Desprezado? Neymar foi recusado por 5 times europeus antes de aceitar proposta da Arábia Saudita

5 minutos de leitura

O PSG viveu semanas polêmicas com os casos Neymar e Mbappé recentemente. No entanto, parece que o clube conseguiu mudar o rumo da história em poucos dias: fechou a venda do brasileiro e, de quebra, garantiu a permanência do francês.

Neymar foi anunciado nesta terça-feira (15) como o novo jogador do Al Hilal, da Arábia Saudita. Ele já havia se acertado com o clube e, agora, o PSG entrou em acordo com os sauditas por uma transferência de cerca de 100 milhões de euros.

Apesar do desejo de sair de Paris, o brasileiro tentou de tudo para ficar no futebol europeu, segundo o jornal inglês “The Independent”, mas só teve uma proposta do continente: do Barcelona.

Neymar saiu do PSG e o “desprezo” da Europa pelo brasileiro

O camisa 10 teria pedido para deixar o PSG, segundo o jornal francês “L’Equipe” – informação desmentida por seu pai e empresário em exclusividade à PL Brasil. O plano parisiense, por outro lado, também era de vendê-lo.

Neymar PSG
Foto: Icon Sport

De acordo com o periódico britânico, Neymar tentou negociar com todos os principais clubes europeus, mas apenas o Barcelona se mostrou interessado, em um empréstimo.

A negociação com os culés era de um empréstimo com opção de compra, mas mesmo com o brasileiro aceitando diminuir seu salário consideravelmente, era um acordo difícil de ser firmado. Isso porque ainda exigiria a saída de pelo menos quatro jogadores do elenco para que ele pudesse ser inscrito.

Os clubes que rejeitaram Neymar

Todos os clubes, incluindo Manchester United, Bayern de Munique, Real Madrid, Chelsea e Manchester City, recusaram a oportunidade de contratar o jogador de 31 anos, principalmente devido a uma grande taxa de transferência e um pacote salarial semelhante, segundo o Independent.

Isso deixou o jogador relutante e quase que “obrigado” a aceitar a oferta do Al-Hilal, que envolve uma taxa de quase 100 milhões de euros para o Paris Saint-Germain. Os salários divulgados no contrato de dois anos do brasileiro divergem de veículo para veículo.

Neymar e Guardiola, em 2015 - Icon Sport
Neymar e Guardiola, em 2015 – Icon Sport

Os valores, no entanto, diferem. O “Independent” informou que o pacote salarial total é de 200 milhões de euros. Já o “L’Equipe” publicou que seria 160 milhões de euros, enquanto o “Ge” diz que os valores seriam de 320 milhões de euros. A emissora britânica “Sky Sports”, por exemplo, alega que os vencimentos do brasileiro seriam de 260 milhões de euros.

Neymar não queria a Arábia Saudita?

De acordo com o “Independent”, o acordo só foi fechado tão tarde porque, nas palavras de algumas fontes próximas à negociação, “ele tentou de tudo para conseguir uma transferência dentro da Europa”.

Neymar estava desesperado para seguir disputando a Champions League, segundo o periódico, especialmente porque deseja ter uma grande Copa do Mundo em 2026. Ele tem a ambição de ser uma figura esportiva importante no Mundial dos Estados Unidos, Canadá e México.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]