Nick Pope: das entregas de leite a goleiro da seleção inglesa

Goleiro sonha com a Copa do Mundo 2018

Nick Pope

A ascensão do conto de fadas de Nick Pope à seleção da Inglaterra é realmente a essência dos sonhos.

Nick Pope, o leiteiro

Tendo sido dispensado do Ipswich Town aos 16 anos de idade, ele trabalhou como leiteiro em sua cidade natal. Afinal, era preciso gerar uma renda extra enquanto estudava no West Suffolk College, em Bury St Edmunds.

Sua ambição de ser um jogador de futebol profissional parecia ter sido tirada dele, mas Pope nunca desistiu, e foi recompensado por sua perseverança quando foi visto por olheiros do Charlton, enquanto jogava pelo Bury Town (time não pertencente a nenhuma liga profissional na época) em 2011.

Progredindo em sua carreira por sete anos, sua forma sensacional na Premier League pelo Burnley lhe rendeu uma merecida convocação. Seu irmão Josh, que também é goleiro e atua pelo Soham Town Ranger, parabenizou Pope pelo sucesso.

“Nós dois sonhamos em ser goleiros profissionais quando crescemos e, infelizmente, isso não aconteceu comigo, mas estou realmente muito orgulhoso dele e de tudo o que ele fez”, disse Josh ao ITV News Anglia.

Aprimorando as falhas

Richard Wilkins desempenhou um papel importante na recuperação da carreira de Nick Pope depois que ele foi dispensado pelo Ipswich – o clube do qual ele é torcedor.

Wilkins não apenas ensinou Pope no West Suffolk College, mas também promoveu a primeira estreia dele no Bury Town. Juntos, eles trabalharam incansavelmente para melhorar as falhas de Pope – mais notavelmente seu chute, que sempre foi considerado sua grande fraqueza.

Leia mais: Conheça todos os artilheiros da era Premier League

“Seu chute era muito ruim para o seu tamanho. Nós trabalhamos nisso intensamente e agora ele chuta a bola um longo caminho”.

“Alguns rapazes são demitidos aos 16 anos e sua carreira no futebol segue o caminho errado, mas ele continuou estudando e trabalhando duro. Ele queria jogar no mais alto nível e tinha essa grande confiança em si mesmo.”

De terceiro goleiro a titular

Uma lesão no goleiro titular do Burnley, Tom Heaton, trouxe a Pope uma oportunidade na Premier League. Nesta temporada, ele aproveitou a chance com as duas mãos, mantendo 10 clean sheets em 27 jogos pela liga.

Uma ascensão que não é surpresa para os professores da escola King's Ely, onde Nick já foi aluno. David Boothroyd (um dos professores) afirmou: “Ele era um rapaz adorável, muito divertido e obviamente um super desportista”.

Sue Freestone, a diretora da escola, acrescentou: “É absolutamente fantástico, estamos tão orgulhosos dele. É um exemplo a ser seguido por pessoas mais jovens envolvidas no esporte ou alunos que têm grandes aspirações de qualquer tipo. É sobre ter um sonho e trabalhar duro até que você o consiga”.

Matéria originalmente escrita por Andy Ward, do ITV