1998/99 e os passaram em 2007/08. Por fim, dois anos mais tarde, a Inter venceu sua última Champions (2009/10).

9º Juventus, Benfica, Chelsea, Nottingham Forest e Porto (2 títulos)

Antes de mais nada, quando a pergunta é quem é o maior campeão da Champions League, muitos se questionam o motivo de clubes gigantes como Juventus, Chelsea, Benfica e Porto não figurarem entre os maiores campeões da história da Champions League. Mas a grande questão é que os campeonatos nacionais podem não se traduzir em títulos continentais.

Juventus

Em suma, a exemplo da Juventus, maior vencedora de scudettos da história da Itália, de forma disparada (36 contra 19 da Inter e 18 do Milan). Mas a equipe não conseguiu grande sucesso internacional. Entretanto, não foi por falta de tentativas. Assim, apesar de só ter vencido em 1984/85 e 1995/96, o clube tem incríveis sete vices, sendo o maior vice-campeão de Champions Leagues.

Benfica e Porto

Por outro lado, o Benfica tem a mesma fama. A saber, o Encarnados são os maiores campeões do Campeonato Português com 37 títulos, sete a mais que o Porto e 18 a mais que o Sporting. Mas, diferente da Juv, é, junto com o Porto, a equipe portuguesa de maior sucesso na Liga dos Campeões.

Contudo, foram vices por cinco vezes, o que faz do time um sucesso na competição, principalmente na época do lendário Eusébio, que foi quando foram campeões, em 1960/61 e 1961/62. Decerto, os Portistas, sempre que chegaram à final foram campeões, tanto em 1986/87 quanto em 2003/04.

Chelsea

Em contrapartida, o Chelsea, apesar de ser uma equipe famosa atualmente e bastante antiga, começou a colher glórias mais recentemente, quando foram comprados pelo bilionário russo Roman Abramovich, em 2003. Desde então, mudaram de patamar e passaram a ser um dos grandes clubes da Inglaterra. Dessa forma, os dois títulos foram após essa fase, em 2011/12 e 2020/21.

Nottingham Forest

Por fim, o Nottingham Forest é um caso a parte, pois teve uma época mágica na década de 1970 e 1980. Por certo, não é considerado grande há muitos anos na Inglaterra e não figura na elite há muitos anos também. Mas, apesar disso, o seu período de maior sucesso foi sob o comando de Brian Clough, entre 1975 e 1993, período em que ganhou o Campeonato Inglês. Bem como duas Liga dos Campeões da UEFA consecutivas (1978/79 e 1979/80) e quatro Copas da Liga

*Bônus de quem é o maior campeão da Champions League (1 título)

  • Celtic (Escócia) 1967
  • Hamburgo (Alemanha) 1983
  • Steaua Bucareste (Romênia) 1986
  • Olympique de Marseille (França) 1993
  • Borussia Dortmund (Alemanha) 1997
  • Feyenoord (Holanda) 1970
  • Aston Villa (Inglaterra) 1982
  • PSV Endhoven (Holanda) 1988
  • Estrela Vermelha (Sérvia) 1991

Histórico de campeões da Champions League

Clube País Títulos Temporada vencedora

Real Madrid

Espanha

13

1956, 1957, 1958, 1959, 1960, 1966, 1998, 2000, 2002, 2014, 2016, 2017, 2018

Milan

Itália

7

1963, 1969, 1989, 1990, 1994, 2003, 2007

Bayern de Munique

Alemanha

6

1974, 1975, 1976, 2001, 2013, 2020

Liverpool

Inglaterra

6

1977, 1978, 1981, 1984, 2005, 2019

Barcelona

Espanha

5

1992, 2006, 2009, 2011, 2015

Ajax

Holanda

4

1971, 1972, 1973, 1995

Manchester United

Inglaterra

3

1968, 1999, 2008

Inter de Milão

Itália

3

1964, 1965, 2010

Juventus

Itália

2

1985 , 1996

Benfica

Portugal

2

1961 , 1962

Chelsea

Inglaterra

2

2012 , 2021

Nottingham Forest

Inglaterra

2

1979 , 1980

Porto

Portugal

2

1987 , 2004

Celtic

Escócia

1

1967

Hamburgo

Alemanha

1

1983

Steaua Bucareste

Romênia

1

1986

Olympique de Marseille

França

1

1993

Borussia Dortmund

Alemanha

1

1997

Feyenoord

Holanda

1

1970

Aston Villa

Inglaterra

1

1982

PSV Endhoven

Holanda

1

1988

Estrela Vermelha

Sérvia

1

1991

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou, mas a vontade de crescer estava a mil. Bem-vindo ao melhor site brasileiro de futebol inglês. Bem-vindos ao PL Brasil. Sou Eric Filardi, paulistano de 28 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: tenho Futebol na Veia.
Artigo anteriorPalpite, Prognóstico e Odds para Burnley x Newcastle – 22/05
Próximo artigoPalpite, Prognóstico e Odds para Leicester x Southampton – 22/05