Notts County e Juventus: uma antiga e curiosa relação

Modesto clube inglês e gigante italiana possuem estreito laço em suas histórias

Notts County e Juventus: uma antiga e curiosa relação

Se hoje a Juventus é uma das referências de grandeza no esporte, lá atrás, nos primórdios do futebol, o clube recebeu a ajuda do Notts County, que mudou a forma de ser vista, tratada e reconhecida.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

O responsável por essa significativa mudança na Juve é uma equipe que figura longe dos holofotes das grandes ligas, mas que carrega uma rica e longa história no futebol inglês.

O Notts County é conhecido por ser o clube de futebol profissional mais antigo do mundo. Fundado em 1862, a equipe de Nottingham em grande parte de sua história figurou nas divisões inferiores da Inglaterra, nunca tendo participado da atual Premier League.

Para contar a origem dessa ligação entre os clubes deve-se voltar ao ano início do século passado, mais precisamente em 1903.

Leia mais: Notts County: história e curiosidades de um dos clubes mais antigos do mundo

A Juventus ainda dava seus primeiros passos no mundo do futebol, tendo sido fundada apenas seis anos antes. Inicialmente, o clube de Turim trazia em seu uniforme camisas rosa.

Sendo um clube criado por estudantes que não reuniam de condições financeiras para adquirir o material, a Juventus não dispunha de um grande número de uniformes. Assim, com o uso e com a lavagem após os jogos, o uniforme foi se desgastando, perdendo a sua cor original.

Precisando de um novo kit de jogo, pensando em um material de melhor qualidade, a direção do clube partiu em busca de uma solução. Ela foi encontrada por um dos fundadores do clube italiano, John Savage, no berço do futebol e sua terra natal, a Inglaterra.

O futebol inglês serviu de referência para muitas equipes do mundo. No caso da Juventus, o clube de Nottingham foi o diferencial. Savage se dirigiu até Meadow Lane na esperança que o Notts County estendesse a mão à equipe da Bota, cedendo alguns kits de uniforme.

No entanto, o clube inglês utilizava um uniforme bem diferente ao que a Juventus estava habituada.

Com sua tradicional camisa listrada em preto e branco, o Notts County presenteou os italianos com novos uniformes com essas características, dando uma nova e até hoje inconfundível identidade. A Juventus abraçou sua nova combinação de cores, tornando-se conhecida mundialmente com as cores do uniforme que ganhou da modesta equipe inglesa.

Leia mais: Pesquisa aponta quais são os maiores clubes da Inglaterra

Encontro Festivo

A equipe de Turim tornou-se a maior campeã do Campeonato Italiano e também da Copa da Itália. No entanto, mesmo em meio a tantas conquistas e grandeza, a Velha Senhora não esqueceu de seu passado e suas origens.

Uma grande prova disso foi demonstrada na inauguração de seu estádio em 8 de setembro de 2011.

O adversário escolhido para aquele momento histórico foi justamente o Notts County, que à época havia se tornado campeão da League Two, correspondente à quarta divisão inglesa.

O encontro acabou empatado em 1 a 1, com Luca Toni colocando a Juventus em vantagem e Lee Hughes empatando para o Notts County já no fim de jogo.

Inversão de papéis

O Notts County não figura na elite desde o rebaixamento na temporada 1991/1992. O clube oscilou entre a segunda e a quarta divisão, jamais conseguindo chegar à Premier League.

No entanto, em mais de 150 anos de história, os Magpies jamais estiveram fora de nenhuma das quatro divisões profissionais da Inglaterra. Isso mudou ao final da temporada passada. Com problemas financeiros e administrativos, o clube terminou a League Two na 23ª posição, sendo rebaixado para National League.

Os problemas eram tantos que a equipe sequer conseguiu entrar em acordo com a empresa fornecedora de uniformes. Assim, o clube resolveu recorrer para aquele cujo um dia estendeu a mão, há 116 anos.

Leia mais: Um golpe duro contra a luta LGBT no futebol inglês

No final de julho de 2019 a deputada representante de Nottingham no Parlamento da Inglaterra, Lilian Greenwood, se propôs a entrar em contato com o gigante italiano em busca de ajuda. A Juventus prontamente se dispôs a retribuir o favor que a ela havia sido feito:

“Considerando a longa relação entre os dois clubes, a Juventus alegremente ajudaria a fornecer novos uniformes para a próxima temporada”, disse Claudio Albanese, diretor de comunicação da Velha Senhora, em carta endereçada ao Notts County.

“Já entramos em conversas com a Adidas, nossa patrocinadora, para informá-la a respeito da situação; a empresa imediatamente contatou o Notts County para um acordo de fornecimento”, prosseguiu o dirigente.

No entanto, surgiu um entrave nesse auxílio em razão dos clubes possuírem diferentes fornecedores de material esportivo: Puma para o ingleses e Adidas para os italianos.

Dessa forma, a solução encontrada esses problemas veio com a venda do clube, feita por Alan Hardy para os irmãos dinamarqueses Alexander e Christoffer Reedtz.

Os novos donos do Notts County conseguiram quitar os salários de jogadores e funcionários que estavam atrasados. Por fim, acertaram também a pendência que o clube possuía com a Puma, tendo agora o tradicional clube inglês novos uniformes para utilizar na atual temporada.