‘Forbes’: Neymar integra lista dos atletas mais ricos do mundo

5 minutos de leitura

A revista norte-americana “Forbes” divulgou nesta semana a lista dos 10 atletas mais bem pagos do esporte no mundo. O ranking é liderado por Lionel Messi, do PSG, e ainda tem outros dois jogadores de futebol — inclusive um brasileiro.

A metodologia da “Forbes”

Para calcular a lista, a “Forbes” utilizou uma metodologia que soma os ganhos dentro de campo aos fora de campo durante o dia 1º de maio de 2021 e 1º de maio de 2022. As receitas dentro de campo incluem salários, premiações e bônus. Já fora de campo estão os ganhos relacionados a patrocínios e direitos de imagem em aparições ou vendas de produtos.

A revista não inclui receitas com investimentos ou participações acionárias dos atletas, e nem deduz valores de impostos ou taxas de empresários. Por fim, a lista inclui qualquer atleta que tenha estado ativo durante o período de 12 meses.

Messi lidera a lista

Quem lidera o ranking é Lionel Messi, que no período ganhou 130 milhões de dólares (R$ 652 milhões), uma soma de 75 milhões de dólares dentro de campo com 55 milhões de dólares ganhos fora do futebol. Suas parcerias publicitárias incluem empresas do tamanho da Socios.com, PepsiCo, Adidas, Budweiser e Hard Rock Cafe. No gramado, ele também ganhou a Bola de Ouro da “France Football”, foi campeão francês em sua primeira temporada no PSG e ganhou a Copa América com a Argentina no Maracanã.

Em seguida, Cristiano Ronaldo e Neymar

Logo abaixo de Messi está o jogador de basquete Lebron James, que faturou 121,2 milhões de dólares (R$ 607,5 milhões), mas em seguida aparecem mais dois jogadores de futebol: Cristiano Ronaldo, em terceiro, e Neymar, em quarto lugar.

O português acumulou uma receita de 115 milhões de dólares (R$ 577 milhões), entre os ganhos dentro de campo (60 milhões de dólares) e fora dele (55 milhões de dólares). O período não pegou muitos sucessos esportivos de Cristiano Ronaldo, que terminou em sexto lugar na Premier League com o Manchester United, mas trouxe negócios lucrativos na publicidade em acordos com Nike, Herbalife e Clear.

E então aparece Neymar, o único brasileiro e último jogador de futebol do ranking. O camisa 10 do PSG acumulou 95 milhões de dólares (R$ 476,5 milhões), sendo 70 milhões de dólares em campo e 25 milhões de dólares em outras atividades. O brasileiro teve os mesmos resultados esportivos que Messi em seu clube, mas foi vice da Copa América com o Brasil e ficou longe do topo da Bola de Ouro. Por outro lado, conseguiu bons acordos financeiros com Puma, RedBull e Netflix, que produziu a série “Neymar: O Caos Perfeito”, lançada no streaming no começo de 2022. Também se envolveu com investimentos no universo do NFT.

Confira o top 10 de atletas mais ricos do mundo

  1. Lionel Messi (futebol, PSG) – 130 milhões de dólares
  2. Lebron James (basquete, Los Angeles Lakers) – 121,2 milhões de dólares
  3. Cristiano Ronaldo (futebol, Manchester United) – 115 milhões de dólares
  4. Neymar (futebol, PSG) – 95 milhões de dólares
  5. Stephen Curry (basquete, Golden State Warriors) – 92,8 milhões de dólares
  6. Kevin Durant (basquete, Brooklyn Nets) – 92,1 milhões de dólares
  7. Roger Federer (tênis) – 90,7 milhões de dólares
  8. Canelo Alvarez (boxe) – 90 milhões de dólares
  9. Tom Brady (futebol americano, Tampa Bay Buccaneers) – 83,9 milhões de dólares
  10. Giannis Antetokounmpo (basquete, Milwaukee Bucks) – 80,9 milhões de dólares
Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]