Nantes é derrotado em casa

Nantes é derrotado em casa
Foto: Divulgação/FC Nantes

Primeiramente, na tarde desta quarta-feira (1), Nantes x Olympique de Marseille jogaram pela 16ª rodada da Ligue 1. O time da casa sabia que a vitória seria muito importante para as pretensões no campeonato. Afinal, poderia se manter posicionado entre os 10 primeiros na tabela e até melhorar sua colocação.

Nantes é derrotado em casa

Os Les Canaris fizeram um jogo muito diferente do que estava sendo esperado, principalmente pelo fato do Nantes ter sido derrotado em casa da maneira que foi. Quem teve as principais chances de gol foram os visitantes, que criaram as melhores chances de gols em ambas as partes da partida.

O goleiro, Alban Lafont, foi o principal nome por parte do Nantes. Dos 15 chutes que o Olympique de Marseille deu durante a partida, cinco deles chegaram ao gol, um chegou ao fundo das redes, convertido na meta do goleiro, porém os outros quatro chutes, o arqueiro conseguiu defender, evitando um resultado ainda pior.

E se com 11 em campo a situação já não estava sendo das melhores para o Nantes, ela só piorou com a expulsão, ainda no primeiro tempo do experiente defensor, Nicolas Pallois, que em menos de 20 minutos, levou dois cartões amarelos, o primeiro aos 14 minutos e o segundo aos 32 do primeiro tempo.

Dessa forma Nanes, se o ponto positivo no geral do Nantes foi o goleiro Lafont, dos atletas de linha o destaque fica por conta de Andrei Girotto. O jogador ajudou muito o time na parte da defesa, que não é sua especialidade. Mas dado o momento em que a equipe buscou se preservar de levar mais gols, ele foi muito importante.

Por fim, com certeza os adeptos dos Les Canaris que estiveram no Stade de la Beaujoire ficaram muito insatisfeitos ao ver o Nantes derrotado em casa. Agora só resta ao time juntar pontos positivos e melhorar os negativos, para o próximo jogo, fora de casa, diante do Lorient.

Dados do time na partida

Cartões amarelos: Nicolas Pallois e Alban Lafont

Cartão vermelho: Nicolas Pallois

Escalação: Alban Lafont; Dennis Appiah, Jean-Charles Castelletto, Nicolas Pallois, Quentin Merlin; Samuel Moutoussamy, Andrei Girotto, Wylan Cyprien, Moses Simon (Willem Geubbels); Randal Kolo Muani e Ludovic Blas.